26 abril 2020

OS DISCÍPULOS DE EMAÚS



Não estava ardendo o nosso coração quando ele nos falava pelo caminho e nos explicava as Escrituras? (Lc 24, 32)

26 de abril de 2020

E chegamos ao terceiro Domingo da Páscoa. No dia do Senhor, fazemos memória de sua vitória sobre a morte e sobre todas as forças que se opõem ao bem, à justiça, à verdade. Na vitória de Jesus, reconhecemos a nossa vitória também. Nós ressuscitamos com ele. Sua morte nos trouxe a reconciliação com Deus. Vida nova pra nós, também. 

Mas, tem uma coisa triste, nessa história. Bom, primeiro na nossa história, pois estamos no meio de um momento muito difícil, que nos fala mais da morte do que da vida. Muita gente está triste. Estamos todos um tanto desorientados. Estamos meio cegos. Nesse clima, a ressurreição de Jesus... bom, não estamos vendo bem. No evangelho de hoje, também estão dois discípulos tristes, voltando pra casa, bem desanimados. Eles também estão meio cegos. 

Lucas, capítulo 24. Dois discípulos, passados os três dias do sepultamento, estão voltando pra casa. Os dois vão conversando pelo caminho, na maior tristeza. Eles estão tão cegos que não reconhecem Jesus ressuscitado que caminha e conversa com eles. Esse peregrino pergunta o que estava acontecendo. Eles contam o que tinha acontecido com Jesus de Nazaré em Jerusalém, sua prisão, morte de cruz e sepultamento. E o peregrino vai explicando como, nas Escrituras, estava claro que o Messias iria sofrer muito. Chegam ao seu povoado de Emaús e eles oferecem hospedagem ao peregrino. Como estava ficando tarde, eles acharam mais seguro que ele dormisse por ali mesmo. Na hora do jantar, o hóspede toma o pão e faz os mesmos gestos da multiplicação dos pães e da última ceia. É aí que seus olhos se abrem. Eles o reconhecem. O peregrino é Jesus e ele está ali, vivo, ressuscitado. Aí eles retornam à Jerusalém, de onde tinham vindo. Reencontram a comunidade dos discípulos e discípulas. Contam o que tinha acontecido e ficam sabendo que Jesus tinha aparecido também a Pedro. Estava todo mundo contente, muito feliz mesmo.

Você viu? Os dois estavam como cegos. Eles ficaram desencantados com a morte e o sepultamento de Jesus. Naquele domingo (o mesmo da ressurreição), eles largaram a comunidade e voltaram pra casa. E nem reconheceram Jesus, o peregrino que andara com eles pelo caminho. Mas, chegou uma hora em que eles o viram claramente. E voltaram para a comunidade, com o maravilhoso testemunho de que Jesus está vivo, ressuscitado. Eles o encontraram no caminho. 

Podemos perceber cinco passos ou etapas nesse caminho de superação da cegueira. Jesus perguntou o que estava acontecendo. Eles contaram tudo o que aconteceu com Jesus, tim-tim por tim-tim. É o passo da ATENÇÃO À REALIDADE, o primeiro passo. Partir do que lhe está acontecendo. É a sua história, os acontecimentos, o que está lhe causando apreensão neste momento. 

Jesus saiu explicando como nas Escrituras aparecia o projeto de Deus de um messias-servo. O coração deles ardia, nesse momento. É o passo da ILUMINAÇÃO DA PALAVRA DE DEUS, o segundo passo. Não basta saber o que está acontecendo, é preciso acolher o que Deus nos revela, como o projeto de Deus vai se realizando em nossa história.    

Quando chegaram ao povoado, estava já tarde, eles o acolheram em casa. Puseram em prática o ensinamento de Jesus: “Eu era peregrino e vocês me acolheram”. Este é o terceiro passo do caminho: a VIVÊNCIA DA CARIDADE, amar como Jesus amou. Não dá pra chorar na crucificação de Jesus e não sentir a dor do irmão que caminha ao seu lado. A caridade tem nome nessa pandemia: solidariedade, responsabilidade com a saúde e a fome dos outros. 

Em casa, chegou a hora de se sentarem ao redor da mesa para o jantar. Jesus fez igualzinho como na ceia de páscoa (a última ceia): tomou o pão, deu graças, partiu e o entregou a eles. É a CELEBRAÇÃO DA EUCARISTIA, o quarto passo. Na Santa Missa, como chamamos a Eucaristia, fazemos memória da morte e ressurreição do Senhor Jesus. Nós experimentamos a sua presença na comunidade, na palavra e no pão, fortalecendo nossa comunhão com ele e com os irmãos. De maneira especial, sua presença é real no sacramento do pão e do vinho. Foi nesse momento que seus olhos se abriram. Experimentaram claramente que o crucificado está vivo e vitorioso. 

Naquela mesma noite, eles voltaram para Jerusalém, para a comunidade. Lá receberam o testemunho de que o Senhor tinha aparecido a Simão e deram o testemunho de que o encontraram no caminho. É o passo da PARTICIPAÇÃO NA COMUNIDADE, o quinto passo. Conhecer, crer, amar, celebrar e integrar-se à comunidade cristã. 

Não estava ardendo o nosso coração quando ele nos falava pelo caminho e nos explicava as Escrituras? (Lc 24, 32)

Rezando a palavra

Senhor Jesus,
neste terceiro domingo da páscoa, ainda em quarentena, não estamos conseguindo vibrar com a alegria deste tempo de páscoa. Mas, sabemos, Senhor, na tua ressurreição, Deus está fazendo novas todas as coisas. Senhor, cura as nossas cegueiras. Caminha conosco, por meio de teus catequistas e evangelizadores, nos ajudando a compreender as Escrituras e crer em ti. Que eles nos ajudem a amar e servir os sofredores, com quem foste solidário até à morte de cruz. Que pela participação na Santa Missa, através dos meios de comunicação, renovemos a nossa comunhão contigo e com os irmãos de nossas comunidades. Com eles, queremos carregar nossa cruz como teus discípulos e discípulas, na esperança e na fé. Seja o teu santo nome bendito, hoje e sempre. Amém.

Vivendo a palavra

Seria muito proveitoso você ler o texto da Meditação de hoje, assim poderá rever melhor os cinco passo da superação da cegueira. Para chegar ao texto, é só clicar no link que estou lhe enviando.

Estou lhe mandando também o áudio do canto FICA CONOSCO, que compus alguns anos atrás, meditando esse evangelho dos discípulos de Emaús. 

Seguem também a letra e as cifras deste canto. Se não tiver recebido, solicite a quem lhe repassou a meditação ou acesse www.padrejoaocarlos.com. 

Pe. João Carlos Ribeiro, sdb



FICA CONOSCO, SENHOR

Andavam pensando tão tristes
De Jerusalém a Emaús
Os dois seguidores de Cristo
Logo após o episódio da cruz
Enquanto assim vão conversando
Jesus se chegou devagar
De que vocês estão palestrando?
E ao Senhor não puderam enxergar

Fica conosco, Senhor!
É tarde e a noite já vem!
Fica conosco Senhor
Somos teus seguidores também 

Não sabes então forasteiro
Aquilo que aconteceu?
Foi preso Jesus Nazareno
Redentor que esperou Israel
Os chefes a morte tramaram
Do santo profeta de Deus
O justo foi crucificado
A esperança do povo morreu

Três dias enfim se passaram
Foi tudo uma doce ilusão
Um susto as mulheres pregaram
Não encontraram seu corpo mais não
Disseram que Ele está vivo
Que disso souberam em visão
Estava o sepulcro vazio
Mas do Mestre ninguém sabe não

Jesus foi então relembrando
Pro Cristo na glória entrar
Profetas já tinham falado
Sofrimentos devia enfrentar
E pelo caminho afora
Ardia-lhes o coração
Falava-lhes das Escrituras
Explicando a sua missão

Chegando afinal ao destino
Jesus fez que ia passar
Mas eles demais insistiram
Vem, Senhor, vem conosco ficar
Sentado com eles à mesa
Deu graças e o pão repartiu
Dos dois foi tão grande a surpreso
Jesus Cristo, o Senhor, ressurgiu


Fica Conosco Senhor 

Padre Joao Carlos




Tom: G

G Bm G Am
Andavam pensando tão tristes, de Jerusalém a Emaús
D7 G D
Os dois seguidores de Cristo, logo após o episódio da cruz
G G7 C
Enquanto assim vão conversando, Jesus se chegou devagar
G Am D7 G
De que vocês estão palestrando? E ao Senhor não puderam enxergar
G Bm
Fica conosco, Senhor!
Am
É tarde e a noite já vem!
D7
Fica conosco Senhor
G
Somos teus seguidores também
G Bm Am
Não sabes então forasteiro, aquilo que aconteceu?
D7 G D
Foi preso Jesus Nazareno, Redentor que esperou Israel
G G7 C
Os chefes a morte tramaram, do santo profeta de Deus
G Am D7 G
O justo foi crucificado, a esperança do povo morreu
G Bm Am
Três dias enfim se passaram, foi tudo uma doce ilusão
D7 G D
Um susto as mulheres pregaram, não encontraram seu corpo mais não
G G7 C
Disseram que Ele está vivo, que disso souberam em visão
G Am D7 G
Estava o sepulcro vazio, mas do Mestre ninguém sabe não
G Bm Am
Jesus foi então relembrando, pro Cristo na glória entrar
D7 G D
Profetas já tinham falado, sofrimentos devia enfrentar
G G7 C
E pelo caminho afora, ardia-lhes o coração
G Am D7 G
Falava-lhes das Escrituras, explicando a sua missão
G Am
Chegando afinal ao destino, Jesus fez que ia passar
D7 G D
Mas eles demais insistiram, vem, Senhor, vem conosco ficar
G G7 C
Sentado com eles à mesa, deu graças e o pão repartiu
G Am D7 G
Dos dois foi tão grande a surpresa, Jesus Cristo, o Senhor, ressurgiu

14 comentários:

  1. Fica conosco senhor hoje é sempre em meio a tantas dificuldade não sentimos a tua presença mais eu sei que estás sempre conosco de

    ResponderExcluir
  2. P.carlos peço oracao pelo meu neto pra ele ter forca de vontade pra enfrenta a vida . Deus abencoe o senhor hoje e sempre padre.

    ResponderExcluir
  3. Amém padre João Carlos bom dia, obrigada pelas suas palavras tão lindas. Deus lhe abençoe

    ResponderExcluir
  4. Obrigada padre pelas sábias palavras. Deus lhe abençoe e derrame muitas bênçãos na sua missão.

    ResponderExcluir
  5. DEUS abençoe seu domingo e de todos ai, PAZ e BEM. Nossa Senhora de Fátima o proteja sob seu SANTO MANTO.

    ResponderExcluir
  6. Bom dia Padre peço orações para todos nós ouvintes, e que Deus de sabedoria para os cientistas e médicos para descobrir a cura desse vírus que vem destruindo e amedrontado seus filhos...

    ResponderExcluir
  7. Bom dia padre João Carlos que o senhor tenha um domingo abençoado paz,amor e iluminado que papai do céu te proteja 🙌🙌😇😇💕
    Não podemos fazer grande coisas na terra.tudo que podemos fazer são pequenas coisas com muito amor.
    Só quem planta bondade encontrar dentro de sim força de viver com Deus.Use então, sem restrições,a bondade de seu coração.Deus pai, enche meu coração com fé.Que eu nunca esqueça de que tu te importas com cada detalhe da minha vida e que eu posso lançar todas as minhas preocupações sobre ti.
    O medo ele sempre baterá a porta.simplemente não o convite para entrar 🙌🙌💕🌷

    ResponderExcluir
  8. Bom dia Padre João Carlos. Que este dia seja muito abençoado e iluminado com a luz do Espirito Santo.
    A vivência da caridade é muito importante para a vida de quem ama a Deus e sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo. Na minha vida sobre a terra desejo ser uma pessoa solidária e responsável com a saúde e a fome dos sofredores, como Jesus com quem foi solidário até a morte na cruz. E neste momento difícil desta Pandemia digo com muita Fé e esperança: Deus é maravilhoso e misericórdia. ELE vai curar o mundo!!!
    À todos desejo um ótimo domingo...Ester de Campinas São Paulo

    ResponderExcluir
  9. Bom dia padre João Carlos Peço ao bom Jesus que lhe abençoe com saúde felicidade e paz. Estamos como os discípulos de Jesus meio cegos as vezes até pensando que Jesus nos esqueceu meu filho adoeceu e eu fiquei desesperada pensando no pior mais rezando e chorando aos pés de Jesus mesmo com a minha pouca fé.Quando um Ministro de Cristo como o senhor nos prega o santo evangelho e a reflexão nos esclarecendo tudo sobre Deus eu sinto que renova a minha fé uma esperança nasce em meu coração. Muito obrigada padre João Carlos seus ensinamentos fazem abrirmos os olhos e confiar que Jesus está sempre perto de nós. Socorro Martins

    ResponderExcluir
  10. PADRE JOÃO CARLOS SUA BENÇÃO. ESSAS REFLEXÕES DO SENHOR SÃO SIMPLESMENTE MARAVILHOSAS, OBRIGADO POR NOS COLOCAR, MAS PERTO DO JESUS MISERICORDIOSO. JOSÉ PAULO DE PRAIA GRANDE. SÃO PAULO.

    ResponderExcluir
  11. É uma bênção receber sua pregação. Deus te abençoe sempre.

    ResponderExcluir
  12. Pai Santo, eu LHE agradeço por tantos milagres, prodígios e sinais que foram feitos na vida do VOSSO povo. Todavia, me ensine viver o meu apostolado. Me ensine carregar a minha cruz e fugir do pecado. Me ensine procurar o caminho da santidade. Me ensine viver com alegria. Me ensine testemunhar o Evangelho. Me ensine ser fiel ao Espírito Santo. Me ensine produzir boas obras. Me ensine amar o precioso sangue do meu REDENTOR e a santa missa. Me ensine ter fé e confiança na SANTÍSSIMA TRINDADE. Me ensine viver o meu profetismo. Me ensine explicar a Sagrada Escritura. Isso eu LHE peço pela intercessão de Jesus Cristo, VOSSO querido filho e meu amado SALVADOR. Amém.

    ResponderExcluir
  13. Boa noite Padre João Carlos, obrigado pelas meditações, quando chegar ENVIO para os meus contatos. Gosto muito dos seus ensinamentos, Jesus te abençoe e te proteja sempre. Fica conosco Senhor é tarde a noite já vêm, o que seria de mim sem Jesus, hoje acordei um pouco desanimada, meu filho me ligou e dóis amigos dele morreram desse vírus terrível, eles são de Rio DOCE Olinda, fiquei Triste e preocupada, falei pra meu marido, só melhoro depois que eu rezar, depois que rezei fiquei forte e mais animada, eu sei que Jesus estar perto de mim sempre, às vezes estou surda e não escuto a voz do Senhor, preciso estar mais atenta. Sua benção Padre o Senhor é uma benção.

    ResponderExcluir
  14. Padre Carlos que Deus continue o abençoando em tua linda missão de trazer Jesus em nossos corações!
    Gratidão!

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião.
Desejando comunicar-se em particular com o Pe. João Carlos, use esse email: padrejcarlos@hotmail.com ou o whatsapp 81 9.9964-4899.