PADRE JOÃO CARLOS - MEDITAÇÃO DA PALAVRA: Olha até que ponto eles chegaram.

Olha até que ponto eles chegaram.



   04 de março de 2024.   

Segunda-feira da 3ª Semana da Quaresma


   Evangelho.   


Lc 4,24-30

Jesus, vindo a Nazaré, disse ao povo na sinagoga: 24“Em verdade eu vos digo que nenhum profeta é bem recebido em sua pátria. 25De fato, eu vos digo: no tempo do profeta Elias, quando não choveu durante três anos e seis meses e houve grande fome em toda a região, havia muitas viúvas em Israel. 26No entanto, a nenhuma delas foi enviado Elias, senão a uma viúva que vivia em Sarepta, na Sidônia. 27E no tempo do profeta Eliseu, havia muitos leprosos em Israel. Contudo, nenhum deles foi curado, mas sim Naamã, o sírio”.
28Quando ouviram estas palavras de Jesus, todos na sinagoga ficaram furiosos. 29Levantaram-se e o expulsaram da cidade. Levaram-no até o alto do monte sobre o qual a cidade estava construída, com a intenção de lançá-lo no precipício. 30Jesus, porém, passando pelo meio deles, continuou o seu caminho.

   Meditação.   


Quando ouviram estas palavras de Jesus, todos na sinagoga ficaram furiosos (Lc 4, 28).

Jesus está na sinagoga de Nazaré. Foi em Nazaré que ele se criou. Levanta-se para ler o texto do profeta Isaías. E, quando se senta para explicar aquela passagem, ele proclama que aquilo se referia a ele e que estava se cumprindo em sua vida. O profeta Isaías falava do Messias, ungido pelo Espírito Santo, para evangelizar os pobres e libertar os sofredores e oprimidos. Fica todo mundo atento e admirado com essas palavras de Jesus.

Aos poucos, o clima começa a mudar. A admiração vai se transformando em rejeição. Suspeitas, críticas, indignação vão se espalhando como faísca no palheiro: “E esse aí não é o filho de José?”, alguém pergunta maldosamente. Essas pessoas julgam que a origem popular de Jesus, que eles conheciam, não o credenciava a se apresentar como um enviado de Deus. Jesus nota o clima hostil e responde a uma murmuração: ‘vocês estão me cobrando que eu faça milagres aqui, como ouviram dizer que eu fiz na sinagoga de Cafarnaum’. Aí o que Jesus diz em seguida, eles tomaram como um grande desaforo. Jesus diz que, no tempo do profeta Elias, um tempo de fome, Deus enviou o profeta a uma viúva pagã. E, no tempo do profeta Eliseu, só um leproso foi curado, um pagão. Essa referência aos pagãos foi a gota d’água. A confusão foi grande. Expulsaram Jesus da sinagoga. E uns mais exaltados queriam até matá-lo.

Pensando nessa cena, podemos concluir que a comunidade de Nazaré rejeitou Jesus por três razões. Podemos até ouvir a conversa deles. Primeira: ‘a gente o conhece, é o filho de José’; Segunda: ‘faz milagres fora, aqui não faz’; Terceira: ‘o Messias vem pra nós, não para os pagãos’. Três defeitos na religiosidade daquele povo que guardava tão fielmente o sábado. Defeitos que o impediram de acolher Jesus, como enviado, como profeta de Deus. Será que esses defeitos não nossos também? Vejamos.

O primeiro defeito – ‘a gente o conhece, é o filho de José’ – é o defeito da religiosidade desencarnada. A gente espera que Jesus seja só do céu. Mas, ele é o Filho que se encarnou. E sua vida humana é o caminho para chegarmos ao Pai.

O segundo defeito – ‘faz milagres fora, aqui não faz’ – é o defeito da religiosidade de milagres. Muita gente está atrás de bênçãos, de curas, de milagres, não de Jesus e do seu evangelho. Se não for Missa de cura, não pisa na Igreja. A proposta de Jesus é o seguimento. Carregar, com ele, a cruz de cada dia.

O terceiro defeito – ‘o Messias vem pra nós, não para os pagãos’ – é o defeito da religiosidade egoísta. Gente muito devota, mas só pensa em si mesma. Não lhe dói o sofrimento dos outros. A proposta de Jesus e da Igreja é uma religiosidade missionária, aberta aos de fora, também aos que não estão no nosso caminho.




Guardando a mensagem

Na sinagoga de Nazaré, Jesus leu o profeta Isaías e explicou ao povo que ali estava descrita a sua missão. Ele era o ungido de Deus para evangelizar os pobres e libertar os oprimidos. A reação dos ouvintes foi passando da admiração para a indignação. Terminaram expulsando Jesus da Sinagoga. Os defeitos de sua vida religiosa podem também ser os nossos. Podemos praticar os ritos religiosos, mas corremos o risco de expulsar Jesus do nosso culto. Os motivos que levaram o povo de Nazaré a expulsar Jesus podem ser os nossos: religiosidade desencarnada, desinteressada do seguimento de Jesus e sem abertura missionária para os outros.

Quando ouviram estas palavras de Jesus, todos na sinagoga ficaram furiosos (Lc 4, 28).

Rezando a palavra

Senhor Jesus,
meditando o teu evangelho, queremos te dizer três coisas. A primeira: Nós cremos que tu és o filho de Deus, Deus verdadeiro que te encarnaste para nossa salvação. Viveste a nossa vida humana, de verdade. A segunda coisa que queremos te dizer, Jesus: Acolhemos o teu evangelho, como proposta de seguimento. Queremos que nossa vida seja uma resposta de seguimento ao teu chamado, vencendo qualquer tentação de buscar apenas benefícios para nós. E a terceira coisa é que queremos ter um coração como teu, cheio de compaixão pelos sofredores e zeloso pela salvação de todos. Assim, queremos evitar o fechamento em nós mesmos e em nossas necessidades. Seja bendito o teu santo nome, hoje e sempre. Amém.

Vivendo a palavra

A grande lição de hoje, ao lado da conversão, é o cultivo de um coração missionário: não isolar-se no próprio grupo e na própria família, mas incluir os outros, alargar o coração. A salvação em Cristo é um bem a ser anunciado a toda criatura.

Comunicando

Segunda-feira próxima, dia 11 de março, vamos começar o nosso encontro bíblico semanal, no Youtube. Vamos chamá-lo de "Segunda Bíblica". A Segunda Bíblica vai começar sempre às oito e meia da noite e terá meia hora de duração. Você vai precisar de sua bíblia, caderno e caneta. Amanhã, abriremos as inscrições, sem nenhum custo pra você, a não ser sua disposição de estudar o livro santo. 

Pe. João Carlos Ribeiro, sdb

28 comentários:

  1. Anônimo4/3/24 05:43

    Proteja minha família Senhor, dá nos saúde e paz

    ResponderExcluir
  2. Anônimo4/3/24 06:33

    Vai ser otimo ler e viver a Biblia com o senhor.

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. Anônimo4/3/24 08:19

      Jesus aumenta minha Marcelo 🙏🏻🙏🏻🙏🏻🙏🏻🙏🏻🙏🏻🙏🏻🙏🏻

      Excluir
    2. Anônimo4/3/24 13:49

      Gloria a vos Senhor 🙏🙏🙏🙏

      Excluir
    3. Anônimo4/3/24 14:30

      Jesus Cristo abençoe meus filhos e minha saúde amém

      Excluir
    4. Anônimo4/3/24 21:31

      Obrigado pela explicação deste evangelho padre João Carlos, graças à Deus e minha força de vontade Fé estou lendo e intendendo, Jesus eu confio em vós

      Excluir
  4. Anônimo4/3/24 06:36

    Vai ser otimo ler a Biblia com o senhor nos ajudando.

    ResponderExcluir
  5. Anônimo4/3/24 06:57

    Bom dia Pe João Carlos, sua bença, que Deus nosso filho Jesus Cristo, nos ajude a sermos solidários com os mais sofredores, para sermos abençoados a mim e a minha família, que Deus ajude na recuperação de minha irmã, sobrinha e a Lêle, que Deus nos dê saúde e paz para mim e a minha família. Amém 🙏🙏🙏🙏🙏

    ResponderExcluir
  6. Anônimo4/3/24 07:49

    Bom dia padre João Carlos sua Benção como faço para fazer a inscrição do estudo Bíblico

    ResponderExcluir
  7. Anônimo4/3/24 08:10

    Amém bom dia Padre sua benção 🙌 uma semana abençoada pra todos nós irmãos em Cristo Jesus 🙏♥️

    ResponderExcluir
  8. Anônimo4/3/24 08:23

    Bom dia Padre João Carlos .Que maravilha o escutar todos os dias uma verdadeira catequese Obrigada Deus o abençoe sempre Peço oração por toda minha família e por todos, especialmente por problemas financeiros de meu genro Fábio Rosa Deus dê a ele sabedoria e discernimento para sair dessa situação.Meu nome é Suely moro em Rio doce

    ResponderExcluir
  9. Anônimo4/3/24 08:25

    Bom dua padre, Deus nos abençoe, senhor primeiro quero de agradecer pelo dom da vida minha e dos meus filhos Lucas e Gabriel, afaste todo mal de perto de nós e nos livra do mal e também por toda a minha família, perdão e mesericordia, amém

    ResponderExcluir
  10. Anônimo4/3/24 08:27

    Boa dia padre João Carlos e a todos irmãos desta amada família de Deus.
    Espero que estejamos todos bem de saúde, paz e cheio de amor para amor os que precisam desse favor.
    Que este dia seja muito bem vivido por todos nós, obrigado padre!

    ResponderExcluir
  11. Anônimo4/3/24 08:37

    SENHOR eu creio em ti mas aumentai a minha fé. Peço sua intercessão Pe.. João Carlos para a cura de meus filhos Ivan. Amém

    ResponderExcluir
  12. Anônimo4/3/24 09:01

    Apesar de ser Católico, nunca fui um bom cristão praticante, porém diante de tantas intercorrências de Saúde, e superar tenho que agradecer ao nosso Senhor Jesus Cristo. Foi sinal para mim acordar e, praticar o Evangelho

    ResponderExcluir
  13. Anônimo4/3/24 09:11

    Amém padre João Carlos!! Assiso todos os dias sua mensagem de meditação a qual, me sinto muito agradecida.obrigada padre João Carlos

    ResponderExcluir
  14. Anônimo4/3/24 09:35

    Peço saúde para minha família

    ResponderExcluir
  15. Anônimo4/3/24 09:36

    Onde me inscrevo?

    ResponderExcluir
  16. Anônimo4/3/24 09:50

    Eu louvo a Deus por termos padres tão amantes de J6sus e que, sabiamente, nos alimenta com o Evangelho do dia e ainda com reflexões que nos abre os olhos da alma e da mente.

    ResponderExcluir
  17. Anônimo4/3/24 12:23

    Senhor te peço toca no coração da minha filha Pollyana para batizar meu netinho Joaquim de 6aninhos e a mesma não quer

    ResponderExcluir
  18. Ó Deus de clemência, eu LHE agradeço pela vida de São Casimiro. Entretanto, me ajude seguir o caminho do profetismo, do serviço, do amor, da fé, da purificação, da oração, da obediência e da cura. Me ajude vencer o sofrimento. Me ajude fugir do pecado, da irritação e da fúria. Me ajude ter bons pensamentos. Me ajude dá bons conselhos. Me ajude viver e ensinar a VOSSA palavra. Isso eu LHE peço por Cristo Nosso Senhor. Amém.

    ResponderExcluir
  19. Anônimo4/3/24 18:10

    O senhor é o meu pastor, e nada nos faltará!

    ResponderExcluir
  20. Lucinda Torres4/3/24 20:53

    A sugestão da "Segunda Bíblica" é uma excelente ideia. Como fazer para participar?

    ResponderExcluir
  21. Glória a Vós Senhor!
    Como pode, mesmo depois de saber de Seus milagres em Cafarnaum, de ouvir o próprio Jesus proclamar as palavras da Sagrada Escritura, revelando toda Sabedoria e visão Profética, ainda aquele povo duvidou que seria o Messias o Salvador, só porque era o filho de um carpinteiro, aquele filho de uma família humilde de Nazaré?
    Isso acontece porque, ainda hoje alguns querem os milagres de DEUS e infelizmente não se interessam pelo DEUS de milagres.
    Quando Jesus profetizou confirmando toda a Palavra de DEUS, na verdade escatológica do Profeta Isaías, aí que chamou mais a atenção dos homens maus, daqueles gananciosos e dos falsos profetas.
    Conosco acontece o mesmo, quando proclamamos a Palavra, anunciamos o Evangelho, em fim quando deixamos ser instrumentos e o Espírito Santo revela em nós os Seus dons, quando nas orações profundas nos entregamos totalmente, quando louvamos e principalmente quando salvamos almas para DEUS, ou em qualquer atitude que nos aproxima do Pai, o inimigo se enfurece, mas como Jesus fez naquela época devemos fazer o mesmo agora, isto é não temer nada, acreditar somente na justiça Divina e continuar nosso caminho, anunciando, proclamando, libertando e curando em nome de Jesus,.

    ResponderExcluir
  22. Anônimo5/3/24 07:34

    amém que Deus nos abençoe

    ResponderExcluir
  23. Anônimo6/3/24 10:50

    Amém meu Deus, obrigada pela minha vida e de todos os meus filhos, netos e bisnetos

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião.
Desejando comunicar-se em particular com o Pe. João Carlos, use esse email: padrejcarlos@gmail.com ou o whatsapp 81 3224-9284.

Postagem em destaque

Vocês também querem ir embora?

20 de abril de 2024 Sábado da 3ª Semana da Páscoa    Evangelho   Jo 6,60-69 Naquele tempo, 60muitos dos discípulos de Jesus, que o escutaram...

POSTAGENS MAIS VISTAS