23 fevereiro 2020

NÃO ALIMENTAR A VIOLÊNCIA

Se alguém te dá um tapa na face direita, oferece-lhe também a esquerda! (Mt 5, 39)

23 de fevereiro de 2020



Toda a história do antigo povo de Deus, suas leis, suas normas de comportamento, com a vinda de Jesus tudo ganhou mais luz, mais perfeição. No Sermão da Montanha, Jesus, como um novo Moisés, comunica a Lei ao seu povo. Ele não veio para acabar com a Lei antiga, mas para levá-la à perfeição, para aprimorá-la. A lei do Reino de Deus pauta-se pela misericórdia, pelo amor. 

No texto de hoje, ele corrige a Lei do Talião. A Lei do Talião, como está no Livro do Levítico, já era um grande avanço, porque disciplinava a reação às agressões. Não permitia o excesso. Era o mínimo de qualquer povo civilizado. Está escrito no Livro do Levítico: vida por vida, fratura por fratura, olho por olho, dente por dente. O dano que causar a alguém será a sua paga, na mesma moeda, na mesma medida. Bateu, levou. Matou, morreu. É o nível humano, disciplinando a vingança, para a vingança não sair maior do que a ofensa. Essa legislação foi já um grande avanço para o povo do Antigo Testamento. 

Com Jesus, o homem redimido pela graça pode fazer muito mais do que isso. Pode reagir com maior controle, com mais caridade, pode vencer, em si próprio, a raiva, o ódio, o desejo de vingança. O homem renascido pela graça pode ser mais generoso, como Deus foi para com ele; ser misericordioso, como Deus foi com ele. Pode, na graça de Deus que o regenerou, oferecer o perdão, em vez da vingança. 

Olha o que Jesus disse: “Não enfrentem quem é malvado”. Rebater à violência com a violência é alimentar a espiral suicida da violência. A lei de Moisés impunha um controle sobre a medida da vingança, para ninguém se exceder fora da conta. Com Moisés, quem foi ofendido tem o direito de responder com a mesma moeda. Não mais. Com Jesus, nem isso. Quem foi ofendido, não se vinga de jeito nenhum. Não responde com a mesma moeda. Não parte para a violência. Nada de "olho por olho, dente por dente". Não só não parte para a violência, mas procura ser humilde e generoso para restabelecer a fraternidade. Não somente não se vinga, mas também não fecha as portas para o agressor. Assim, até se arrisca a receber outra pancada, outra traição, outra ofensa. "Se alguém te dá um tapa na face direita, oferece-lhe também a esquerda!". Fácil, não é. 

Guardando a mensagem 

Oferecer a face esquerda ao agressor. Foi Jesus mesmo que em primeiro lugar realizou isso. Sua cruz foi isso! Nós o esbofeteamos, mas ele pediu ao Pai que nos perdoasse. Nós o crucificamos e, no entanto, ele nos reconciliou com Deus. O mandamento dele é ‘vingança não’ (aquele negócio de olho por olho) e nem voltar as costas a quem nos ofende. Agora a nova lei nos manda ser fraternos a toda prova. Nada de vingança. Nada de reações violentas. Permanecer desarmado, enfrentando a ofensa dos irmãos com humildade e pronto para o perdão. Não alimentar a violência.

Se alguém te dá um tapa na face direita, oferece-lhe também a esquerda! (Mt 5, 39) 

Rezando a palavra 

Senhor Jesus, 

Hoje, estás nos ensinando a agir com mansidão, não com violência. Deste o exemplo: ferido e violentado pelos soldados de Pilatos, te comportaste como um cordeiro levado ao matadouro. Ó Jesus, manso e humilde de coração, faz o nosso coração semelhante ao teu. Dá-nos vencer a espiral da violência, quebrando a resposta violenta que só a alimenta. Ensina-nos, Senhor, a não queremos fazer justiça com as nossas próprias mãos.  Sustenta-nos com os dons da fortaleza e da não-violência. Tu és, Senhor, o nosso modelo de vida, o nosso Mestre. Abençoa, Senhor, nossas famílias, ajudando-nos a não embarcar no clima de desrespeito e violência que o carnaval estimula. Seja honesta a nossa diversão, verdadeira a nossa alegria. Seja bendito o teu santo nome, hoje e sempre. Amém. 

Vivendo a palavra 

Nesse assunto da paciência, da disposição para a reconciliação, da mansidão, há alguma coisa a consertar na sua vida? Se puder, escreva alguma coisa sobre isso no seu diário espiritual (ou no seu caderno de anotações). 

23 de fevereiro de 2020

Pe. João Carlos Ribeiro

8 comentários:

  1. Padre João Carlos,muito obrigada por esta meditação enviada o sr. nem imagina o quanto me aquece o coração através dela, pois tem dias que é preciso perseverá muito na caminhada, e crer cada dia mais no amor de DEUS por nós. tenha um abençoado domingo com todos seus familiares. BOM DIA!!!! na paz do SENHOR.

    ResponderExcluir
  2. José Lúcio23/2/20 10:17

    Paciência é "P" de Paz e "Ciência" de Sabedoria.Paciência é saber viver em Paz.

    ResponderExcluir
  3. E verdade temos que obedecer e usar a paciência e também o silêcio de Deus porque com paciência sabedoria , e silêncio , resolvemos muitas coisa Deus nos da paciência, e paciência , e nos protege pra um bom silêncio de SABEDORIA...

    ResponderExcluir
  4. Bom dia Padre João Carlos. Que a paz e a felicidade façam parte do seu dia!!! Agradeço a MEDITAÇÃO e a REFLEXÃO a mim enviadas. Se alguém te dá um tapa na face direita, oferece-lhe também a esquerda! ( Mt 5, 39) SENHOR JESUS, Hoje, estás nos ensinando a agir com mansidão, não com violência. Ó JESUS, manso e humilde de coração fazei o nosso coração semelhante ao vosso. Tu és, SENHOR, o nosso modelo de vida... SENHOR, derrama tuas bênçãos sobre Padre João Carlos e toda equipe da AMA. Desejo um domingo muito feliz para todos... Campinas São Paulo

    ResponderExcluir
  5. Jesus manso e humilde de coração, fazei do meu coração semelhante ao vosso.

    ResponderExcluir
  6. Maria Emília Jesus que lição! nos dá mamar nossos inimigos. eu peço senhor que eu o desapego,do egoísmo.

    ResponderExcluir
  7. Ó Deus, Pai de bondade, eu LHE agradeço por mais um domingo. No entanto, me ensine ser perfeito, generoso, justo e santo. Me ensine tirar do coração o ódio, a vingança e o rancor. Me ensine amar o próximo. Me ensine ser VOSSO santuário. Me ensine ser sábio de verdade. Me ensine ter bons e santos pensamentos. Me ensine ser do meu REDENTOR. Me ensine ser VOSSO discípulo missionário. Me ensine perdoar com sinceridade. Me ensine amar os meus inimigos e rezar por aqueles que me perseguem. Isso eu LHE peço pela intercessão de Jesus Cristo, VOSSO querido filho e meu amado SALVADOR. Amém.

    ResponderExcluir
  8. Boa noite Padre João Carlos, e obrigado pelas meditações. Jesus te abençoe e te proteja. 🙌🙌🤗

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião.
Desejando comunicar-se em particular com o Pe. João Carlos, use esse email: padrejcarlos@hotmail.com ou o whatsapp 81 9.9964-4899.