PE. JOÃO CARLOS - MEDITAÇÃO: NÃO SE ESQUEÇA DOS POBRES

20211031

NÃO SE ESQUEÇA DOS POBRES


Papa almoça com necessitados - Foto: REUTERS/Guglielmo Mangiapane

01 de novembro de 2021

EVANGELHO


Lc 14,12-14

Naquele tempo, 12dizia Jesus ao chefe dos fariseus que o tinha convidado: “Quando deres um almoço ou um jantar, não convides teus amigos nem teus irmãos nem teus parentes nem teus vizinhos ricos. Pois estes poderiam também convidar-te e isto já seria a tua recompensa. 13Pelo contrário, quando deres uma festa, convida os pobres, os aleijados, os coxos, os cegos. 14Então serás feliz! Porque eles não te podem retribuir. Tu receberás a recompensa na ressurreição dos justos”.

MEDITAÇÃO


Quando deres uma festa, convida os pobres, os aleijados, os coxos, os cegos (Lc 14, 13)

Quando o argentino Cardeal Jorge Bergoglio foi eleito Papa, o seu amigo brasileiro Cardeal Claudio Hummes, ao cumprimentá-lo com um abraço, lhe disse ao ouvido: “Não se esqueça dos pobres”. Este é precisamente o recado do evangelho de hoje. Não nos esqueçamos dos pobres.

Jesus foi a uma refeição festiva, na casa de alguém importante. Ele viu os convidados escolhendo os primeiros lugares. Nós também vemos isso todos os dias. O espírito do mundo é exatamente esse: a busca dos primeiros lugares. É o mundo da concorrência, um querendo derrubar o outro; o mundo da competição, um querendo deixar o outro pra trás. O espírito do mundo nos ensina a querer ser mais importantes que os outros, a cobiçar os cargos mais altos, a querer estar sempre em evidência. E essa mentalidade acaba por incentivar a violência, a vaidade, a presunção, o orgulho.

Jesus está ensinando uma coisa muito diferente: Não queira ser mais do que ninguém. O espírito do evangelho é a fraternidade, o acolhimento e valorização de cada um, a cooperação. Foi isso que Jesus ensinou: somos irmãos, dependemos uns dos outros.

Naquela refeição festiva, Jesus viu que os convidados eram gente importante, gente do alto nível social, amigos do dono da casa. Então ele disse a quem o convidou: Quando for fazer uma festa, não convide só seus parentes, seus vizinhos ricos, seus amigos, seus irmãos. Convide os pobres, os coxos, os aleijados, os cegos.

O espírito do mundo pratica a exclusão social (deixar de fora quem não tem recursos) e a segregação social (separar de um lado os privilegiados e de outros, os desamparados; isso nos locais de moradia, nos elevadores, nos shoppings, nas casas de festa, nas escolas, nos hospitais, em todo canto). O espírito do evangelho é outro: é a inclusão, a fraternidade, a comunhão, o oferecimento de oportunidades a quem é mais frágil e necessitado.

O cardeal Jorge Bergoglio, agora Papa Francisco, não esqueceu o conselho do seu amigo brasileiro cardeal Cláudio Hummes. Agora é ele quem nos diz, com suas palavras, suas atitudes, suas viagens, seus escritos: “Não se esqueçam dos pobres”. Para ninguém esquecer mesmo, ele até criou o dia do pobre, que ocorre nesse mês de novembro. O 5º dia mundial do pobre vai acontecer no próximo dia 14 de novembro, com o tema «Sempre tereis pobres entre vós» (Mc 14, 7).

Guardando a mensagem

Jesus notou, naquela refeição na casa do fariseu, que os convidados eram os irmãos e parentes do dono da casa, seus amigos e vizinhos ricos. Isso mostra uma mentalidade: a comemoração do seu próprio status, a bajulação dos privilegiados, a exclusão social. É o espírito do mundo. O espírito do Reino é outro: a busca de inclusão dos pobres, dos mais sofridos, a valorização dos pequenos.

Quando deres uma festa, convida os pobres, os aleijados, os coxos, os cegos (Lc 14, 13)

Rezando a palavra

Senhor Jesus,
A refeição, que é um ato sagrado para o teu povo, foi palco de belos ensinamentos de tua parte. Obrigado, Senhor. Concede-nos que nossas mesas sejam lugares de fraternidade, de diálogo, de inclusão, onde se manifeste o espírito do Reino, não o espírito do mundo. Concede que nossas refeições em família preparem a sagrada refeição da Eucaristia, mesa da comunhão e da unidade. Seja bendito o teu santo nome, hoje e sempre. Amém.

Vivendo a palavra

No seu caderno espiritual, comente essa palavra de Jesus que meditamos (Lc 14, 13).

Amanhã, no meu canal do Youtube, um encontro especial para rezar pelos falecidos, às 20 horas.  

Pe. João Carlos Ribeiro, sdb

9 comentários:

  1. As pessoas tem que ser compreensiveis, umas com as outras. Família é a base de tudo em uma casa. Ela tem que permanecer unida.

    ResponderExcluir
  2. Amém padre João Carlos bom dia obrigada pelas suas palavras tão lindas. que Deus nosso senhor Jesus Cristo nos abençoe e livre nos de todo mal. que nós sejamos mais solidários com os mais pobres.

    ResponderExcluir
  3. Era só isso?Fazer uma festa oferecer comidas,dignidade,aos famintos físicos?Sabemos que o conceito de pobre vai além do fato corriqueiro comum na sociedade classista,existem pessoas ricas financeiramente,mas vazio na simplicidade,pureza não aderem aos privilégios,esses também pertencem a Jesus,são os escolhidos,pois Ele sendo Rico se esvaziou de todo, mostrando qual probeza está no evangelho chamando atenção nas trocas de favores sócias,isso não está nas ações da Cristandade,tudo entre o reino deve ser espontâneo, exemplificado os mais frágios socialmente que sentem as dores das desigualdades,fugindo literalmente da humanização.Que aprendamos abrir mão das regalias em favor do bem comum olhando as práticas de Jesus.

    ResponderExcluir
  4. Padre João Carlos uma começo de semana abençoado e iluminado, e um mês que se inicia traga muitas alegrias realizações e paz que papai do céu te proteja sempre e nossa senhora auxiliadora envolve o senhor no seu caminho.🙏🤦😇🌟🌟🌟🌹
    Jesus falou do amor fraternal,para a realidade da fé cristã,se amassem mutuamente, não apenas entre família e amigos,mas para com desconhecidos e seus inimigos.
    Se amardes os que vos amam, que recompensa tendes .
    Bom começo de semana e um mês que inicia abençoado para todos.
    🙏🙋😍🌹💕

    ResponderExcluir
  5. Hoje,a minha oração pessoal veio recheado do evangelho,inclusive essa passagem: Pobres sempre tereis entre vós.Me fez ir pro cantinho do pensamento e colocar no meu diário espiritual.🌠✝📑🌺💫🌾🎼

    ResponderExcluir
  6. Bom dia Padre João Carlos, suas bênçãos e obrigado pelas palavras recebidas e cantadas e estaremos em Oração para o Amor na Caridade e que Jesus nos ilumine com a sua Misericórdia. Salve Maria 🙏

    ResponderExcluir
  7. Boa tarde Padre João Carlos. Deus lhe abençoe e lhe dê Saúde e lhe dê saúde e paz.
    NÃO SE ESQUEÇA DOS POBRES.
    Não nos esqueçamos dos pobres e fragilizados. Sejamos solidários e fraternos. É o dever do bom cristão...
    Desejo um mês de novembro abençoado com as graças de Deus para Padre João Carlos e toda equipe da AMA.
    Uma excelente semana com saúde e paz à todos..
    Ester de Campinas São Paulo.

    ResponderExcluir
  8. Deus, Pai de bondade e misericórdia, eu LHE agradeço pela vida de todos os santos e santas. Todavia, me ensine colocar os meus dons a serviço da comunidade. Me ensine viver a minha vocação. Me ensine ser obediente. Me ensine seguir o caminho da sabedoria e da ciência. Me ensine ter bons e santos pensamentos. Me ensine dá bons conselhos. Me ensine glorificá-Lo. Me ensine servir os pobres, os aleijados, os coxos e os cegos. Isso eu LHE peço por Cristo Nosso Senhor. Amém.

    ResponderExcluir
  9. Bem-aventurado é aquele que atende ao pobre; o SENHOR o livrará no dia do mal.
    O Senhor o livrará, e o conservará em vida; será abençoado na terra, e tu não o entregarás à vontade de seus inimigos.
    O Senhor o sustentará no leito da enfermidade; tu o restaurarás da sua cama de doença.

    Salmos 41:1-3

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião.
Desejando comunicar-se em particular com o Pe. João Carlos, use esse email: padrejcarlos@gmail.com ou o whatsapp 81 9.9964-4899.

Postagem em destaque

OS PARENTES DE JESUS

22 de janeiro de 2022 EVANGELHO Mc 3,20-21 Naquele tempo, 20Jesus voltou para casa com os discípulos. E de novo se reuniu tanta gente que el...

POSTAGENS MAIS VISTAS