27 julho 2019

PELA ESPIGA, SE SABE QUEM É JOIO

Enquanto todos dormiam, veio seu inimigo, semeou joio no meio do trigo, e foi embora (Mt 13, 25). 

27 de julho de 2019.

Jesus contou uma parábola para ensinar a gente a ser paciente, tolerante e deixar o julgamento para Deus. E, certamente, também pra gente ficar mais atento com o que estamos fazendo, com a nossa plantação. Ele contou a parábola do joio e do trigo. Um homem semeou boa semente de trigo em seu campo. De noite, veio o inimigo e semeou o joio. Cresceram juntos, trigo e joio. Quando começaram a aparecer as espigas, notou-se que no meio do trigo havia o joio. Os empregados queriam arrancá-lo. Mas, o homem não deixou. Poderiam confundir trigo com joio. Deixassem chegar o tempo da colheita. Aí, sim, arrancariam primeiro o joio e tocariam fogo nele. O trigo não, o trigo iria para o celeiro.

Jesus, à parte, em casa, com os discípulos deu uma explicação dessa parábola. O homem que semeou a boa semente é ele mesmo, o Mestre. O trigo são os que pertencem ao Reino. O joio são os que pertencem ao maligno. No fim dos tempos, os anjos farão a ceifa. E cada um terá o seu destino: os maus para o fogo eterno, os justos para a glória. 

Você conhece um pé de trigo? O trigo é como um capim crescido com espigas. Quando chega o tempo da colheita, fica tudo amarelinho. Espigas bonitas, os grãos todos arrumadinhos, tudo bem certinho. É bonito de se ver. O trigo era a base alimentar do povo do tempo de Jesus. Com ele, faziam o pão, em casa. Mas, e o joio? O joio, você nunca viu. O joio é uma erva daninha, também chamada de cizânia, que dá no meio de cereais como o trigo. Ele é bem parecido com o trigo. Só quando começa a dar espigas é que se nota a diferença. Umas espigas com uns grãos desengonçados, uns grãozinhos pretos tóxicos. As feiosas espigas ficam logo pendidas para um lado. E tem outro detalhe que os diferencia. O trigo tem raízes não muito profundas, é fácil arrancá-lo. Já o joio tem raízes rasteiras que se entrelaçam nas raízes do trigo. Na história de Jesus, o homem achou melhor não arrancar o joio. O melhor seria aguardar a colheita. Arrancando o joio iria-se prejudicar o trigo, claro, porque suas raízes se misturam com as do trigo. Seria prejuízo para o desenvolvimento da espiga do trigo. 

A grande lição da parábola é a tolerância. Vivemos nesse mundo, junto com todo mundo. Não podemos viver separados. A oração de Jesus na última ceia dizia: “Pai, não peço que os tires do mundo, mas que os livres do maligno”. Trata-se de convivermos, com respeito e tolerância com todos. Não quer dizer que aplaudimos o mal. Não. Trabalhamos para que todos se consertem, todos precisam ter essa chance. Temos que ser pacientes, como Deus é paciente. Somos trigo. Convivemos com o joio. Mas, todo cuidado é pouco para não nos tornamos também joio, permitindo que o mal nos influencie e nos faça à sua imagem. O joio e o trigo se conhecem pelas espigas, pelos frutos. O fruto é que nos diz se é trigo e vai dar um bom pão ou se é joio e está só sugando a terra e atrapalhando o desenvolvimento do trigo.

Guardando a mensagem 

Os fariseus bem que queriam viver separados das outras pessoas, a quem eles chamavam de pecadores. Mas, Jesus agiu de maneira diferente. Procurava estar com todos, mesmo com aqueles que a sociedade discriminava. Vivemos misturados, joio e trigo. O joio não vai ter um bom final. Mas, o trigo tem que ter cuidado para não se deixar assimilar pelo joio e tornar-se estéril ou dar frutos venenosos como ele. Pelo contrário, o trigo precisa trabalhar para ajudar na conversão do joio. A parábola do joio e do trigo é um belo ensinamento sobre a tolerância, a convivência. Mas, também sobre a vigilância. Não deixar que o inimigo semeie o joio na nossa plantação.

Enquanto todos dormiam, veio seu inimigo, semeou joio no meio do trigo, e foi embora (Mt 13, 25).

Vivendo a palavra

Senhor Jesus, 
Tu nos ensinaste a rezar, no Pai Nosso, “Livrai-nos do mal”. Ajuda-nos, Senhor, a estar vigilantes para que o inimigo não semeie joio na nossa plantação de trigo, na nossa família, na nossa comunidade. Ensina-nos a conviver com quem é joio, sem exclui-lo, mas sem imitá-lo ou deixar-nos cooptar pela desonestidade, pela infidelidade, por suas más ações. Antes, sejamos capazes de ajudá-los a se transformarem em trigo, antes que chegue o dia final da colheita. Seja bendito o teu santo nome, hoje e sempre. Amém.

Vivendo a palavra 

Talvez você já esteja identificando algum joio na sua plantação. Que tal rezar por ele, para que se converta enquanto é tempo?

 Pe. João Carlos Ribeiro – 27 de julho de 2019.

30 comentários:

  1. Que maravilha de pregação, padre João Carlos! Louvado seja Deus! Que Ele me dê sabedoria e discernimento , para uma convivência sem julgamentos, com passividade,mas sempre em vigilância para não deixar me influenciar pelas práticas do mal! Entrego minha vida a Deus, o Senhor de todas as coisas! Amém ������

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SenhorJesus nos conceda sabedoria e dircernimento, para vivermos em Paz,sem nos influenciar pelo mal! Padre João Carlos que linda pregação, Deus seja louvado! Amém

      Excluir
  2. Amém 🙏 senhor Jesus tenho que te cuidado.

    ResponderExcluir
  3. Deus seja louvado e nôs livre do joio ,Amém !!!
    A sua bênção padre João .

    ResponderExcluir
  4. Obrigada Senhor Jesus! Por poder dar a nós o entendimento de como diferenciar o joio do trigo (pessoas boas e pessoas más).

    ResponderExcluir
  5. Deus te Ilumine sempre amém Jesus Cristo

    ResponderExcluir
  6. Amém Padre. Que sejamos trigo em meio a tantos joios, mas que busquemos viver teu amor e assim os joios não vencerá o verdadeiro AMOR!

    ResponderExcluir
  7. Gosto muito de sua reflexão ajuda a meditar a palavra de Deus e gos trás música

    ResponderExcluir
  8. Que o Sr.nos ilumine sempre e tirando o joio do meu caminho e de todos os meus familiares pedre peço em nome do Sr.ore por mim hj faz 6 meses que sepultei meu marido choro muito foi uma perda inexperada por depressão e está muito dificil ele cometeu o suicidio e não o esqueço um só segundo ajude-me.

    ResponderExcluir
  9. Devemos está atentos, em todos os momentos. Sempre haverá alguém querem puxar nosso tapete. Esse é o joio perigoso. Temos que rezar muito por nossos inimigos.

    ResponderExcluir
  10. O Senhor continue te abençoando, muito benéfica esta reflexão!!

    ResponderExcluir
  11. Jesus,tu és nosso trigo.Que possamos te enxergar, a todo instante,tua paz,teu amor,tua misericordia.Ao joio,vamos ajuda - lo,a sentir,a luz que és para nós,e adubar suas raizes, para que juntos possamos te encontrar,na verdadeira, Paz.

    ResponderExcluir
  12. Que senhor Deus nao me deixa me torna joio e que faca com que aqueles que são joios convetam em trigo,em nome de Jesus, amem.

    ResponderExcluir
  13. Senhor livrar me deste joio em minha família bela lição jesus misericórdioso eu confio em voz amém 🙏🙏❤💯

    ResponderExcluir
  14. Vou rezar por todos da minha família q estão afastados do Senhor 🙏 Deus mas são bons cristãos. Senhor tende piedade de Bruna.Amem

    ResponderExcluir
  15. Que nós sejamos sábios pra convivemos com o jojo sem imita-lo nem exclui-lo

    ResponderExcluir
  16. Amém.!Bom final de semana.

    ResponderExcluir
  17. Bom dia muito bom mesmo parabéns

    ResponderExcluir
  18. Bom dia muito bom mesmo parabéns

    ResponderExcluir
  19. Esse ensinamento é uma benção para todos nós. Amém.

    ResponderExcluir
  20. 🙏🙏🙏, Bom dia bom dia padre joão carlos

    ResponderExcluir
  21. Obrigada padre João Carlos pelas palavras, quero pedir oração pela minha familia. Que com Jesus possamos tranformar o joio em nossas vidas em trigo esperança paz harmonia .Amém Deus o abençoe.

    ResponderExcluir
  22. Obrigado Padre João Carlos, Jesus Cristo! Amém

    ResponderExcluir
  23. É DIFÍCIL NO MUNDO Q VIVEMOS HJ MAIS TO LUTANDO PRA N ME JUNTAR AOS ENCARDIDOS DO MUNDO QRIA SER COMO PE LEO FIRME E FORTE CONTRA ESSAS COISAS DO MAL

    ResponderExcluir
  24. Bom.dia.padre.Joao Carlos obrigado senhor Amém amém🙏🙏

    ResponderExcluir

E você, o que pensa sobre isso?