PADRE JOÃO CARLOS - MEDITAÇÃO DA PALAVRA: Sem Jesus, a gente não consegue.

Sem Jesus, a gente não consegue.



05 de abril de 2024

Sexta-feira da Oitava da Páscoa

Evangelho


Jo 21,1-14

Naquele tempo, 1Jesus apareceu de novo aos discípulos, à beira do mar de Tiberíades. A aparição foi assim: 2Estavam juntos Simão Pedro, Tomé, chamado Dídimo, Natanael de Caná da Galileia, os filhos de Zebedeu e outros dois discípulos de Jesus.
3Simão Pedro disse a eles: “Eu vou pescar”. Eles disseram: “Também vamos contigo”. Saíram e entraram na barca, mas não pescaram nada naquela noite. 4Já tinha amanhecido, e Jesus estava de pé na margem. Mas os discípulos não sabiam que era Jesus. 5Então Jesus disse: “Moços, tendes alguma coisa para comer?” Responderam: “Não”.
6Jesus disse-lhes: “Lançai a rede à direita da barca, e achareis”. Lançaram pois a rede e não conseguiam puxá-la para fora, por causa da quantidade de peixes. 7Então, o discípulo a quem Jesus amava disse a Pedro: “É o Senhor!” Simão Pedro, ouvindo dizer que era o Senhor, vestiu sua roupa, pois estava nu, e atirou-se ao mar.
8Os outros discípulos vieram com a barca, arrastando a rede com os peixes. Na verdade, não estavam longe da terra, mas somente a cerca de cem metros. 9Logo que pisaram a terra, viram brasas acesas, com peixe em cima, e pão. 10Jesus disse-lhes: “Trazei alguns dos peixes que apanhastes”.
11Então Simão Pedro subiu ao barco e arrastou a rede para a terra. Estava cheia de cento e cinquenta e três grandes peixes; e, apesar de tantos peixes, a rede não se rompeu. 12Jesus disse-lhes: “Vinde comer”. Nenhum dos discípulos se atrevia a perguntar quem era ele, pois sabiam que era o Senhor.
13Jesus aproximou-se, tomou o pão e distribuiu-o por eles. E fez a mesma coisa com o peixe. 14Esta foi a terceira vez que Jesus, ressuscitado dos mortos, apareceu aos discípulos.

Meditação


Lancem a rede à direita da barca e acharão (Jo 21,6)

A cena acontece dias após a ressurreição de Jesus. Os discípulos vão pescar e não conseguem nada naquela noite. Já de manhã, Jesus na praia deu a orientação certa: lancem a rede à direita da barca e acharão. Quase não conseguiram puxar a rede de tanto peixe, cento e cinquenta e três grandes peixes.

Os discípulos elencados no texto eram, seguramente, pescadores experientes. Tinham sido chamados a ser pescadores de pessoas, no início da atividade missionária de Jesus. Trata-se, então, não apenas de uma simples pescaria de peixes, mas da atividade missionária da Igreja, o trabalho de pescar gente que os discípulos deviam realizar após sua convivência com Jesus; trabalho que se mostraria infrutífero, sem a presença e a direção de Jesus ressuscitado. Naquela experiência no lago, sem a orientação de Jesus, não conseguiram pescar nada.

É claro, além da referência à atividade missionária que se seguiria após a ressurreição de Jesus, o texto também nos ajuda a pensar em nossa relação com o ressuscitado em outras áreas de nossa vida. Sem a presença e a orientação de Jesus, nossa pescaria pode também ser infrutífera, mesmo que sejamos experientes pescadores. Entendeu? A pescaria pode ser o seu trabalho, a sua ocupação profissional, as responsabilidades que você tem na vida. Só a presença e a orientação de Jesus ressuscitado garantem o sucesso do nosso trabalho, o êxito de nossas lutas. Muita gente já experimentou isso, talvez você também já o tenha experimentado. Longe de Deus, nossa luta é infrutífera. Há um salmo na Bíblia que deixa isso bem clarinho: “Se o Senhor não constrói a casa, em vão trabalham os construtores” (Salmo 126).

Os discípulos, com certeza, já tinham lançado a rede naquele mesmo lugar. Mas o fato de agir em obediência à vontade de Deus, à sua Palavra, é que fez a diferença. Eles deram a direção do seu empenho pastoral ao próprio Jesus. E como seria darmos a Deus a direção do nosso trabalho, de nossa família ou de nossa atividade apostólica? O evangelho já dá uma pista.

No texto de hoje, depois de uma noite de trabalho em vão, ao amanhecer, lá está ele na praia, de pé, perguntando se pescaram alguma coisa. O amanhecer é uma referência à ressurreição. Também o fato de ele estar de pé reforça a ideia da ressurreição. É nessa condição de ressuscitado, que ele nos indica a direção que devemos tomar, o que precisamos realmente fazer. Nós o vemos e o ouvimos particularmente pela oração, pela meditação da Palavra de Deus, pelos ensinamentos da sua Igreja. Precisamos, então, dar ouvidos às suas indicações, obedecer docilmente às suas orientações. Nisto, contamos com a ajuda do Santo Espírito. Ele nos ensina a ouvir e seguir Jesus.




Guardando a mensagem

A barca de Pedro é a Igreja. Os pescadores são os missionários. A pescaria é a atividade apostólica. Sem a presença do ressuscitado e sua orientação, o fracasso é certo. Isso vale também para nossa vida cristã. O trabalho sem Deus é estéril. Eles passaram a noite toda pescando e não conseguiram nada. Bastou Jesus ali na praia indicar: “Lancem a rede à direita do barco e acharão”. Que bela orientação para o nosso trabalho: não deixar Jesus de fora. Trabalhar, pastorear, empreender, lutar, casar, formar-se, mas contando sempre com sua presença e em obediência à vontade de Deus. Aí não tem como dar errado.

Lancem a rede à direita da barca e acharão (Jo 21,6)

Rezando a palavra

Senhor Jesus,
quando os discípulos chegaram à praia encontraram o fogo já aceso, pão e peixe assado. E aquela refeição renovou as suas forças, depois de uma noite de trabalho sem fruto e de um alvorecer tão promissor com aquela pescaria abundante. Tu, Senhor Jesus, os alimentaste com pão e peixe. Tomaste o pão e o distribuíste com eles. Essa fração do pão é o sinal da Eucaristia. Fizeste o mesmo com o peixe. Na Eucaristia, nos sentamos à tua mesa e tu nos alimentas com a tua própria vida, vida entregue na cruz e transbordante na ressurreição. Na Eucaristia, tu nos fortaleces, nos renovas as forças. Obrigado, Senhor. Dá-nos a graça de viver em comunhão contigo, dóceis aos teus ensinamentos, obedientes à vontade do Pai. Só assim, sabemos, teremos sucesso em nossos empreendimentos. Longe dos teus caminhos, nossa pescaria é um fracasso. Seja bendito teu santo nome, hoje e sempre. Amém.

Vivendo a palavra

Só para estimular a leitura do texto de hoje (João 21, 1-14), eu tenho uma pergunta pra você: Quantos discípulos estavam nessa pescaria?

Comunicando

Neste próximo domingo, Domingo da Misericórdia, faço show na Festa de N. Sra. dos Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes. 

Pe. João Carlos Ribeiro, sdb

36 comentários:

  1. Anônimo5/4/24 00:15

    Eram 7 pescadores que estavam na barca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo5/4/24 07:55

      Jesus aumenta minha fé Marcelo 🙏🏼🙏🏼🙏🏼🙏🏼🙏🏼🙏🏼🙏🏼🙏🏼🙏🏼

      Excluir
    2. Anônimo5/4/24 10:00

      Amar é ter fé Jesus estará sempre conosco

      Excluir
    3. Anônimo5/4/24 15:51

      Jesus eu creio na tua ressurreição restaure a minha saúde 🙌🙌🙌

      Excluir
  2. Anônimo5/4/24 00:25

    Sete pescadores estavam na barca

    ResponderExcluir
  3. Anônimo5/4/24 03:32

    Bom dia padre João Carlos sua benção a palavra de Deus nos fortalece damos forças para viver com Fé cada vez mais obrigado meu Deus por com ceder todos o dias as suas palavras amém obrigada padre João Carlos por mandar a palavra de Deus amém pra fortalecer dois nossos irmãos também até amanhã se Deus quiser

    ResponderExcluir
  4. Anônimo5/4/24 05:26

    Sete discipulos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo5/4/24 07:56

      São José aumenta minha fé 🙏🏼🙏🏼🙏🏼🙏🏼🙏🏼🙏🏼🙏🏼🙏🏼🙏🏼🙏🏼

      Excluir
  5. Anônimo5/4/24 05:37

    Bom dia padre, sua benção, que lindo !!!..Jesus sempre aparecia pros Apóstolos,a felicidade deles ao vê-lo.hoje ele vem na Eucarestia e pela fé, um Jesus querido amém.

    ResponderExcluir
  6. Anônimo5/4/24 07:09

    Que benção de Deus.

    ResponderExcluir
  7. Anônimo5/4/24 07:09

    Que benção de Deus.

    ResponderExcluir
  8. Anônimo5/4/24 07:10

    Hoje estou começando uma jornada na minha vida que muito tempo esperaba.
    Muito Obrigada Padre. Deus Abençoe todos os seus passos e

    ResponderExcluir
  9. Anônimo5/4/24 07:24

    Eram 7 os discípulos

    ResponderExcluir
  10. Anônimo5/4/24 07:31

    Bom dia , Deus seja louvado , obrigada senhor ,amém

    ResponderExcluir
  11. Anônimo5/4/24 07:31

    Bom dia Pe João Carlos, sua benção. Eram sete pescadores. Obrigada senhor, daí_nós a graça de viver em comunhão contigo. Dóceis aí teus ensinamentos obedientes a vontade do Deus. Para Deus nos abençoar todos a mim e a minha família com saúde e paz. Jesus, meu Deus amado aumenta a mim fé. Amém 🙏🙏🙏🙏🙏

    ResponderExcluir
  12. Anônimo5/4/24 07:40

    Muito obrigada Padre! Como me ajudou esta meditação e orações.

    ResponderExcluir
  13. Roberto Brito5/4/24 07:53

    Estavam na barca 7 Discípulos.

    ResponderExcluir
  14. Anônimo5/4/24 07:54

    Bom dia padre João Carlos, o material que o senhor disponibiliza para nós é de excelente qualidade espiritual, eu já a muito tempo compartilho para vários grupos, infelizmente nós últimos tempos não é mais possível pelas variações de horário que nos chega, seria possível chegar diariamente até às 21,30hs?
    Isso facilitaria para nós enviar aos nossos grupos, agradeço finalizando pedindo sua benção.

    ResponderExcluir
  15. Anônimo5/4/24 08:31

    SENHOR! Eu creio em TI mas aumentai a minha fé para que eu possa ser digno de TI e constantemente te pedir auxílio. Peço pelo meu filho Ivan e toda a família. Amém

    ResponderExcluir
  16. Anônimo5/4/24 08:34

    Sete discípulos estavam na barca Amem!

    ResponderExcluir
  17. Anônimo5/4/24 08:45

    Amém padre João Carlos bom dia. Obrigada por essa reflexão. que Deus nosso senhor Jesus Cristo nos abençoe e nos livre de todo mal e que ele nos livre de todo os pecados. Obrigada meu Deus!

    ResponderExcluir
  18. Anônimo5/4/24 08:51

    Glória a vós senhor cem jesus nada podemos eu creio na ressurreição de Jesus gratidão senhor por tudo que fizeste can nossco minha benção padre João Carlos minha gratidão por tudo que enviaste para nós bom dia

    ResponderExcluir
  19. Anônimo5/4/24 08:55

    Boa Tarde e muito bom dia a si padre João Carlos e para todos os meus caríssimos irmãos na fé! Agradeço a sua atenção e peço que o Senhor te ilumine sempre!

    ResponderExcluir
  20. Anônimo5/4/24 09:19

    Gisele Cristina

    ResponderExcluir
  21. Anônimo5/4/24 10:56

    Acho tinha mais que 7 discípulos! Quantos eram os filhos de Zebedeu? Fiquei na dúvida ….

    ResponderExcluir
  22. Glória a Vós Senhor!
    Podemos afirmar que Simão Pedro era o melhor ou senão um dos melhores pescadores da época, ainda podemos imaginar que foram juntos pescar outros bons também, que com certeza deveriam conhecer todas as táticas, as iscas, os melhores lugares, mas a Palavra pelo Evangelista João nos enfatiza que nesta terceira aparição do Ressucitado, naquela noite não pegaram nada.
    Já amanhecendo, com certeza já estavam exaustos, todos cansados da pescaria, percebe se até mesmo por não reconhecerem a presença do Senhor e na resposta seca dada a pergunta, se tinham algum alimento, respondendo simplesmente "Não".
    Mas o interessante também é quando, mesmo sem reconhecerem a presença dEle, quando na Sua misericórdia foi sugerido para lançarem a rede a direita da barca, eles pensando atender a voz de um desconhecido aparentemente no momento, mesmo cansados e desacreditados, deram atenção quando o discípulo amado diz " é o Senhor", então acreditaram, voltaram para a pescaria e conseguiram trazer muitos e muitos peixes.
    Aí está o ensinamento do Evangelho, mesmo quando parecermos ter toda experiência no que fazemos mas por um motivo ou outro estar dando errado algo que humanamente não conseguimos entender, Jesus envia Seus anjos para falar, instruir, indicar a solução, então precisamos sabiamente e humildemente aceitar a ajuda e tratar todos da mesma forma como se tivesse tratando com o próprio Cristo.
    Pois se agirmos indiferente, ou seja menosprezando os nossos irmãos de alguma forma, seja em palavras, gestos ou atitudes e não nos confessarmos do nosso arrependimento, não somos dignos de nos alimentar, de participar da comunhão com Ele, porém quando acreditamos tudo ao nosso redor é transformado, pois Cristo é o DEUS do impossível,.

    ResponderExcluir
  23. Anônimo5/4/24 12:20

    Nossa Senhora rogai por todos nós amem amém 🙏🙏🙏🙏🙏

    ResponderExcluir
  24. Anônimo5/4/24 13:31

    Boa Tarde Amém 🙏🙏👐

    ResponderExcluir
  25. Anônimo5/4/24 13:36

    Boa tarde Pe João Carlos sua bênção pra mim e toda família Maurício Araújo, Senhor Jesus Cristo seja bendito o teu Santo Nome Hoje e Sempre 🙏🙏🙏♥️♥️♥️

    ResponderExcluir
  26. Boa tarde a todos e obrigada pela meditação Padre João Carlos. Agradeço por tudo que Deus nos dá todos os dias principalmente saúde. Peço saúde para mim e toda minha família filhos, netos, genros e nora e todos. Hoje quero pedir em especial, muitas bençãos para meu netinho Cauã q está completando 1 aninho. Que Deus abençoe sempre a ele e aos outros 4 netinhos. Senhor salvai o nosso país do comunismo amém.

    ResponderExcluir
  27. Anônimo5/4/24 14:52

    Boa tarde padre João Carlos esse Evangelho é muito tocante Jesus alimenta a todos. Aumenta minha fé senhor.

    ResponderExcluir
  28. Boa tarde abençoada para todos nós!
    Como é doce a certeza de que Jesus está ao nosso lado expressando Seu Amor Incondicional .
    Devemos expressar o nosso amor também.
    Não há felicidade quando o amor permanece oculto. Todas as pessoas possuem amor e sabedoria para demonstrá-lo.
    Aidael Andrade Bezerra

    ResponderExcluir
  29. Anônimo5/4/24 15:52

    Jesus eu confio em vós 🙌🙌🙌

    ResponderExcluir
  30. Eterno Pai, eu LHE agradeço pela vida de São Vicente Ferrer. Todavia, me conceda a graça para seguir o caminho do bem, do apostolado, do amor, da obediência, da salvação, da fé, da ressurreição, da cura e da evangelização. Me conceda a graça para vencer o sofrimento e a irritação. Me conceda a graça para viver cheio do Espírito Santo. Me conceda a graça para fugir do pecado. Me conceda a graça para construir a minha vida sobre a pedra angular. Isso eu LHE peço em nome de Jesus Cristo. Amém.

    ResponderExcluir
  31. Anônimo6/4/24 15:36

    Sete discípulos

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião.
Desejando comunicar-se em particular com o Pe. João Carlos, use esse email: padrejcarlos@gmail.com ou o whatsapp 81 3224-9284.

Postagem em destaque

Deus está cumprindo suas promessas.

   18 de maio de 2024    Sábado da 7ª Semana da Páscoa          Evangelho.     Jo 21,20-25 Naquele tempo, 20Pedro virou-se e viu atrás de si...

POSTAGENS MAIS VISTAS