11 agosto 2019

AS TRÊS GERAÇÕES DE PEREGRINOS



A quem muito foi dado, muito será pedido; a quem muito foi confiado, muito mais será exigido! (Lc 12, 48)

11 de agosto de 2019 – 19º Domingo do Tempo Comum, Dia dos Pais


Neste 19º Domingo do Tempo Comum, estamos também celebrando o dia dos pais. Esta é uma data em que manifestamos reconhecimento e gratidão aos nossos pais. Você ainda tem o seu pai vivo? Ah, o seu pai já é falecido!? O meu também já está com Deus. Aos pais vivos, nossas felicitações. Pelos que já partiram, nossas preces de intercessão em seu favor. Celebrando o dia dos pais, nos damos conta que o tempo vai passando, as gerações vão se sucedendo. Olhando pra trás, dá para identificar a geração dos nossos avós, a geração dos nossos pais e a nossa geração. Somos todos peregrinos, estamos de passagem.

Esta percepção de peregrinação na história, com certeza, pode nos ajudar a compreender a palavra de Deus proclamada neste domingo. A nossa história de fé começa com Abraão, passa pelo povo hebreu no Egito, se consolida na comunidade de discípulos de Jesus. É como se fossem as três gerações que percebemos em nossa família: a dos nossos avós (a de Abraão), a dos nossos pais (o povo hebreu) e a nossa geração (a dos discípulos de Jesus). Somos peregrinos na história, andamos buscando a realização de sonhos e promessas. 


Abraão representa a geração dos nossos avós. Ele tinha um sonho, uma promessa de Deus. Deixou a sua segurança e partiu em busca da promessa de uma terra abençoada e de uma descendência numerosa. Deus lhe fez uma promessa: uma TERRA, uma DESCENDÊNCIA. Abraão virou peregrino pelo meio do mundo, em busca da promessa de Deus. A carta aos Hebreus elogiou o patriarca: “Foi pela fé que Abraão obedeceu à ordem de partir para uma terra que devia receber como herança, e partiu, sem saber para onde ia” (Hbr 11). Começamos assim, como peregrinos, como estrangeiros, buscando a terra da promessa. Começamos com Abraão. Qual foi a grande lição da geração de Abraão? A FÉ. A fé o sustentou nas dificuldades, na incerteza do futuro, em todas as provações. A FÉ. Continuamos sendo peregrinos. Sem a fé, nos instalamos, pondo a nossa confiança nas coisas desse mundo. Sem a fé, estacionamos, não caminhamos no rumo de Deus. 

O povo hebreu pode representar bem a geração dos nossos pais. Os hebreus foram escravizados no Egito do Faraó. Mas, eles não se conformaram com a escravidão. Clamaram a Deus e o Senhor os escutou. E prometeu-lhes o grande dom: a LIBERDADE. Precisavam sair, emigrar daquela situação, por-se a caminho. Foi marcada a grande noite da intervenção de Deus, a da morte dos primogênitos. As famílias dos hebreus prepararam-se para a partida. É o que lemos no Livro da Sabedoria: “A noite da libertação fora predita a nossos pais, para que, sabendo a que juramento tinham dado crédito, se conservassem intrépidos” (Sb 18). Intrépidos é valentes, corajosos, que não têm medo. Foi assim que eles celebraram a páscoa e partiram do Egito, em busca da liberdade. O Livro da Sabedoria sublinha o compromisso de solidariedade deles: “os santos participariam solidariamente dos mesmos bens e dos mesmos perigos”. Uma marca importante desta geração: a SOLIDARIEDADE. Solidariedade para enfrentarem juntos, caminharemos juntos, apoiando-se mutuamente na busca da LIBERDADE. 

A terceira geração de nossa família de fé que hoje contemplamos é a dos discípulos de Jesus. Ela pode representar a nossa geração. A eles, o Senhor prometeu o REINO. É o que lemos no evangelho de Lucas: “Não tenhas medo, pequenino rebanho, pois foi do agrado do Pai dar-te o Reino” (Lc 12). O Reino é o dom de Deus aos discípulos de Jesus, o pequenino rebanho dos que o acolheram. É a grande meta da jornada: o Reino de Deus, um povo obediente e fiel iluminando o mundo com a luz de Cristo. O Reino será pleno na manifestação definitiva de Jesus, na sua volta. A marcha continua, somos peregrinos neste mundo. Para nos mantermos no caminho certo, explicou Jesus de muitos modos, precisamos da VIGILÂNCIA. Está no evangelho de Lucas: “Que os seus rins estejam cingidos e as lâmpadas acesas” (Lc 12). É como no tempo do Egito, na noite da páscoa, prontos para a partida. Acordados, despertos, em serviço. Prontos para rechaçar o ladrão que ronda, de noite. Prontos para abrir a porta para o Senhor que volta, em hora não marcada. 

Guardando a mensagem 


Em nossa peregrinação neste mundo, hoje nos lembramos das gerações passadas que nos deixaram em herança tantos ensinamentos e conquistas. Olhando para a história de nossa família de fé, nos damos conta de três gerações marcantes: a de Abraão em busca da Terra da Promessa, a dos Hebreus buscando a Liberdade, a dos discípulos de Jesus buscando o Reino. Nessa caminhada, precisamos de FÉ, de SOLIDARIEDADE e de VIGILÂNCIA para continuarmos com fidelidade nossa jornada. Aqui, somos estrangeiros, peregrinos para a Casa do Pai.

A quem muito foi dado, muito será pedido; a quem muito foi confiado, muito mais será exigido! (Lc 12, 48)

Rezando a palavra 

Senhor Jesus, 

Com este domingo do Dia dos Pais, estamos começando a Semana Nacional da Família. Abençoa os nossos pais, os vivos e os falecidos. Dá-nos a todos a sabedoria de nos percebemos peregrinos, nas gerações que vão se sucedendo. Cada geração completa um trecho da estrada, deixando sua contribuição em herança para quem vem atrás. Mas, todos viajamos na mesma direção, como peregrinos, para a mesma meta, Deus, o seu Reino, o mundo transfigurado no seu amor. Dá-nos, Senhor, caminhar fortalecidos pela FÉ, pela SOLIDARIEDADE e pela VIGILÂNCIA. Seja bendito o teu santo nome, hoje e sempre. Amém. 

Vivendo a palavra

Hoje, claro, reze pelo seu pai. Faça um esforço para recordar o que ele deixou ou está deixando de significativo pra você, na caminhada de sua geração. E agradeça a Deus por ou por quem fez ou faz o papel dele em sua vida. 

Pe. João Carlos Ribeiro, SDB – 11 de agosto de 2019.

14 comentários:

  1. Pai meu querido Papai...seu nome hoje, e sempre é vivido lembrado sempre. Graças a Deus por tudo.

    ResponderExcluir
  2. Feliz e abençoado dia dos pais para todos os Papais������

    ResponderExcluir
  3. Meu pai é vivo,mais só convemvie com ele até meus cinco anos, desejo feliz dia dos pais e peço orações para ele pois está inferno e que Deus o abençoe

    ResponderExcluir
  4. Senhor Deus, obrigado pelo pai que me deste, hoje sou o que sou graças a ele e te peço Senhor cure meu pai.

    ResponderExcluir
  5. Meu pai já fez a Santa viagem e rezo todos os dias para que esteja na paz do Senhor Jesus.

    ResponderExcluir
  6. Obrigado meu Senhor por meu pai.Que foi um servo humilde de tua Igreja. Construiu com capricho algumas paredes e cuidou de alguns jardins.E o Senhor cuida e o proteje com carinho.Lovado seja Nosso Senhor Jesus Cristo.

    ResponderExcluir
  7. O meu pai já está com Deus.Muita saudade!!! Que Deus o tenha em um bom lugar. 🙏🙏

    ResponderExcluir
  8. Que saudades do meu pai ...que me ensinou muito nessa vida ...obrigado meu pai te amo

    ResponderExcluir
  9. Meu Deus e meu tudo, meu supremo tesouro, eu LHE agradeço por todos os pais do universo. Entretanto, me conceda a graça da libertação para os oprimidos. Me conceda a graça de ser justo, fiel, prudente, caridoso, piedoso e bom. Me conceda a graça de glorificá-Lo santamente. Me conceda a graça de participar da melhor forma possível da santa missa. Me conceda a graça de vencer as dificuldades da vida. Me conceda a graça de ter mais fé e confiança na SANTÍSSIMA TRINDADE. Me conceda a graça de dar um bom testemunho cristão. Me conceda a graça de ser obediente. Me conceda a graça de um dia morar na cidade santa. Me conceda a graça de ser VOSSO discípulo missionário. Me conceda a graça de trabalhar na construção do VOSSO REINO. Me conceda a graça de estar vigilante e preparado para o encontro definitivo com o meu SALVADOR. Me conceda a graça de fazer a VOSSA santa vontade. Isso eu LHE peço pela intercessão de Jesus Cristo, VOSSO querido filho e meu amado REDENTOR. Amém.

    ResponderExcluir
  10. Boa noite padre o meu pai é falecido já está com Deus

    ResponderExcluir
  11. Meu Pai já está na casa do Pai do Céu!!!😢saudades💔 peço a Deus que dê pra ele o descanso eterno e que brilhe sobre ele a Luz que não se apaga

    ResponderExcluir
  12. Pena Padre João Carlos, não conheci meus Pais, NEM mesmo pôr fotos, minha família de SANGUE.mais Jesu, me presenteou com uma família. Sua benção Padre, feliz dia dos Pais, o Senhor é o meu Pai ESPIRITUAIS.💟

    ResponderExcluir
  13. Peço orações pelos meus Pais falecidos, João Alves de Souza e minha Mãe Sebastiana Terezinha de Oliveira, Pena que não conheci, NEM mesmo pôr fotos que peninha.😫

    ResponderExcluir

E você, o que pensa sobre isso?