20210424

O BOM PASTOR DÁ A VIDA POR SUAS OVELHAS



25 de abril de 2020

4º Domingo da Páscoa - Domingo do Bom Pastor
Dia Mundial de Oração pelas Vocações


EVANGELHO


Jo 10,11-18

Naquele tempo, disse Jesus: 11“Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a vida por suas ovelhas. 12O mercenário, que não é pastor e não é dono das ovelhas, vê o lobo chegar, abandona as ovelhas e foge, e o lobo as ataca e dispersa. 13Pois ele é apenas um mercenário que não se importa com as ovelhas.
14Eu sou o bom pastor. Conheço as minhas ovelhas, e elas me conhecem, 15assim como o Pai me conhece e eu conheço o Pai. Eu dou minha vida pelas ovelhas.
16Tenho ainda outras ovelhas que não são deste redil: também a elas devo conduzir; elas escutarão a minha voz, e haverá um só rebanho e um só pastor.
17É por isso que meu Pai me ama, porque dou a minha vida, para depois recebê-la novamente. 18Ninguém tira a minha vida, eu a dou por mim mesmo; tenho poder de entregá-la e tenho poder de recebê-la novamente; essa é a ordem que recebi de meu Pai”.

MEDITAÇÃO


Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a vida por suas ovelhas (Jo 10, 11) 

Neste quarto Domingo da Páscoa celebramos o Domingo do Bom Pastor, com a Jornada Mundial de Oração pelas Vocações. Rezamos para que não nos faltem pastores e para que os pastores sejam bons, cuidando do rebanho com o zelo e o amor de Cristo. Em sua Mensagem para o dia de hoje, o Papa Francisco tomou a figura de São José como inspiração para as vocações. Ele escreveu: "Pode-se dizer que São José foi a mão estendida do Pai Celeste para o seu Filho na terra. Assim não pode deixar de ser modelo para todas as vocações, que a isto mesmo são chamadas: ser as mãos operosas do Pai em prol dos seus filhos e filhas".

O tema do 'pastor' é o tema da liderança. Todos nós temos responsabilidade no pastoreio do rebanho de Deus. Pais e mães, educadores, catequistas, coordenadores, animadores, bispos, padres, diáconos, homens públicos, lideranças comunitárias somos todos pastores na família, no ambiente de trabalho, nas comunidades, na Igreja, na sociedade. Ser pastor é cuidar do rebanho. Podemos ser maus pastores ou bons pastores como Jesus. 

Jesus se apresenta como o bom pastor. E marca bem a diferença entre o bom pastor e o mercenário. Toma distância também do comportamento de estranhos e assaltantes. Esses tipos, podemos pensar, são como que tentações para quem pastoreia, para quem exerce liderança na família, na Igreja ou na sociedade. O assaltante pula o muro, não entra pela porta. O estranho não conhece, nem é conhecido. O mercenário abandona as ovelhas quando o lobo as ataca, não as defende com a própria vida.

O bom pastor entra pela porta, não pula o muro. Quem pula o muro é o assaltante. Que porta é essa? A porta do redil, a porta do cercado onde estão as ovelhas de noite. Jesus entrou em nossa história pela porta. Não caiu de paraquedas. Ele, sendo Deus, abaixou-se e fez-se um de nós, convivendo conosco, andando pelos nossos caminhos, conversando as nossas conversas. É o que nós chamamos de encarnação. O apóstolo João escreveu: “O verbo se fez carne e habitou entre nós”. Pastor pra valer tem que ser como Jesus. Entra pela porta: a porta do coração (porque ama e se aproxima das pessoas), a porta da convivência (que gera conhecimento e confiança), a porta da encarnação (porque assumiu a nossa condição, fez-se um de nós). 

O bom pastor não é um estranho, a sua voz é conhecida pelas ovelhas. Ao estranho, elas não seguem, não reconhecem sua voz, não confiam nele. A convivência, a aproximação, o conhecimento recíproco geram confiança. É assim que ele as chama pelo nome, pois as conhece e elas o atendem, pois o conhecem. É assim que ele as conduz: caminha à sua frente. O Espírito Santo é quem nos faz íntimos de Jesus. Quanto mais o conhecemos, mais o amamos, o compreendemos e o seguimos. 

O bom pastor dá a vida por suas ovelhas, não é como o mercenário que as abandona. Ele se sacrifica por elas, comunica-lhes vida. E como é que o pastor Jesus comunica a vida? Por sua presença, por suas atitudes, por sua pregação, e, sobretudo, por sua vida entregue na cruz. E continua hoje comunicando-nos a vida, particularmente, pelo dom de sua Palavra e pelo dom da Eucaristia. O mercenário não se importa com as ovelhas e as abandona na hora em que mais precisam dele. O bom pastor, renunciando aos seus interesses pessoais, sacrifica-se pelo rebanho. 

Guardando a mensagem 

Nas famílias, nos ambiente de trabalho, nas comunidades, na sociedade somos também pastores, em funções de liderança. Como nos diz a primeira carta de Pedro, reconheçamos Jesus como pastor e guarda de nossas vidas. E o imitemos em nosso pastoreio. Não lideremos como mercenários, nem como estranhos, nem como assaltantes. Não pulemos o muro, entremos pela porta da convivência, da amizade, da solidariedade. Alcancemos ser reconhecidos em nossa liderança pela confiança que despertamos. Esforcemo-nos para levar o rebanho para boas pastagens, para a vida em abundância. Não deixemos ninguém para trás. Não nos rendamos às dificuldades e aos problemas. Isso exige sacrifício de nossa parte, renúncia, fidelidade. 

Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a vida por suas ovelhas (Jo 10, 11) 

Rezando a Palavra 

Senhor Jesus, bom pastor, 
que reuniste as ovelhas dispersas e venceste o lobo sacrificando a tua própria vida em favor do teu rebanho, desperta, em nós, corações generosos para te seguirmos como apóstolos leigos, como ministros ordenados, como religiosos e religiosas, servidores do teu povo e de toda a humanidade. Seja bendito o teu santo nome, hoje e sempre. Amém. 

Vivendo a Palavra

Hoje, reze em favor de todos os chamados por Deus para o pastoreio na Igreja, para que sejam generosos, perseverantes e fieis.

Gostaria que você lesse, hoje, o comentário que escrevi sobre a Mensagem do Papa para esta Jornada Mundial de Oração pelas Vocações. É só seguir o link que estou lhe enviando. 

Pe. João Carlos Ribeiro, sdb




Dia Mundial de Oração pelas Vocações 2021


O SONHO DA VOCAÇÃO
Pe. João Carlos

O Ano de São José que estamos vivendo nasceu no coração de Francisco, o Papa, para aumentar o amor do povo de Deus por ele.

Para o Dia Mundial de Oração pelas vocações deste ano, a Mensagem do Papa inspira-se na figura de São José, a quem Deus confiou seu filho, a Virgem Maria e a comunidade dos discípulos, a Igreja. 

Três palavras podem descrever a sua vida e o exemplo que ele pode oferecer a cada vocacionado ou vocacionada, particularmente os chamados à vida consagrada e ao sacerdócio ministerial. Na verdade, todos podemos nos espelhar neste homem de Deus, para abraçar e perseverar na vocação a que cada um é chamado. 

A primeira palavra é sonho. Nos momentos de dúvida e apreensão, José soube ouvir a voz de Deus, as indicações do alto. Os sonhos representam essa sua sensibilidade aos sinais de Deus. O evangelho narra quatro sonhos de José. Eles alteraram o ritmo de sua vida, indicando desinstalação, desapego, confiança em Deus. O seu exemplo e a sua proteção podem ajudar os jovens a acolherem o sonho que Deus tem para cada um, para cada uma, com destemor, com um sim corajoso.

A segunda palavra é serviço. O amor é o que explica qualquer vocação. O amor é estar inteiramente voltado para o outro. José estava completamente a serviço. E na sua tarefa de pai de família, esposo de Maria, pai e educador de Jesus, encontrou a felicidade e a alegria, na realização de suas tarefas diárias, no cuidado da família, no exercício de sua profissão. Com sua arte de carpinteiro, estava integrado à sua comunidade como um profissional útil, criativo e respeitado. Que grande exemplo para qualquer vocação! A beleza da vocação é o serviço, não a busca de privilégios ou benefícios pessoais. 

A terceira palavra é a fidelidade. Fidelidade expressa no dia-a-dia, inspirada em Deus que é fiel às suas promessas e nos convida a todos para a felicidade e a realização. No meio das dificuldades, José escolheu a vontade de Deus, realizando-a com paciência e perseverança. A fidelidade produz a verdadeira alegria, o que explica o clima de profunda alegria na casa de Nazaré. Que grande exemplo para os jovens vocacionados, filhos deste nosso mundo apressado, marcado por escolhas passageiras e pela infidelidade a promessas e ao sonho de Deus! 

Por tudo isso, o Papa chamou José de guardião das vocações. Como ele acompanhou Jesus, também nos acompanha, com coração de pai. 

Pe. João Carlos Ribeiro, sdb

11 comentários:

  1. Bom dia Padre João Carlos. Desejo que Deus acima de tudo Te dê a paz e a felicidade no teu coração...
    O bom pastor dá a vida por suas ovelhas (Jo 10, ll ).
    Tenha um domingo muito abençoado e iluminado com a luz do Espirito Santo... Fique com Deus.

    ResponderExcluir
  2. Amém padre João Carlos bom dia obrigada pelas suas palavras tão lindas. Que Deus nosso senhor Jesus Cristo nos abençoe e livre nos de todo mal. um abençoado domingo do senhor a todos.

    ResponderExcluir
  3. Padre João Carlos bom dia, ao Sr e a todos consagrados a vida religiosa, que hoje e sempre o Senhor lhes dê muita perseverança, muita serenidade, muita paz e doação para com suas ovelhas (conosco), enfim que Ele os abençoe sempre!
    Um forte abraço.

    ResponderExcluir
  4. Bom dia padre João Carlos que o senhor tenha um ótimo domingo abençoado e iluminado que papai do céu te proteja sempre e nossa senhora auxiliadora envolve o senhor no seu caminho.
    🙌😇🌟🌟🌟🌹
    Senhor Jesus Cristo,que maravilha ter o Senhor como nosso salvador, que aparece como o bom pastor, não permitindo perde nenhuma de sua ovelhas,as chama pelo nome.
    Devemos seguir fielmente o exemplo de Cristo.
    Vamos cuidar uns aos outros porque o ladrão não vem senão a
    roubar,a matar e a destruir,e
    Cristo vem para que tenham vida, e a tenham com abundância.
    Grande é o sentindo da mensagem do nosso bom pastor Jesus Cristo nosso melhor amigo.
    🙌🐑👏😍🌹💕

    ResponderExcluir
  5. Obrigado senhor por enviar bom pastor as ovelhas e salvá-las dos lobos

    ResponderExcluir
  6. O Senhor é o bom pastor ele que conduz as suas ovelhas para o seu caminho,nos livrando dos lobos,libertando os nossos corações para seguir como apóstolos de Jesus. Ele que nos deu a vida, só ele poderá nos chamar para o vosso convívio.

    ResponderExcluir
  7. Bom Domingo do Bom Pastor Padre João Carlos e que a Alegria do Senhor seja nossa Força. Estaremos em Oração para o Amor na Fé e na Palavra e que Jesus nos ilumine em todas as nossas Responsabilidades. Salve Maria 🙏

    ResponderExcluir
  8. Viva São José!!! Bendito seja seu nome agora e para sempre AMÉM JESUS!!!

    ResponderExcluir
  9. Deus pai, eu LHE agradeço pela Solenidade do Bom Pastor. No entanto, me conceda a graça de viver cheio do Espírito Santo. Me conceda a graça de fazer somente o bem. Me conceda a graça de rezar pelos doentes. Me conceda a graça de sofrer com paciência. Me conceda a graça de ter no meu coração a pedra angular. Me conceda a graça de seguir no caminho da salvação. Me conceda a graça de ser um bom filho. Me conceda a graça de dar a vida por VOSSAS ovelhas. Me conceda a graça de fugir dos mercenários e dos lobos. Me conceda a graça de conhecer e servir o VOSSO povo. Me conceda a graça da obediência. Isso eu LHE peço pela intercessão de Jesus Cristo, VOSSO querido filho e meu amado SALVADOR. Amém.

    ResponderExcluir
  10. Boa noite padre João sua bênção obrigado padre que mensagem linda jesus e um bom pastor que dá a vida por suas ovelhas jesus nós abençoe oramos por todos aqueles que sofrem nós hospitais eu já perdi performance 02 comadre com a virose só Jesus Cristo que nós guarde Deus abençoa padre J Carlos elh proteja muito o senhor e também o nosso pastor paz e bem

    ResponderExcluir
  11. Obrigada pelas suas explicações claras , Pe.João Carlos!

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião.
Desejando comunicar-se em particular com o Pe. João Carlos, use esse email: padrejcarlos@gmail.com ou o whatsapp 81 9.9964-4899.

Postagem em destaque

Vá e faça a mesma coisa

Eu já andava desconfiado que o bom samaritano do evangelho fosse Jesus. Agora, já não tenho mais dúvidas. Bom, Jesus contou a históri...