Meditação da Palavra

11 dezembro 2012

A escola de Maria

A devoção a Nossa Senhora é, na verdade, uma grande escola, um espaço de aprendizagem dos discípulos de Jesus. Ao incentivar a devoção a N. Senhora, a Igreja está nos ensinando, em primeiro lugar, que Deus nos ama muito. Apontando para Maria, ela está nos dizendo:  "Vejam como Deus nos ama". Para conhecer o amor de Deus é só olhar para a Virgem. Deus a libertou do pecado original, preservando-a dessa mancha comum aos filhos de Eva. Deus a cumulou de sua graça, ela é a "cheia da graça" do Senhor. Deus lhe deu uma missão: ser a mãe do seu filho amado, o Salvador. O Senhor lhe concedeu participar de sua felicidade por toda a eternidade, antecipando a sua entrada de corpo e alma no céu. Observando como Deus amou Maria, aprendemos como ele nos ama. Deus nos liberta do pecado original, apagando-o pelo batismo. Deus nos cumula de sua graça, pelo dom de sua Palavra e do seu Espírito. Deus nos dá uma missão, como colaboradores na missão do seu filho amado. O Senhor nos concede participar de sua felicidade, e nos ressuscitará para que estejamos ao lado de Jesus também com o nosso corpo na eternidade. A Igreja nos aponta Maria: "Vejam como Deus nos ama!".

E olhando para Maria,  aprendemos outra coisa maravilhosa: como alguém pode amar a Deus. É o que a Igreja nos ensina apontando para ela: Vejam como alguém pode amar a Deus. Em resposta ao amor de Deus manifestado em sua vida, Maria acolheu o amor de Deus com gratidão e reconhecimento: "O Senhor fez em mim maravilhas". Maria entregou-se completamente nas mãos de Deus: "Eis aqui a serva do Senhor". Maria fez da vontade de Deus o grande objetivo de sua vida: "Faça-se em mim segundo a tua palavra". Ela assumiu sua missão com dedicação e perseverança, especialmente nas horas mais difíceis: "uma espada de dor traspassará o teu coração". Vejam como podemos amar a Deus. Agindo como Maria. Acolhendo com gratidão o amor de Deus. Colocando-nos inteiramente no caminho de Jesus, como seus seguidores. Realizando a vontade de Deus em nossas vidas. Enfrentando o caminho de Jesus, com perseverança nas dificuldades. Apontando para Maria, podemos dizer: Vejam como podemos amar a Deus.

A devoção a Nossa Senhora é mesmo uma escola. Com ela aprendemos o quanto Deus nos ama e como podemos corresponder a esse amor. Mas também com ela aprendemos como amar os nossos irmãos. A Igreja nos aponta Maria e nos diz: "Vejam como alguém pode amar seus irmãos". De fato, mal soube que sua prima idosa Izabel estava grávida, ela viajou para colocar-se a serviço dela. Foi uma pessoa disponível e solidária com os outros. Em Caná, ela se preocupou com a vergonha que os noivos iriam passar: "eles não têm mais vinho" e cuidou de ajudá-los falando com Jesus. Maria foi uma pessoa preocupada e comprometida com o bem dos outros. Imitou seu filho no perdão às ofensas: estava aos pés da cruz quando Jesus mesmo pediu a Deus que perdoasse aquela gente, pois não sabiam o que estavam fazendo. Como amar os irmãos? É só olhar para Maria. E ser como ela, disponíveis, solidários, comprometidos com o bem comum, capazes de perdoar as ofensas e de viver em comunhão.

Veja lá se sua devoção a Nossa Senhora está levando você a viver intensamente o amor de Deus, a amá-lo de todo o coração. Pergunte-se também se tem aumentado o seu amor pelos irmãos. Se alguém lhe perguntar o que você está vendo em Maria, pode dizer sem medo: Vejo nela como Deus me ama. Vejo como eu posso amar a Deus. Vejo ainda como posso amar os meus irmãos.

Pe. João Carlos Ribeiro