03 janeiro 2018

ENCONTREI UMA PESSOA QUE MUDOU MINHA VIDA

MEDITAÇÃO PARA A QUINTA-FEIRA, DIA 04 DE JANEIRO
Ouvindo essas palavras, os dois discípulos seguiram Jesus (Jo 1, 37)
Que palavras? As de João Batista, indicando o Messias. “Eis o cordeiro de Deus”. Podemos dizer assim: todo o evangelho é um João Batista indicando Jesus. O que os evangelhos querem é exatamente apresentar Jesus para que sejamos seus seguidores.
Os dois discípulos de João, ao ouvirem dele que Jesus era o Cordeiro de Deus, começaram a segui-lo, queriam saber onde morava, queriam conhecer melhor esse Mestre recomendado pelo Batista. Foram e ficaram com ele naquele dia. Um deles era André. E André, depois de ter encontrado Jesus, foi avisar o seu irmão Simão que tinham encontrado o Messias. E levou Simão para apresenta-lo a Jesus. Jesus o acolheu e lhe deu o apelido de Cefas, Pedra (uma forma de lhe confiar a missão).
João Batista, os evangelhos, os missionários nos apontam Jesus. “Eis o cordeiro de Deus”. Nós, em atenção a esta palavra, nos pomos no seguimento dele. Seguir Jesus é toma-lo como nosso Mestre, nosso orientador, nosso guia; É abraçar o seu evangelho, os seus ensinamentos. Seguir Jesus é acolher o seu sacrifício salvador na cruz, tomando posse da salvação que ele nos alcançou, o dom de, agora, sermos filhos de Deus. Seguir Jesus é por-se  a caminho com ele, imitando seu modo humano de amar e servir, acolhendo-o como caminho, verdade e vida. E, claro, integrar-se no grupo dos discípulos que o seguem e cultivam a sua memória, a sua Igreja. Assim, nos tornamos discípulos do Senhor, seguidores de Cristo, cristãos.
André ouviu o testemunho de João Batista e passou a seguir Jesus. E você notou que, logo que o encontrou, foi chamar seu irmão Simão. E o apresentou a Jesus. O discípulo se torna apóstolo, evangelizador, a começar de sua casa. Foi o que fez André. Simão Pedro, que seria depois o ponto de referência na unidade de todos os seguidores de Cristo, conheceu Jesus através do seu irmão André, que lhe falou dele com entusiasmo e o levou até o Senhor.
Vamos guardar a mensagem de hoje
André apresentou Jesus a Pedro. E apresentou Pedro a Jesus. Pense um pouco. Alguém apresentou Jesus a você e lhe apresentou a ele . Foram seus pais? Seus catequistas? Alguém em especial? Um André fez isso por você. Quem será que foi seu André?  Agora, é bom você lembrar, em atenção à palavra de hoje, que você é chamado(a) a levar Jesus também à sua família, como André. E sua família a Jesus. Esse é um sinal de que você é de verdade discípulo(a) do Senhor.   Afinal,  queremos o melhor para nossa família, não é verdade? E Jesus é o que de melhor podemos oferecer.
Ouvindo essas palavras, os dois discípulos seguiram Jesus (Jo 1, 37)
Vamos acolher a mensagem com uma prece
Senhor Jesus,
Os dois discípulos de João Batista te seguiram. Eles ouviram o Batista te indicar como ‘cordeiro de Deus’. Queriam te conhecer melhor. Disseste a eles: “Venham e vejam”. Mesmo com uma breve convivência, logo se convenceram. Tornaram-se teus discípulos. E logo convidaram outros ao teu seguimento. E é isso que pode fazer a diferença na vida de muitos de nós. Fazer uma experiência de amizade e convivência contigo. O cristianismo, antes de tudo, é o encontro com a tua pessoa. E nós queremos viver com profundidade esse encontro contigo e trazer muitos dos nossos parentes e amigos para o teu seguimento. Seja bendito o teu santo nome, hoje e sempre. Amém.
Vamos viver a palavra que meditamos
Você já tem o seu diário espiritual? Trata-se de um simples caderno para suas anotações na meditação da palavra de Deus. A sugestão hoje é você pensar um pouco e responder por escrito no seu diário espiritual: Quem foi André na sua vida, isto é, quem levou você a Jesus?

Pe. João Carlos Ribeiro – 04.01.2017

Nenhum comentário: