09 junho 2017

O Messias e Davi

O próprio Davi chama o Messias de Senhor. Como é que ele pode então ser seu filho? (Mc 12, 37)      

Não sei porque Jesus entrou nessa discussão: se o Messias era ou não era filho de Davi. Será que isso tinha alguma importância?  Bom, ele estava ensinando no Templo. E partiu dessa pergunta:  Por que os mestres da lei dizem que o Messias é filho de Davi?

Você entende esse negócio de ‘Messias’? Messias quer dizer Ungido, uma pessoa marcada por Deus para liderar o povo e libertá-lo. E olha que , no tempo de Jesus, o povo estava na maior aflição, ansiando pela chegada  de um Messias. E sabe por quê? Porque estava no meio de um grande sofrimento. Os romanos dominavam o país. Tinha havido um rei na Palestina muito cruel, perseguidor e aliado dos romanos. Você já ouviu falar dele. Quando Jesus nasceu era rei em Jerusalém.  Herodes, isso mesmo. Mandou matar as criancinhas de Belém, entre outras atrocidades.  Jesus escapou, porque seus pais tinham fugido com ele para o Egito. E só voltaram de lá quando ele morreu. No lugar dele, ficaram seus filhos reinando cada um numa parte da Palestina. Eram chefes políticos aliados dos romanos.  Os altos impostos, a humilhação de serem dominados por pagãos (os romanos), a violência, tudo isso levava a revoltas em várias partes do país. Nesse clima, o povo esperava que Deus enviasse o Messias. Só ele podia liderar o povo para libertá-lo do jugo dos romanos.


Afinal, o Messias seria filho de Davi ou não? Jesus estava dizendo que não. Mas, o povo quando entrou em Jerusalém com Jesus, o aclamou dizendo: Hosana ao filho de Davi. Identificou Jesus como o Messias, o filho de Davi. Aliás, Davi tinha nascido em Belém. José era de Belém, da família de Davi. Portanto, Jesus, filho de José, era também da descendência de Davi. Podia, sim, podia ser chamado de filho de Davi.

E por que Jesus disse que o Messias não era filho de Davi? Ele pegou um salmo que diz : “Disse o Senhor ao meu Senhor: senta-te à minha direita, até que eu ponha teus inimigos debaixo dos teus pés”. É o Salmo 110. Por falar nisso, quem é o autor dos salmos?  Tradicionalmente se diz que os salmos foram feitos por Davi.  “Disse o Senhor ao meu Senhor” quer dizer: Disse o Senhor Deus ao meu Senhor, o Messias.  Davi, que fez o salmo, chamou o Messias de meu Senhor. Assim, Jesus concluiu: o Messias não é filho de Davi. Davi o chama de Senhor, não de seu filho.

Vamos guardar a mensagem de hoje

Jesus era o Messias. Mas, estava explicando ao povo que o Messias não é filho de Davi. É o senhor de Davi. E porque Jesus não quer ser identificado como filho de Davi?  Porque naquele contexto, filho de Davi tinha uma forte conotação política. Dizendo que o Messias era filho de Davi, estava-se projetando nele a imagem do rei, do líder que iria libertar Israel da dominação dos romanos.
Jesus era o Messias, certo. Ele foi enviado pelo Pai para realizar o projeto do Pai. Enviado ao mundo para reconduzi-lo a Deus. A imagem do Messias filho de Davi confundiria as coisas, o reduziria a uma liderança política. Aliás, foi essa acusação que prevaleceu no julgamento de Pilatos contra ele. Foi crucificado com a placa: Jesus de Nazaré, rei dos judeus.

O próprio Davi chama o Messias de Senhor. Como é que ele pode então ser seu filho? (Mc 12, 37)    

Senhor Jesus,

A gente pensa que te conhece. Mas, nada, quanto mais ouvimos ou lemos a teu respeito, mais vemos que nos falta muito para te conhecer. Nossas definições são acanhadas demais. Mas, afinal, nos digas: Tu és o filho de Davi ou não? No sentido de ser o pastor do povo de Deus, sim. No sentido de ser um líder político, não.
Tu perguntaste aos discípulos: quem sou eu, para vocês? Pedro acertou. Tu és o filho de Deus. E tu o elogiaste porque quem revelou isso a ele foi o Pai que está no céu. Nós também queremos , Senhor, te conhecer. E sabemos que só o Pai sabe e pode nos revelar. E ele nos revela pela ação do Espírito Santo em nós.
Seja o teu santo nome bendito, hoje e sempre.
Amém.  


Pe. João Carlos Ribeiro - 09. 06.2017
Postar um comentário