21 abril 2019

OS CINCO PASSOS PARA ENCONTRAR JESUS RESSUSCITADO



Não estava ardendo o nosso coração quando ele nos falava pelo caminho e nos explicava as Escrituras? (Lc 24, 32)

21 de abril de 2019.

Gente, que domingo abençoado! É o domingo da páscoa da ressurreição. Fazemos memória da vitória de Jesus sobre a morte e sobre todas as forças que se opuseram a ele. Na vitória de Jesus, reconhecemos a nossa vitória também. Nós ressuscitamos com ele. Sua morte nos trouxe a reconciliação com Deus. Vida nova pra nós, também. A liturgia de hoje está cheia de expressões de júbilo, de exultação.

Mas, tem uma coisa triste, nessa história. É que muita gente não está vibrando com esse domingo de páscoa. Muito cristão não está nem aí. E os que estão aí não parecem tão felizes assim. E por que não? Bom, talvez não percebam que haja uma novidade surpreendente no ar. Não enxergam isso. Estão meio cegos. Não sentem que isso mude muita coisa. ‘É o normal de sempre’, pensam eles. Talvez você esteja nessa. Talvez. Pode ser, pode ser que você esteja nesse grupo dos cegos. Ou dos meio-cegos.

Bom, não vamos nos desesperar. O evangelho da celebração da tarde de hoje trata exatamente disso. Conta que dois discípulos, passados os três dias do sepultamento, voltaram pra casa, tristes e desanimados. Os dois iam conversando pelo caminho, na maior tristeza. Está tudo no evangelho de Lucas, capítulo 24. Eles estavam tão cegos que não reconheceram Jesus ressuscitado que caminhou e conversou com eles. Esse peregrino perguntou o que estava acontecendo. Eles contaram o que tinha acontecido com Jesus de Nazaré em Jerusalém, sua prisão, morte de cruz e sepultamento. E o peregrino foi explicando como, nas Escrituras, estava claro que o Messias iria sofrer muito. Chegaram ao seu povoado de Emaús e convidaram o peregrino para ficar com eles. Como estava ficando tarde, eles o acolheram em casa. Na hora do jantar, o hóspede tomou o pão e fez os mesmos gestos da multiplicação dos pães e da última ceia. Foi aí que seus olhos se abriram. Eles o viram claramente. O peregrino era Jesus e ele estava ali, vivo, ressuscitado. Aí eles retornaram à Jerusalém, de onde tinham vindo. Reencontraram a comunidade dos discípulos e discípulas. Contaram o que tinha acontecido e souberam que Jesus tinha aparecido também a Simão. Estava todo mundo contente, muito feliz mesmo.

Viu só? Os dois estavam como cegos. Desencataram-se com a morte e o sepultamento de Jesus. Naquele domingo (o mesmo da ressurreição), eles largaram a comunidade e voltaram pra casa. E nem reconheceram Jesus, o peregrino que andara com eles pelo caminho. Mas, chegou uma hora em que eles o viram claramente. E voltaram para a comunidade, com o maravilhoso testemunho de que Jesus estava vivo, ressuscitado. Eles o encontraram no caminho. Que caminho foi esse? Como foi esse processo de conversão, de superação da cegueira?


Guardando a mensagem

Podemos perceber cinco passos ou etapas nesse caminho de superação da cegueira. Jesus perguntou o que estava acontecendo. Eles contaram tudo o que aconteceu com Jeus, tim-tim por tim-tim. É o passo do CONHECIMENTO, o primeiro passo. Conhecer. Você precisa saber a  história de Jesus, precisa conhecer o seu evangelho. | Jesus saiu explicando como nas Escrituras aparecia o projeto de Deus de um messias-servo. O coração deles ardia, nesse momento. É o passo da FÉ, o segundo passo. Conhecer e crer. Não basta saber o que aconteceu, é preciso crer no que Deus nos revela, aderir a Jesus de coração. A fé é um dom de Deus. Um catequista, como Jesus, ajuda a compreender a revelação de Deus. |  Quando chegaram ao povoado, estava já tarde, eles o acolheram em casa. Puseram em prática o ensinamento de Jesus: “Eu era peregrino e vocês me acolheram”. Este é o terceiro passo do caminho: a CARIDADE. Conhecer, crer e amar como Jesus amou. Não dá pra chorar na crucificação de Jesus e não sentir a dor do irmão que está ao seu lado. | Em casa, chegou a hora de se sentarem ao redor da mesa para o jantar. Jesus fez igualzinho como na ceia de páscoa (a última ceia): tomou o pão, deu graças, partiu e o entregou a eles. É a EUCARISTIA, o quarto passo. Conhecer, crer, amar, celebrar. Na Santa Missa, como chamamos a Eucaristia, fazemos memória da morte e ressurreição do Senhor Jesus. Ele se torna realmente presente na palavra e no pão. Foi nesse momento que seus olhos se abriram. Experimentaram claramente que o crucificado está vivo e vitorioso. | Aí, mesmo de noite, eles voltaram para Jerusalém, para a comunidade. Lá receberam o testemunho de que o Senhor tinha aparecido a Simão e deram o testemunho de que o encontraram no caminho. É o passo da COMUNIDADE, o quinto  passo. Conhecer, crer, amar, celebrar e integrar-se à comunidade cristã.  

Não estava ardendo o nosso coração quando ele nos falava pelo caminho e nos explicava as Escrituras? (Lc 24, 32)

Rezando a palavra

Senhor Jesus,
se este domingo da páscoa da ressurreição não enche o nosso coração de muita, de muita alegria mesmo, é porque não estamos vendo bem, não estamos enxergando o que Deus está fazendo em nossa vida e na história da humanidade. Na tua ressurreição, ele está fazendo novas todas as coisas. Senhor, cura as nossas cegueiras. Caminha conosco, por meio de teus catequistas e evangelizadores, nos ajudando a compreender as Escrituras e crer em ti. Que eles nos ajudem a amar e servir os sofredores, com quem foste solidário até à morte de cruz. Que eles nos ajudem a te encontrar na celebração da Santa Missa e a te seguir como discípulos membros de uma comunidade cristã concreta. Seja o teu santo nome bendito, hoje e sempre. Amém.

Vivendo a palavra

No seu caderno espiritual, anote os cinco passos da descoberta de Jesus Resuscitado. E não deixe de ler, em sua Bíblia, o evangelho de hoje: Lucas 24, 13-35.

Para quem recebe a Meditação pelo celular, estou enviando o áudio do canto FICA CONOSCO, que compus alguns anos atrás, meditando esse evangelho dos discípulos de Emaús. 
Segue a letra do canto.



FICA CONOSCO, SENHOR
Padre Joao Carlos

Andavam pensando tão tristes
De Jerusalém a Emaús
Os dois seguidores de Cristo
Logo após o episódio da cruz
Enquanto assim vão conversando
Jesus se chegou devagar
De que vocês estão palestrando?
E ao Senhor não puderam enxergar

Fica conosco, Senhor!
É tarde e a noite já vem!
Fica conosco Senhor
Somos teus seguidores também 


Não sabes então forasteiro
Aquilo que aconteceu?
Foi preso Jesus Nazareno
Redentor que esperou Israel
Os chefes a morte tramaram
Do santo profeta de Deus
O justo foi crucificado
A esperança do povo morreu

Três dias enfim se passaram
Foi tudo uma doce ilusão
Um susto as mulheres pregaram
Não encontraram seu corpo mais não
Disseram que Ele está vivo
Que disso souberam em visão
Estava o sepulcro vazio
Mas do Mestre ninguém sabe não

Jesus foi então relembrando
Pro Cristo na glória entrar
Profetas já tinham falado
Sofrimentos devia enfrentar
E pelo caminho afora
Ardia-lhes o coração
Falava-lhes das Escrituras
Explicando a sua missão

Chegando afinal ao destino
Jesus fez que ia passar
Mas eles demais insistiram
Vem, Senhor, vem conosco ficar
Sentado com eles à mesa
Deu graças e o pão repartiu
Dos dois foi tão grande a surpreso
Jesus Cristo, o Senhor, ressurgiu

Fica Conosco Senhor 

Padre Joao Carlos

https://www.cifraclub.com.br/padre-joao-carlos/fica-conosco-senhor/

Tom: G
  G                    Bm         G                                                      Am
Andavam pensando tão tristes, de Jerusalém a Emaús
                                         D7                                            G   D
Os dois seguidores de Cristo, logo após o episódio da cruz
   G                                                     G7                               C
Enquanto assim vão conversando, Jesus se chegou devagar
                                             G                   Am                D7                G
De que vocês estão palestrando? E ao Senhor não puderam enxergar

  G             Bm
Fica conosco, Senhor!
                                    Am
É tarde e a noite já vem!
                                 D7
Fica conosco Senhor
                                                 G
Somos teus seguidores também

  G                 Bm                                                      Am
Não sabes então forasteiro, aquilo que aconteceu?
                                     D7                                            G  D
Foi preso Jesus Nazareno, Redentor que esperou Israel
G G7 C Os chefes a morte tramaram, do santo profeta de Deus G Am D7 G O justo foi crucificado, a esperança do povo morreu G Bm Am Três dias enfim se passaram, foi tudo uma doce ilusão D7 G D Um susto as mulheres pregaram, não encontraram seu corpo mais não G G7 C Disseram que Ele está vivo, que disso souberam em visão G Am D7 G Estava o sepulcro vazio, mas do Mestre ninguém sabe não G Bm Am Jesus foi então relembrando, pro Cristo na glória entrar D7 G D Profetas já tinham falado, sofrimentos devia enfrentar G G7 C E pelo caminho afora, ardia-lhes o coração G Am D7 G Falava-lhes das Escrituras, explicando a sua missão G Am Chegando afinal ao destino, Jesus fez que ia passar D7 G D Mas eles demais insistiram, vem, Senhor, vem conosco ficar G G7 C Sentado com eles à mesa, deu graças e o pão repartiu G Am D7 G Dos dois foi tão grande a surpresa, Jesus Cristo, o Senhor, ressurgiu

13 comentários:

  1. Jesus as pessoas precisa te conhece a fé e muito importante na vida de cada um

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Jesus como é bom te seguir, te conhecendo passamos o quanto o amor incondicional nos permits cover de verdade... Obrigada por mais um dia com a tua glória amém!
    Deus nos abençoe !

    ResponderExcluir
  4. Q aligria ter Jesus ressuscitado, ele é um vitorioso espera q Um dia estaremos au seu lado.

    ResponderExcluir
  5. Amém! Feliz Domingo de páscoa padre João Carlos,que Deus o abençoe sempre!!!

    ResponderExcluir
  6. Obrigada Senhor, pela oportunidade de me conectar com as palavras sábias do João Carlos nesse Domingo da Ressurreição! Não me foi possivel, participar hoje da Santa Missa, mas recebi do Senhor, através de um grupo de Watts Sap, essa Medotação magnífica e oportuna que me encheu das Graças de Jesus. Aleluia! Amém!

    ResponderExcluir
  7. AGRADEÇO MEU DEUS PELAS AS DIVINAS GRAÇAS É PELAS DIVINAS MISERICÓRDIA PÓR MIM É MEUS FAMILIARES SANTOS É SANTANA É CABRAL AMIGAS É VIZINHAS É OS ENFERMOS É TODOS NÓS SEMPRE AMÉM������OBRIGADO MEU DEUS PELO SEU IFINITO AMOR ❤❤❤❤PÓR TODOS NÓS SEMPRE AMÉM������FELIZ PÁSCOA PARA NOSSO QUERIDO PADRE JOÃO CARLOS É TODOS NÓS AMÉM ��������

    ResponderExcluir
  8. Pai Santo Todo Poderoso, eu LHE agradeço por mais uma festa de páscoa. Entretanto, me ajude viver o meu batismo. Me ajude ser ungido com o Espírito Santo e com poder. Me ajude fazer somente o bem. Me ajude curando os doentes do corpo e da alma. Me ajude ficando comigo para sempre. Me ajude testemunhar a ressurreição do meu REDENTOR. Me ajude vencer o sofrimento. Me ajude pregar com sabedoria. Me ajude viver o meu profetismo batismal. Me ajude ter mais fé e confiança no RESSUSCITADO. Me ajude perdoando os meus pecados. Me ajude ressuscitar com Cristo, para uma vida nova. Me ajude alcançar as coisas do alto. Me ajude valorizar e santificar o domingo. Me ajude ser VOSSO discípulo missionário. Me ajude compreender melhor a Sagrada Escritura. Isso eu LHE peço pela intercessão de Jesus Cristo, VOSSO querido filho e meu amado SALVADOR. Amém.

    ResponderExcluir
  9. Cleojan Fernandes21/4/19 16:43

    Fica conosco Senhor... Livrai nos das cegueiras do dia a dia. Amém!

    ResponderExcluir
  10. Pe João Carlos. Durante mais de um ano recebi sua meditação diária através de uma amiga e repasso para 9 pessoas. Entretanto deixei de receber gostaria de receber a partir de hj do administrador diretamente para meu celular como era feito anteriormente. Sou associada a ANA.

    ResponderExcluir
  11. Envie para meu celular sua meditação diária como fazia anteriormente pelo amor do nosso Deus amado.

    ResponderExcluir

E você, o que pensa sobre isso?