PE. JOÃO CARLOS - BLOG DA MEDITAÇÃO DA PALAVRA: Não esqueça o seu irmão à porta

Não esqueça o seu irmão à porta



25 de setembro de 2022

26º Domingo do Tempo Comum

Dia Nacional da Bíblia


EVANGELHO 

Lc 16,19-31

Naquele tempo, Jesus disse aos fariseus: 19“Havia um homem rico, que se vestia com roupas finas e elegantes e fazia festas esplêndidas todos os dias.
20Um pobre, chamado Lázaro, cheio de feridas, estava no chão, à porta do rico. 21Ele queria matar a fome com as sobras que caíam da mesa do rico. E, além disso, vinham os cachorros lamber suas feridas.
22Quando o pobre morreu, os anjos levaram-no para junto de Abraão. Morreu também o rico e foi enterrado.
23Na região dos mortos, no meio dos tormentos, o rico levantou os olhos e viu de longe a Abraão, com Lázaro ao seu lado.
24Então gritou: ‘Pai Abraão, tem piedade de mim! Manda Lázaro molhar a ponta do dedo para me refrescar a língua, porque sofro muito nestas chamas’.
25Mas Abraão respondeu: ‘Filho, lembra-te que tu recebeste teus bens durante a vida e Lázaro, por sua vez, os males. Agora, porém, ele encontra aqui consolo e tu és atormentado.26E, além disso, há um grande abismo entre nós; por mais que alguém desejasse, não poderia passar daqui para junto de vós, e nem os daí poderiam atravessar até nós’.
27O rico insistiu: ‘Pai, eu te suplico, manda Lázaro à casa do meu pai, 28porque eu tenho cinco irmãos. Manda preveni-los, para que não venham também eles para este lugar de tormento’.
29Mas Abraão respondeu: ‘Eles têm Moisés e os Profetas, que os escutem!’
30 O rico insistiu: ‘Não, Pai Abraão, mas se um dos mortos for até eles, certamente vão se converter’.
31Mas Abraão lhe disse: ‘Se não escutam a Moisés, nem aos Profetas, eles não acreditarão, mesmo que alguém ressuscite dos mortos’”.



MEDITAÇÃO


Havia um homem rico que se vestia com roupas finas e elegantes e fazia festas esplêndidas todos os dias (Lc 16,19).

Por que o rico se deu mal? Porque não se incomodou com a miséria do seu irmão. Não se assuste, por favor. É o recado das leituras bíblicas deste domingo. O rico se deu mal porque não se incomodou com a miséria do seu irmão. Não porque era rico, mas porque a sua condição social e financeira fechou o seu coração para o pobre, seu irmão.

Jesus contou uma história chocante. Um rico, elegantemente vestido e rodeado de amigos do seu nível, vivia de festas e comilanças. Na sua porta, havia um miserável coberto de feridas, sentado no chão. Da mesa do rico, nunca chegou uma sobrinha de comida para aquele faminto, de nome Lázaro. A vida foi assim. O rico em seus banquetes, todo dia. O pobre com seu cachorro, no abandono da fome e da doença. Morreram os dois. Lázaro foi para o céu. O rico para o inferno. Das profundezas, o rico avistou Lázaro ao lado de Abraão. E gritou pedindo ajuda. Queria que Lázaro levasse um pouco d’água para refrescá-lo naquelas chamas. Queria que Lázaro avisasse seus cinco irmãos para não fazerem como ele e terminarem naquele lugar tão triste. Os pedidos foram negados. E Abraão explicou o porquê: o abismo é grande demais, não dá para passar; os seus irmãos devem escutar a pregação dos profetas.

Esse é o tipo do evangelho que muita gente não quer nem ouvir. Claro, nele Jesus faz uma denúncia muito séria sobre o perigo da riqueza seduzir de tal modo uma pessoa ou uma classe social que leve essa pessoa a se esquecer dos seus irmãos desempregados, subnutridos, enfermos nos corredores dos hospitais. Muita gente preferia que Jesus não tratasse desses assuntos. Falasse do Reino dos céus e se esquecesse dos problemas aqui de baixo, ora essa. Mas, Jesus fez o contrário: desceu do céu e veio para a terra, assumindo nossa condição humana. É aqui que está faltando fraternidade. É aqui que está sobrando injustiça. E a sua palavra nos convoca a todos à conversão, à mudança de vida.

Há uma palavra que define essa situação abordada pelo evangelho de hoje: i-n-d-i-f-e-r-e-n-ç-a. Pela indiferença, nos acostumamos com o sofrimento e a miséria da maioria. Não nos preocupam mais a fome, a violência, a perda de direitos. Quem está numa situação melhor, fecha-se no seu mundo e se esquece do seu irmão que continua sentado e faminto à sua porta. No evangelho não se diz que o rico tenha maltratado o pobre ou o enxotado da porta de casa ou chamado a polícia para tirá-lo dali. Nada disso. Ele simplesmente o ignorou, não partilhou com ele suas abundantes iguarias, não o incluiu de alguma forma na sua vida. Indiferença!

A profecia de Amós, lida hoje, vai na mesma linha: ‘Ai dos que vivem bem e não se preocupam com a miséria dos seus irmãos’. O profeta se refere às classes dirigentes do seu tempo que, apesar de viverem na abundância, terminaram na primeira fila dos exilados, quando os assírios impuseram uma penosa derrota ao país. O Salmo 145, rezado hoje, traça um belo perfil de Deus que ama os pobres. O Senhor nosso Deus faz justiça aos oprimidos, sacia os famintos, protege o migrante, ampara a viúva e o órfão. É um convite para honrarmos o Senhor, imitando-o no seu amor pelos pequenos.




Guardando a mensagem

O rico se deu mal porque ignorou a miséria de Lázaro, porque viveu em completa indiferença ao sofrimento do seu irmão. Por falar em irmão, ele disse que tinha cinco irmãos. O número perfeito é sete. Então, para a conta ser mesmo certa, seu pai não teria tido apenas seis filhos: ele e seus cinco irmãos. Faltava um, faltava o sétimo. Claro, é o que estava sentado à sua porta. O irmão que ele não reconheceu, não amou, não acudiu é Lázaro. Todo ser humano é nosso irmão. Não esqueçamos os pobres. Não deixemos que os bens deste mundo nos fechem o coração para os desempregados, os doentes, os famintos, os sem teto.

Havia um homem rico que se vestia com roupas finas e elegantes e fazia festas esplêndidas todos os dias (Lc 16,19).

Rezando a palavra

Senhor Jesus,
Que belas as palavras do Salmo 145: “O Senhor é fiel para sempre, faz justiça aos oprimidos, dá alimento aos famintos. É o Senhor quem liberta os cativos. Ele ampara a viúva e o órfão, mas confunde os caminhos dos maus”. Esse é o nosso modelo, o Deus que ergue os caídos. Senhor, queremos tomar para nós o conselho do apóstolo Paulo a Timóteo: “Tu que és um homem de Deus, foge das coisas perversas, procura a justiça, a piedade, a fé, o amor, a firmeza, a mansidão”. Esse é o caminho que queremos seguir, Senhor, o da fraternidade e da justiça. Seja bendito o teu santo nome, hoje e sempre. Amém.


Vivendo a palavra

Hoje, ao ouvir ou ler alguma notícia nos jornais ou em outros meios de comunicação, tente olhar a mesma notícia do ponto de vista de quem está à margem, dos excluídos da mesa farta, dos Lázaros de hoje. Jesus nos pede uma nova atitude, uma nova mentalidade. Não se trata de uma cesta básica, apenas. Trata-se de vencer a indiferença pela inclusão, pela justiça, pelo reconhecimento do seu irmão.

Pe. João Carlos Ribeiro, sdb

18 comentários:

  1. Bom dia padre João Carlos que o nosso domingo seja muito abençoado que as nossas vidas sejam iluminadas tendo sempre compaixão e amor ao próximo.

    ResponderExcluir
  2. Bom dia pe João, suas meditações sempre muito bem vindas. Bom dia do Senhor.

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Padre João que podemos olhar mais para os desamparados e injustiçados pois somos filhos do mesmo Pai amém

    ResponderExcluir
  4. Muito bom! Que Deus te abençoe e te livre de todas as tentações!

    ResponderExcluir
  5. Bom dia Padre João Carlos Deus ti abençoe é ti ilumine agostei muito da mensagem um bom Dormigo fique com Deus 🙏

    ResponderExcluir
  6. Bom dia! Padre João Carlos obrigada pelo a meditação

    ResponderExcluir
  7. Bom dia padre João Carlos sua benção. Meu e leonice Souza Jaboatão do Guararapes pe este evangelho de hoje eu entendi que nós temos que seguir o mesmo caminho de de Jesus Cristo amor oproxino como a nós mesmos mão importante se é família ou mão não pode excluir os irmãos seja quei for amém amém leonice Souza

    ResponderExcluir
  8. Leonice Souza bom dia padre João Carlos tenha um ótimo domingo para o senhor eque Deus te abençoe e te protejam amém amém leonice Souza

    ResponderExcluir
  9. Sim !!! só na Fraternidade de caritas DEUSCONDUZ 🙏💞 AMOR por princípio,ordem por base, progresso por fim ‼ Glória à DEUS 💙

    ResponderExcluir
  10. Bom dia Padre João!
    Quero sempre olhar e ajudar o meu irmão. Não só rezar por ele mas estar com ele. Amém.

    ResponderExcluir
  11. Palavras da Salvação Glória a vós Senhor

    ResponderExcluir
  12. Bom dia Padre, não seria mas proveitoso orientar e dar condições aos menos favorecidos a estudar e trabalhar. Com estudo e trabalho, até dando apoio a empresários para dar chance a aos que nunca trabalharam, como os recém formados? Eu procuro fazer a minha parte. Na minha Paróquia, tem muito apoio a crianças de famílias menos favorecidos pra estudarem. Oitenta crianças são assistidas com almoço lanche e ensinando os deveres de casa. Essas não vão pedir esmolas. O Vaticano que é tão rico, não deveria apoiar mais essas ações?

    ResponderExcluir
  13. Senhor passa a frete na vida da minha filha ela está gravida nesse momento. Senhor que cuide da gravidez e do filho que vai nascer.Que o parto corre bem ,e a criaça nasce saúdavél

    ResponderExcluir
  14. Adriano Amaral25/9/22 14:27

    Lindas palavras,que Deus continue abençoando a cada um de nós 🙏

    ResponderExcluir
  15. Não investiu na sua vida plena e abundante: excesso e desperdício; individualismo, mazela e ostentação. Maldade secular. É o abismo que nos separa do sétimo irmão (Perfeição de Deus). Está escrito no livro Sagrado: a casa do pobre é o pasto dos ricos. Meu Senhor e meu Deus, misericórdia. Livra-nos do mal! Sua benção Padre. Amém.

    ResponderExcluir
  16. Deus da vida, eu LHE agradeço por ser cristão. No entanto, me ajude fugir do pecado e das coisas perversas. Me ajude servir os mais sofridos. Me ajude seguir o caminho da conversão, da caridade, da partilha, da oração, da verdade, da justiça, da piedade, da fé, da firmeza e da mansidão. Me ajude alcançar a vida eterna. Me ajude ser íntegro. Me ajude bendizê-Lo e honrá-Lo. Me ajude vencer o sofrimento. Me ajude escutar, aprender, viver e ensinar a VOSSA palavra. Isso eu LHE peço por Cristo Nosso Senhor. Amém.

    ResponderExcluir
  17. Glória a Vós Senhor!
    O sentido da nossa vida é tão simples, o que plantamos é o que iremos colher, a Palavra de DEUS nos instrue o que é certo e o que é errado, hoje o Evangelho nos mostra a escatologia ou depois da morte terrestre, do nosso destino, o Céu ou o inferno. Em todos os momentos também nos orienta, que devemos escolher ser do bem sendo cada vez mais e mais puros, mansos e humildes de coração como Jesus foi e é.
    Sabemos que a salvação depende unicamente de cada um, através da Graça de DEUS. Mas, se mesmo assim escolhemos o contrário permanecer no mau com certeza iremos para o fogo ardente, conforme a parábola do rico, um lugar onde ninguém poderá nos ajudar.
    Quantos profetas existem nas nossas vidas para nos orientar no caminho de DEUS, precisamos em tempo nos desgarrar das coisas mundanas e nos dedicar mais as coisas do alto, porque por nós mesmos não teremos como acrescentar tempo nenhum, nem um segundo a mais, e aqueles que viveram e já se foram não podem nos passar as experiências do certo ou errado, pois já cumpriram os seus destinos e não voltarão.
    Jesus nos afirma também no Salmo 49 dizendo:
    A todo homem que procede retamente, eu mostrarei a salvação que vem de DEUS,.

    ResponderExcluir
  18. O evangelho de hoje é muito forte, que a palavra chegue a tempo nos corações daqueles que não tem tempo nem pra ouvir o seu irmão.Glória Deus por tudo que está acontecendo em minha vida depois que comecei ler o evangelho todos os dias! Bendito Seja Deus nos reuniu no amor de Cristo!

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião.
Desejando comunicar-se em particular com o Pe. João Carlos, use esse email: padrejcarlos@gmail.com ou o whatsapp 81 9.9964-4899.

Postagem em destaque

A sua e nossa missão.

  03 de dezembro de 2022 Sábado da 1ª Semana do Advento Memória de São Francisco Xavier EVANGELHO Mt 9,35 –10,1.6-8 Naquele tempo, 35Jesus p...

POSTAGENS MAIS VISTAS