26 julho 2017

PARÁBOLAS, POR QUÊ?

Os discípulos aproximaram-se e disseram a Jesus: Por que tu falas ao povo em parábolas? (Mt 13, 10).
Boa pergunta. Por que Jesus falava em parábolas? Ele gostava de contar histórias, construía cenas envolvendo temas do cotidiano, personagens e situações da vida da população. Quem não gosta de ouvir histórias? Contou que um filho saiu de casa e um dia voltou arrependido, que história bonita! E aquela história da ovelhinha que se perdeu... e tantas outras parábolas, comparações, alegorias.
Certamente, Jesus falava em parábolas para que as pessoas compreendessem mais facilmente o que ele anunciava. E ele anunciava o Reino de Deus. Dizia que o Reino estava próximo, que nele se entrava pela conversão. Dizia que Deus reina no seu amor de Pai e que tinha sido enviado pelo Pai para ser o nosso caminho.  As parábolas falam disso... Muito se aprende com uma parábola.   As pessoas escutavam as parábolas de Jesus e tiravam suas conclusões. Ao invés de fazer um discurso teológico sobre o Reino de Deus, com muitas explicações ou citações, Jesus contava parábolas, fazia comparações... O Reino de Deus é como um semeador que saiu a semear... O Reino é como uma rede de pescar... É como a mulher que procura a moeda que se perdeu... Falar em parábolas é uma bela forma de comunicação.
Agora, a resposta que Jesus deu parece um pouco estranha. A pergunta era por que ele falava em parábolas. E ele disse: “Porque a vocês foi dado o conhecimento dos mistérios do Reino dos Céus, mas a eles não é dado”. Como assim, a eles não é dado? O Profeta Isaías tinha falado uma coisa parecida a respeito de muitos que fecharam o coração à comunicação de Deus. Isaías disse:  “Eles ouviram com má vontade e fecharam seus olhos para não ver ”. A verdade é essa: a elite social e religiosa de Israel não acolheu Jesus.  Fechou o coração para ele e assim nenhuma palavra sua era bem recebida. Essas pessoas julgavam-se muito estudadas e conhecedoras das coisas de Deus. Você lembra que Jesus rezou dando graças a Deus porque revelou as coisas do Reino aos pequenos e as escondeu aos sábios e entendidos?
No fundo, o Reino é uma revelação de Deus, e ele a comunica a quem ele quer. Foi o que Jesus falou a Pedro: ‘Feliz és tu, Simão, filho de Jonas, porque não foi a carne e o sangue que te revelaram isso, mas o meu Pai que está nos céus”. Deus escolheu os pequenos para revelar o Reino.
Vamos guardar a mensagem de hoje
Jesus falava em parábolas. Com as parábolas, ele comunica profundas verdades do Reino de Deus. Essa comunicação chega bem ao coração dos simples e das pessoas que se abrem à revelação de Deus. As parábolas continuam a ser entendidas pelos que têm um coração de pobre, pelos pequenos.  Os grandes e sábios aos olhos do mundo não acolhem a Palavra de Jesus e a sua liderança. Quem rejeita Jesus, rejeita a revelação de Deus, não tem como entender suas parábolas.
Os discípulos aproximaram-se e disseram a Jesus: Por que tu falas ao povo em parábolas? (Mt 13, 10).
Vamos acolher a Palavra com a prece
Senhor Jesus,
Que os nossos olhos vejam a beleza de tua presença entre nós, atualizada por meio do teu Santo Espírito. Que nossos ouvidos, ouvindo tuas parábolas, nos abram ao conhecimento do Reino de Deus. Continua,  Senhor, a nos instruir, nos ensinar, a nos introduzir nos mistérios da salvação, por meio de tuas parábolas. Que venha a nós o teu Santo Reino, Senhor.  Amém.

Pe. João Carlos Ribeiro - 26.07.2017