20210723

O JOIO, O TRIGO E A TOLERÂNCIA



24 de julho de 2021


EVANGELHO


Mt 13,24-30

Naquele tempo, 24Jesus contou outra parábola à multidão: “O Reino dos Céus é como um homem que semeou boa semente no seu campo. 25Enquanto todos dormiam, veio seu inimigo, semeou joio no meio do trigo, e foi embora. 26Quando o trigo cresceu e as espigas começaram a se formar, apareceu também o joio. 27Os empregados foram procurar o dono e lhe disseram: ‘Senhor, não semeaste boa semente no teu campo? Donde veio então o joio?’ 28O dono respondeu: ‘Foi algum inimigo que fez isso’. Os empregados lhe perguntaram: ‘Queres que vamos arrancar o joio?’ 29O dono respondeu: ‘Não! pode acontecer que, arrancando o joio, arranqueis também o trigo. 30Deixai crescer um e outro até a colheita! E, no tempo da colheita, direi aos que cortam o trigo: arrancai primeiro o joio e o amarrai em feixes para ser queimado! Recolhei, porém, o trigo no meu celeiro’”.

MEDITAÇÃO


Enquanto todos dormiam, veio seu inimigo, semeou joio no meio do trigo, e foi embora (Mt 13, 25).

Jesus contou uma parábola para ensinar a gente a ser paciente, tolerante e deixar o julgamento para Deus. E, certamente, também pra gente ficar mais atento com o que estamos fazendo, com a nossa plantação. Ele contou a parábola do joio e do trigo. Um homem semeou boa semente de trigo em seu campo. De noite, veio o inimigo e semeou o joio. Cresceram juntos, trigo e joio. Quando começaram a aparecer as espigas, notou-se que no meio do trigo havia o joio. Os empregados queriam arrancá-lo. Mas, o homem não deixou. Poderiam confundir trigo com joio. Deixassem chegar o tempo da colheita. Aí, sim, arrancariam primeiro o joio e tocariam fogo nele. O trigo não, o trigo iria para o celeiro.

Jesus, à parte, em casa, com os discípulos deu uma explicação dessa parábola. O homem que semeou a boa semente é ele mesmo, o Mestre. O trigo são os que pertencem ao Reino. O joio são os que pertencem ao maligno. No fim dos tempos, os anjos farão a ceifa. E cada um terá o seu destino: os maus para o fogo eterno, os justos para a glória.

Você conhece um pé de trigo? O trigo é como um capim crescido com espigas. Quando chega o tempo da colheita, fica tudo amarelinho. Espigas bonitas, os grãos todos arrumadinhos, tudo bem certinho. É bonito de se ver. O trigo era a base alimentar do povo do tempo de Jesus. Com ele, faziam o pão, em casa. Mas, e o joio? O joio, você nunca viu. O joio é uma erva daninha, também chamada de cizânia, que dá no meio de cereais como o trigo. Ele é bem parecido com o trigo. Só quando começa a dar espigas é que se nota a diferença. Umas espigas com uns grãos desengonçados, uns grãozinhos pretos tóxicos. As feiosas espigas ficam logo pendidas para um lado. E tem outro detalhe que os diferencia. O trigo tem raízes não muito profundas, é fácil arrancá-lo. Já o joio tem raízes rasteiras que se entrelaçam nas raízes do trigo. Na história de Jesus, o homem achou melhor não arrancar o joio. O melhor seria aguardar a colheita. Arrancando o joio iria-se prejudicar o trigo, claro, porque suas raízes se misturam com as do trigo. Seria prejuízo para o desenvolvimento da espiga do trigo.

A grande lição da parábola é a tolerância. Vivemos nesse mundo, junto com todo mundo. Não podemos viver separados. A oração de Jesus na última ceia dizia: “Pai, não peço que os tires do mundo, mas que os livres do maligno”. Trata-se de convivermos, com respeito e tolerância com todos. Não quer dizer que aplaudimos o mal. Não. Trabalhamos para que todos se consertem, todos precisam ter essa chance. Temos que ser pacientes, como Deus é paciente. Somos trigo. Convivemos com o joio. Mas, todo cuidado é pouco para não nos tornamos também joio, permitindo que o mal nos influencie e nos faça à sua imagem. O joio e o trigo se conhecem pelas espigas, pelos frutos. O fruto é que nos diz se é trigo e vai dar um bom pão ou se é joio e está só sugando a terra e atrapalhando o desenvolvimento do trigo.

Guardando a mensagem

Os fariseus bem que queriam viver separados das outras pessoas, a quem eles chamavam de pecadores. Mas, Jesus agiu de maneira diferente. Procurava estar com todos, mesmo com aqueles que a sociedade discriminava. Vivemos misturados, joio e trigo. O joio não vai ter um bom final. Mas, o trigo tem que ter cuidado para não se deixar assimilar pelo joio e tornar-se estéril ou dar frutos venenosos como ele. Pelo contrário, o trigo precisa trabalhar para ajudar na conversão do joio. A parábola do joio e do trigo é um belo ensinamento sobre a tolerância, a convivência. Mas, também sobre a vigilância. Não deixar que o inimigo semeie o joio na nossa plantação.

Enquanto todos dormiam, veio seu inimigo, semeou joio no meio do trigo, e foi embora (Mt 13, 25).

Vivendo a palavra

Senhor Jesus,
Tu nos ensinaste a rezar, no Pai Nosso, “Livrai-nos do mal”. Ajuda-nos, Senhor, a estar vigilantes para que o inimigo não semeie joio na nossa plantação de trigo, na nossa família, na nossa comunidade. Ensina-nos a conviver com quem é joio, sem exclui-lo, mas sem imitá-lo ou deixar-nos cooptar pela desonestidade, pela infidelidade, por suas más ações. Antes, sejamos capazes de ajudá-los a se transformarem em trigo, antes que chegue o dia final da colheita. Seja bendito o teu santo nome, hoje e sempre. Amém.

Nesta comemoração mensal de N. Sra. Auxiliadora, rezemos a oração com que Dom Bosco a saudava:


Ó Maria, Virgem poderosa,

Tu, grande e ilustre defensora da Igreja.

Tu, Auxílio maravilhoso dos cristãos,

Tu, terrível como exército ordenado em batalha.

Tu, que, só, destruíste toda heresia em todo o mundo:

 nas nossas angústias, nas nossas lutas, nas nossas aflições,

 defende-nos do inimigo;

 e, na hora da morte,

 acolhe a nossa alma no Paraíso. Amém.

  
Vivendo a palavra

Talvez você já esteja identificando algum joio na sua plantação. Que tal rezar por ele, para que se converta enquanto é tempo?

Pe. João Carlos Ribeiro, sdb

11 comentários:

  1. 🙏🙏🙏🙏🙏🙏Jesus os ilumine para que fiquem atentos ao joio

    ResponderExcluir
  2. Amém padre João Carlos bom dia obrigada pelas suas palavras tão lindas. que Deus nosso senhor Jesus Cristo nos abençoe e livre nos de todo mal

    ResponderExcluir
  3. As duas situações lindas nesse evangelho,hávendo diferentes pessoas no mesmo contexto.Será que ao lançar a palavra de Deus todos acolhem da mesma forma?Já aqui compreendo que nem todos acolheremos com a mesma proporção,intencidade ou menos desejo de absorção.Por quê escutar não garanto aceitar.Muitas vezes vamos para as igrejas escutamos, mas não deixamos as palavras Santas de Jesus transformar nossas vidas nesse momento é onde entra o inimigo aqui é o joio.As proposta do agricultor prova que temos duas sementes dentro de cada ser humano àquela mais cultivada vai desenvolver a ponta de sobressai-se mais que a outra,nesse momento pensado que hoje vivemos com as diferenças em qualquer âmbito social só floresce durante a eternidade bem na convivência vai se moldado de forma pasciente.Percistência é a palavra mais vivida pôr Jesus,transformação é que Ele quer,separação não união sempre na hora exata cada um pega sua rota.

    ResponderExcluir
  4. Padre João Carlos que dia lindo que seu final de semana seja iluminado e abençoado que papai do céu te proteja sempre e nossa senhora auxiliadora envolve o senhor no seu caminho, padre João Carlos adoro sua explicação do
    evangelho o senhor sabe sobre qualquer coisa.🙏🙋😇🌟🌟🌟🌹
    A palavra de Deus é transformadora, porque nos ensina o modo seguro para que tenhamos uma vida promissora, para
    Produzir muitos frutos.
    Devemos assumir os desafios da nossa existência para dá firmeza às nossas ações, não devemos apega a nossa vidinha sofreremos as consequências.
    Seguir Jesus Cristo servir desinteressadamente, manisfestar ao mundo a alegria que vivemos em nós.
    Morrer para dar frutos.🙏🙋😍🌹💕

    ResponderExcluir
  5. Amém Padre João! Deus o ilumine sempre mais! 🌹

    ResponderExcluir
  6. Bom Sábado Padre João Carlos, suas bênçãos e obrigado Sempre e estaremos em Oração para o Amor na Fé e que Jesus nos ilumine com o Discernimento na Vida. Salve Maria 🙏

    ResponderExcluir
  7. Boa tarde Padre João Carlos. Paz e amor no seu coração.
    Senhor, tu nos ensinaste a rezar, no Pai Nosso, "Livra-nos do mal".
    Nossa senhora Auxiliadora rogai por nós e fefendei-nos de todo mal.
    Um final de semana muito feliz e abençoada à todos.
    Ester de Campinas São Paulo.

    ResponderExcluir
  8. Temos que ser tolerantes e pacientes com os nossos irmãos,pois devemos saber separar o joio do trigo. O trigo nos oferece coisas boas e o joio é como uma planta daninha só oferece o que ê de ruim. Vamos seguir o joio que o Pai nos oferece de melhor para o nosso crescimento em Cristo.,que é a tolerância,a paciência e a União.

    ResponderExcluir
  9. Ó Pai de amor, eu LHE agradeço por mais uma semana de vida. Todavia, me conceda a graça de escutar, aprender, viver, e pregar a VOSSA santa palavra. Me conceda a graça de fazer a VOSSA vontade. Me conceda a graça de participar da santa missa, da melhor forma possível. Me conceda a graça de obedecê-Lo. Me conceda a graça de ser purificado pelo preciosíssimo sangue de Jesus. Me conceda a graça de ser um bom trigo, no celeiro da REDENÇÃO. Isso eu LHE peço por Cristo Nosso Senhor. Amém.

    ResponderExcluir
  10. Boa noite padre João Carlos sua bênção obrigado por nós enviar essas informações maravilhosa e pedimos a Jesus que nós conceda ser um bom trigo que Deus abençoe e desejo p o senhor um fim de semana abençoada e toda sua equipe paz e bem Nilza Maria de jardim paulista pe

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião.
Desejando comunicar-se em particular com o Pe. João Carlos, use esse email: padrejcarlos@gmail.com ou o whatsapp 81 9.9964-4899.