20200228

O JEJUM E A CONVERSÃO DO CORAÇÃO

Dias virão em que o noivo será tirado do meio deles. Então, sim, eles jejuarão (Mt 9, 15)


28 de fevereiro de 2020.



Chegamos ao terceiro dia da Quaresma. É muito importante que a gente não perca nenhum dia deste programa de crescimento que é a Quaresma. O passo a ser dado hoje é entender o jejum, como expressão de nossa conversão. 

A pergunta veio de um grupo muito querido de Jesus, os discípulos de João. Jesus tinha participado do batismo de João Batista, no Rio Jordão. João o tinha apontado como cordeiro de Deus. E alguns dos discípulos do Batista tinham se tornado discípulos seus. Então, a pergunta deles era séria. Não tinha segundas intenções. E o que eles queriam saber? Queriam saber por que os seus discípulos não praticavam o jejum como eles e os fariseus? A resposta de Jesus foi essa: “Por acaso, os amigos do noivo podem estar de luto enquanto o noivo está com eles? Dias virão em que o noivo será tirado do meio deles. Então, sim, eles jejuarão”. O que Jesus quis dizer com isso?

Podemos entender todo o ministério de Jesus como a renovação da aliança com Deus. Jesus veio pra isso: para restaurar a comunhão com Deus que foi destruída pelo pecado (desde Adão) e pela infidelidade de Israel, o povo da Aliança. Não é à toa que o evangelho de São João praticamente comece com as bodas de Caná, o casamento que precisou da intervenção de Jesus para dar certo. A aliança, à moda do casamento, é entre Deus e o seu povo. Jesus é o noivo. Veja o que ele respondeu: enquanto o noivo está presente (ele), os amigos do noivo (os discípulos) não podem jejuar. Mas, depois que o noivo for tirado do meio deles (a sua morte), eles jejuarão.

O jejum é uma expressão de nossa conversão. Bom, nossa primeira conversão foi celebrada no batismo, nas águas. Lá, fomos lavados dos nossos pecados. Mas, infelizmente, continuamos a cair, a falhar, a pecar. Por isso, precisamos estar em permanente atitude de conversão. Deus sempre nos perdoa. Mas, para isso, precisamos da conversão do nosso coração. O jejum é uma forma de cultivamos essa conversão. Ficamos tristes pelo pecado que cometemos. Esse sentimento do reconhecimento de nosso pecado, da dor que sentimos por nossa infidelidade a Deus, é expresso também nas práticas externas do jejum, da esmola e da oração. Essas práticas nos ajudam a cultivar a conversão interior e a implorar a misericórdia de Deus, o seu perdão. Ele que já nos purificou pela água do batismo, pode também nos purificar pelas lágrimas do nosso arrependimento.

O jejum tem, então, essa conexão com Deus, a quem ofendemos e a quem demonstramos nosso arrependimento, cultivando a conversão do nosso coração. Mas, o jejum tem também uma conexão com minhas atitudes em relação aos meus irmãos. No livro do Profeta Isaías, o próprio Deus nos diz qual a verdadeira obra que ele espera de nós, o jejum que ele prefere. São obras pelas quais procuramos, em relação ao nosso próximo, o alívio do seu sofrimento, a libertação da opressão, a partilha do pão, do teto e da roupa com os mais sofridos.

Guardando a mensagem

O jejum é uma forma de penitência, pela qual me uno ao padecimento de Cristo, em sua paixão. É também um gesto de amor fraterno, no sentido de que me faço solidário com quem está em dificuldade. Você pode jejuar em qualquer dia na Quaresma. O mínimo está previsto pela disciplina da Igreja: na quarta-feira de cinzas e na sexta-feira da paixão. A abstinência de carne às sextas-feiras da Quaresma também faz parte de nossa caminhada penitencial, nesse período. Além do alimento, a gente pode fazer jejum de televisão, de barzinho, de bebida alcoólica, de cigarro, de internet, de whatsapp. Renunciar, pra ficar mais resistente, pra ter mais força interior, para unir-se a Cristo em sua cruz e aos irmãos em suas necessidades. 

Dias virão em que o noivo será tirado do meio deles. Então, sim, eles jejuarão (Mt 9, 15)

Rezando a palavra

Senhor nosso Deus,

Que te deixas comover pelos que se humilham e te reconcilias com os que reparam suas faltas, ouve como um pai as nossas súplicas. Derrama a graça da tua bênção sobre nós que estamos em Quaresma, desejosos de ouvir a palavra do teu filho Jesus, de ser fieis à vida de oração pessoal, e de praticar a penitência e a caridade, em preparação das celebrações da Santa Páscoa que se aproximam. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.

Vivendo a palavra

Bom, não temos pra onde correr. A prática da palavra de hoje é o jejum, jejuar. Se você passou batido(a) na quarta-feira de cinzas, tem ainda a sexta-feira da paixão. E, hoje, como todas as sextas da quaresma, é dia de abstinência de carne. Você sabe, essas práticas externas têm valor se cultivarem a conversão do coração em relação a Deus e aos sofredores.

28 de fevereiro de 2020

Pe. João Carlos Ribeiro, sdb




22 comentários:

  1. Amooo A Meditação Da Palavra Do Senhor, como tbm Amooo compartilhar, para familiares amigos e amigas. Todos agradecem. Muitooo obgda Pe. João Carlos. Q Deus o abençoe grandemente, com muita Saúde, e o livre de todo mal🙏🙏❤

    ResponderExcluir
  2. Boa noite padre João carlos a sua bença é um prazer receber a palavra de Deus em nosdos lares mim faz forte cada dia q esculto a palavra de Deus .

    ResponderExcluir
  3. Maria Emília que os passos de Jesus a c caminho do calvário. arrebanhe dando força e coragem. a todos que cambaleia varrendo as suas cruzes. Senhor Jesus. Obrigado por nossa salvação.

    ResponderExcluir
  4. Graças e louvores por suas homilias diárias padre! Que a palavra de hoje penetre em nossos corações e nos leve ao jejum de tudo que nos escraviza e nos afasta de DEUS.Que nos leve à conversão dos nossos corações. Amém 🙏🙏🙏

    ResponderExcluir
  5. Bom dia padre João Carlos sua bença obrigado por mim dá a palavra de Deus todos dia.🙌🙌

    ResponderExcluir
  6. Bom dia padre João Carlos que Deus te proteja e te ilumine.Senhor Jesus vieste para nos salvar do pecado do mundo, peço meu Deus que livre mim do pecado não deixe que eu caía em tentação,seja forte para suportar o sofrimento que surgirem na minha vida junto a ti.Que eu no caminha da vida surgirem irmãos nessecitado que eu estenda a mão. 🙌🙌💙

    ResponderExcluir
  7. Amém padre João Carlos. bom dia. Obrigada por essa reflexão. Deus lhe abençoe, não jenjuei na quarta-feira, mas vou jenjuar na sexta-feira Santa.

    ResponderExcluir
  8. Padre João Carlos, Iluminada e abençoada seja essa sexta feira, para o sr. sua família e todos da nossa associação missionária, gratidão por todos os dias nos brindar com a palavra de DEUS, fiquem sempre com nossas preces daqui. sua bênção .

    ResponderExcluir
  9. Bom dia Pe.Joao Carlos!! Obrigada pela meditação da palavra de hoje, que Deus possa penetrar em nossos corações para q possamos viver o verdadeiro jejum, tirando das trevas do pecado que afasta de Deus.Que nós leva a conversão dos nossos corações.🙏

    ResponderExcluir
  10. Bom dia Padre João Carlos. Agradeço a linda MEDITAÇÃO de hoje e a REFLEXÃO do Santo Evangelho... Dias virão em que o noivo será tirado do meio deles. Então, sim, eles jejuaráo ( Mt 9,15 ) SENHOR DEUS, derrama tua bênção sobre nós que estamos em quaresma, desejando ouvir a palavra do teu filho JESUS de ser fiéis a vida de oração pessoal, e de praticar a paciência e a caridade em preparação para a Santa Páscoa. Que eu possa estender a mão, e ajudar às pessoas que sofrem. Que Deus nos conceda um dia de paz, tranquilidade e sabedoria em todas as nossas decisões. Que Deus nos proteja de todo mal e nos abençoe, Hoje e sempre.....

    ResponderExcluir
  11. Que Deus nos de forças para termos oamor acaridade eo perdão fazemdo o genjum palavras limpando onosso coracao

    ResponderExcluir
  12. Padre João Carlos bom dia,achei muito importante a
    Meditação e a reflexão do Santo evangelho. Peço a Jesus Misericordioso que me der iluminação e discernimento para eu saber o que Jesus espera de mim nesta quaresma e que eu possa dar um pouco de mim renunciando as coisas que desagradam a Deus e procurando seguir a Jesus nesta quaresma ajudando meus irmãos em tudo que for possível para aliviar seus sofrimentos,quero nesta quaresma fazer sacrifício e me abister de algumas coisas,para assim fazer uma diferença em minha vida e assim agradar mais a Deus.

    ResponderExcluir
  13. O jejum nos fortalece espiritualmente.

    ResponderExcluir
  14. Ó Deus, luz de todas as nações, eu LHE agradeço por essa santa quaresma. Entretanto, me conceda a graça para denunciar os pecados, os crimes e a opressão. Me conceda a graça para buscá-Lo diuturnamente. Me conceda a graça para cumprir a VOSSA lei, para fazer bons jejuns e boas penitências. Me conceda a graça para ser piedoso, justo, caridoso e viver na santa paz. Me conceda a graça para lutar contra a injustiça e a escravidão. Me conceda a graça de rezar da melhor forma possível. Me conceda a graça de ser VOSSO discípulo missionário. Isso eu LHE peço pela intercessão de Jesus Cristo, VOSSO querido filho e meu amado REDENTOR. Amém.

    ResponderExcluir
  15. Gosto muito de de referir o comentário da palavra de Deus que o senhor faz me ajuda muito no meu crescimento espiritual um abraço

    ResponderExcluir
  16. Boa noite Padre João carlos meu nome é josicleide amo receber a meditação e a reflexão do evangelho mim sinto bem tranquila quando escuto a palavra do senhor pois padre o que eu mas queria era entender o evangelho, queria entender e explicar tenho muita vontade mas muita vontade mesmo padre peço todos os dias q o espírito santo mim dê dabedoria ,e sou muito timida mas se eu entendese eu explicava quero muito conseguir essa graça padre.por favor mim ajude.tenho muito medo de falar ao público.

    ResponderExcluir
  17. Amém!vou fazer a abstinência da carne todas as sextas feiras da quaresma

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião.
Desejando comunicar-se em particular com o Pe. João Carlos, use esse email: padrejcarlos@hotmail.com ou o whatsapp 81 9.9964-4899.

Postagem em destaque

Vá e faça a mesma coisa

Eu já andava desconfiado que o bom samaritano do evangelho fosse Jesus. Agora, já não tenho mais dúvidas. Bom, Jesus contou a históri...