Mostrando postagens com marcador senho eu não sou digno. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador senho eu não sou digno. Mostrar todas as postagens

01 julho 2017

NA CASA DO PECADOR

O oficial disse: “Senhor,  eu não sou digno de que entres em minha casa. Dize uma só palavra e o meu empregado ficará curado (Mt 8, 8)
Jesus está chegando em Cafarnaum. Está voltando pra casa. Desde que começara seu ministério público, ele tinha ido morar nesta cidade de Cafarnaum, bem à beira do mar da Galileia, por onde passava uma estrada de grande importância para a integração da região. Entrando na cidade, veio ao seu encontro um oficial romano. Ele expôs  sua aflição pelo estado de saúde de um seu empregado. Jesus se prontificou a ir curá-lo. Mas, o oficial não se achou digno que Jesus fosse à sua casa. Bastaria uma ordem sua, à distância mesmo. Um homem de muita fé, como Jesus reconheceu. Nem dentro do povo de Deus, tinha encontrado uma fé tão grande.
O oficial romano não se achou digno que Jesus fosse à sua casa. Para curar o empregado, Jesus não precisava ir lá. Tudo bem. Mas, haveria algum problema em Jesus ir à casa dele? Havia, sim. De saída, dois problemas.  Judeu não entrava na casa de um pagão, primeiro problema.  E esse pagão ali era um romano, segundo problema. Vou me explicar...