PADRE JOÃO CARLOS - MEDITAÇÃO DA PALAVRA: Ovelhas sem pastor.

Ovelhas sem pastor.




   03 de fevereiro de 2024    

Sábado da 4ª Semana do Tempo Comum



   Evangelho.   


Mc 6,30-34

Naquele tempo, 30os apóstolos reuniram-se com Jesus e contaram tudo o que haviam feito e ensinado. 31Ele lhes disse: “Vinde sozinhos para um lugar deserto e descansai um pouco”. Havia, de fato, tanta gente chegando e saindo que não tinham tempo nem para comer. 32Então foram sozinhos, de barco, para um lugar deserto e afastado. 33Muitos os viram partir e reconheceram que eram eles. Saindo de todas as cidades, correram a pé, e chegaram lá antes deles.
34Ao desembarcar, Jesus viu uma numerosa multidão e teve compaixão, porque eram como ovelhas sem pastor. Começou, pois, a ensinar-lhes muitas coisas.


   Meditação   


Jesus viu uma numerosa multidão e teve compaixão, porque eram como ovelhas sem pastor (Mc 6, 34)

A pregação da palavra de Deus é uma coisa maravilhosa. Ninguém duvida. A celebração ou liturgia, outra coisa fantástica. Mas, nem a pregação, nem a celebração se explicam sem a compaixão, a caridade. A evangelização e a celebração começam e terminam na caridade. Está tudo no evangelho de hoje.

“Jesus viu uma numerosa multidão e teve compaixão, porque eram como ovelhas sem pastor”. Aí começa tudo, na compaixão. Jesus viu aquele povo que o procurava e lhe doeu o coração vê-lo tão necessitado, tão fragilizado. Para uma pessoa do interior como Jesus, dava pena ver um rebanho sem pastor: as ovelhas se dispersam, os carneirinhos viram presas fáceis para as feras e os ladrões, não têm quem guie a um bom pasto. E olha que Jesus estava levando os discípulos para um lugar afastado para eles descansarem um pouco, pois estavam voltando, muito cansados, de uma missão. Diante daquela cena – ovelhas sem pastor – esqueceu-se o descanso e Jesus começou a “ensinar-lhes muitas coisas”, diz o evangelho.

O que será que Jesus ensinou àquela gente? Podemos imaginar, pois o que ele disse ao povo, certamente, é o que está no evangelho. Ele explicava, contando parábolas, como Deus ama os seus filhos, como fica feliz quando um filho ou uma filha escolhe o bom caminho; como o Pai cuida das aves e das plantas e mais ainda cuida de cada filho. E ainda: como são felizes aqueles que Deus ama. E Deus preza antes de tudo os mais pobres e os mais sofridos. Aí, ele lhes falava do Reino de Deus. Ah, esse mundo fica melhor se Deus for obedecido como bom pai que é e se cada filho for fraterno e bom com seu irmão, com sua irmã. Quanta coisa Jesus tinha para dizer àquele povo maltratado pela violência, pela doença, pela pobreza! E aqueles corações amargurados iam se enchendo de paz, de esperança. Riam com as histórias de Jesus (‘Imagine, o filho disse que ia, mas não foi, mas que malandro!’ - ‘E a festa que o Pai fez pra receber o filho que saiu de casa, ô festão!’ –‘ ‘Mas aquelas moças que foram para o casamento e esqueceram o óleo, que povo sem juízo!). Gente, olha a hora!

Quem falou “olha a hora!”? Os discípulos. Já está ficando tarde. Isso aqui é um lugar deserto. Esse povo precisa voltar pra casa. Já está tudo com cara de fome. Tenha paciência Jesus, a conversa está muito boa, mas está na hora de mandar o povo embora. ‘Mandar o povo embora, como assim? Sem comer nada? Vocês providenciem alguma coisa’. Aí a coisa esquentou... Providenciar, nós? Aí, eles foram pragmáticos, como muitos administradores de hoje. Gastar dinheiro para alimentar essa gente? Não tem dinheiro que chegue. Mande esse povo embora enquanto é tempo. Eles se viram por aí... Olha a mentalidade deles: gastar dinheiro, despedir, mandar embora, não se sentir responsável por ninguém. E Jesus acalmou o grupo. Pera aí... O que vocês têm aí pra comer? Vão, vão ver... Cinco pães e dois peixes? Tragam pra cá. Aí Jesus mandou todo mundo se sentar, formaram grandes grupos, ele pegou aqueles poucos pães e peixes, deu graças a Deus, fez a oração da bênção dos alimentos, partiu (preste atenção a este “partiu”) e ia dando os pedaços aos discípulos para que eles distribuíssem com o povo. Depois, dividiu também os peixes. O resultado, você já sabe: pela graça de Deus, o pão e o peixe deram pra todo mundo. Falamos de multiplicação. E até a sobra recolhida foi grandiosa. Olha a mentalidade de Jesus: alimentar, por em comum, partilhar, repartir... somos responsáveis uns pelos outros.





Guardando a mensagem

Antes de tudo, a compaixão. Jesus viu o povo e sentiu seu coração amargurado por vê-lo tão sofrido, tão fragilizado. Ele deixou de lado outro projeto e dedicou-se a “ensinar-lhe muitas coisas”. Isto é a evangelização. A evangelização é o anúncio do amor do Pai pelo seu povo, que nos mandou Jesus como pastor e salvador. A evangelização nasce da compaixão. E gera compaixão, caridade, amor a Deus e ao próximo.

Antes de tudo, a compaixão. Era tarde, o lugar deserto, o povo faminto. Jesus envolveu os discípulos numa linda celebração. Pode ver que todos os detalhes lembram a última ceia, como se fosse uma preparação para a Santa Missa. A celebração nasce da compaixão de Deus pelo seu povo e de nossa compaixão pelo próximo. E gera compaixão, solidariedade, caridade, novas relações.

Jesus viu uma numerosa multidão e teve compaixão, porque eram como ovelhas sem pastor (Mc 6, 34)

Rezando a palavra

Senhor Jesus,
hás de nos desculpar. Nós continuamos a pensar igualzinho aos discípulos naquela cena da multiplicação dos pães. Vemos as situações de sofrimento e abandono e cruzamos os braços. Ficamos paralisados por nossa mentalidade pragmática: não temos dinheiro, não temos condições, nem é responsabilidade nossa. 
A solução que temos é mandar embora, cada um se virar. Senhor, ajuda-nos em nossa conversão. Na evangelização e na celebração, aprendemos contigo outra forma de ver e agir: sermos responsáveis uns pelos outros, fazer alguma coisa com o que temos e, sobretudo, confiar na providência de Deus que se manifesta na partilha e na solidariedade. Sê para todos força, conforto e luz. Seja bendito o teu santo nome, hoje e sempre. Amém.

Vivendo a palavra

Leia o texto do evangelho de hoje: Marcos 6,30-34. Anote alguma frase desse evangelho no seu caderno espiritual.

Comunicando

Hoje, aqui em Juazeiro do Norte, CE, haverá a Dedicação da Igreja do Senhor Bom Jesus do Horto. É uma linda igreja construída na Colina do Horto, em cumprimento de uma promessa do Padre Cícero. Preside a cerimônia o Sr. Bispo Diocesano do Crato, Dom Magnus Henrique. Ao seu lado, participa o Reitor Mor da família salesina, Cardeal Ângelo Fernandez. No final, ele proclamará o Servo de Deus Padre Cícero como salesiano cooperador póstumo, em reconhecimento por tudo que ele fez pelos salesianos e sua missão juvenil e popular, em Juazeiro. A solene celebração será transmitida em rede nacional pela TV Evangelizar, Rede Vida de Televisão, TV Canção Nova e TV Pai Eterno. Também as rádios salesianas e rádios parceiras transmitirão o momento. Estamos lhe enviando um link pra você ter mais uma alternativa: acompanhar pelo YouTube. A celebração começa às 18 horas.

Pe. João Carlos Ribeiro, sdb 

28 comentários:

  1. Anônimo3/2/24 06:31

    Bom dia Padre obrigada por suas mensagens Deus o abençoe

    ResponderExcluir
  2. Anônimo3/2/24 07:30

    Bom dia muito produtivo em evangelho de hj e pra nós entender que tem outros irmãos precisando de nossa ajuda.

    ResponderExcluir
  3. Anônimo3/2/24 07:45

    Bom-dia padre João Carlos, a sua bênção em nome de Jesus Cristo.
    Que Deus nós abençoe e derrame sobre nós um espírito de caridade e muito amor.
    Que possamos vê o outro um Cristo humanidade oramos em nome do Espírito Santo de DEUS amém.

    ResponderExcluir
  4. Anônimo3/2/24 07:49

    Bom dia obrigado pela sua mensagem Deus te abençoe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo3/2/24 09:22

      Bom dia Padre João Carlos,sua benção! DEUS é misericordioso com os seus filhos!! Paz e bém ❤️

      Excluir
  5. Anônimo3/2/24 07:50

    Bom dia obrigado pela mensagem Deus te abençoe

    ResponderExcluir
  6. Anônimo3/2/24 08:22

    Obrigado pela mensagem do evangelho

    ResponderExcluir
  7. Anônimo3/2/24 08:29

    Bom dia Deus abençoe padre Antonio gostei muito da reflexão muito rica

    ResponderExcluir
  8. Anônimo3/2/24 08:35

    Obrigado pela mensagem tão rica.deus que abençoe para sempre

    ResponderExcluir
  9. Anônimo3/2/24 08:53

    Bom dia padre Fico muito grata por esse evangelho que a minha irmã me envia todo dia muito obrigado por todas as palavras

    ResponderExcluir
  10. Bênçãos e graças padre João Carlos missão maravilhosa

    ResponderExcluir
  11. Bom dia Pe João Carlos, sua benção, que sejamos forte e corajosos, solidário, a quem precisa, que Deus abençoe, com saúde e paz, para mim e a minha família. Amém 🙏🙏🙏🙏🙏

    ResponderExcluir
  12. Anônimo3/2/24 09:43

    Glória a vós senhor Jesus descha bem Claro que devemos viver com gratidão
    Obrigada padre João Carlos minha gratidão por tudo que enviaste para nós minha benção padre João Carlos minha gratidão por tudo

    ResponderExcluir
  13. Anônimo3/2/24 09:43

    Padre João Carlos, interceda pela minha família para que haja reconciliação. Está faltando COMPAIXÃO. A mesma que Jesus sentiu pelo seu povo. Amém 🙏

    ResponderExcluir
  14. Glória a Vós Senhor!
    Mesmo com tanta gente atrás das curas, anciosos buscando milagres, Jesus e seus apóstolos não desanimaram, a Palavra nos afirma que eles não tinham tempo nem para comer, assim também Jesus não tinha nem onde encostar a cabeça, imaginemos a correria a dedicação e o esforço que era para transmitir a Palavra, espalhar o Amor de DEUS, conduzir o Evangelho a Boa nova aos irmãos necessitados.
    Hoje em dia o tempo está mais corrido, com tanta gente com tanta tecnologia, muita gente ainda não conhece Jesus, os jovens precisam conhecer a DEUS, e nós cristãos que buscamos ser autênticos devemos nos dedicar e nos empenhar cada vez mais nosso tempo para servir, para transmitir esse mesmo Amor. Por isso, sempre que DEUS enviar alguém necessitado em nossas vidas, devemos também ter compaixão dos nossos irmãos, assim cheios do Espírito Santo indicaremos o verdadeiro Caminho da salvação.
    Afirmar que a felicidade verdadeira está nos preceitos de DEUS, está em aceitar Jesus, em reconhecer que Ele deu a vida para nos salvar e que precisamos escolher caminhar sempre com Ele, fortificando dia dia nossa fé, sempre optando pelas coisas edificantes do alto e não nas coisas enganadoras e passageiras deste mundo,.

    ResponderExcluir
  15. Anônimo3/2/24 10:56

    O olhar de Jesus para as ovelhas é um olhar singular, despojado, porém misericordioso e com compaixão!!! É o AMOR que aflorar desse olhar e daí abre-se ao outro e acontece o dar-se de si por completo. ELE com esse gesto sacia a fome física e espiritual das ovelhas que de fome e sede, além da material a espiritual. Que benção!!! A exemplo de olhar de Jesus que ao ver o todos como ovelhas sem pastor, possamos também termos esse mesmo olhar para com todos, principalmente aos mais excluídos, marginalizados, vulneráveis e invisíveis de nossa sociedade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo3/2/24 20:11

      Antônia Maria Silva Barbosa gosto muito de sua meditação padre João Carlos assisto todos os dia Moro em carrapato Paramoti ceará

      Excluir
  16. Bom dia a todos e obrigada pela meditação Padre João Carlos. Agradeço a Deus por tudo que nos dá todos os dias. Peço saúde para mim e toda minha família filhos, netos, genros e nora e todos. Que possamos dedicar tempo àqueles que mais necessitam de nós, de um pouco do nosso amor e principalmente educar nossas crianças,para terem esse amor infinito pelo nosso Deus e assim praticarem a bondade sempre amém.

    ResponderExcluir
  17. Anônimo3/2/24 13:05

    Boa tarde Pe João Carlos Peço Orações para que Deus toque nos corações das pessoas para que todos tenham compaixão dos necessitados que assim seja 🙏🙏🙏

    ResponderExcluir
  18. Anônimo3/2/24 17:12

    Boa tarde padre João Carlos, que Evangelho lindo o de hoje Jesus vê a fome material e espiritual do povo. Bendito seja Deus para sempre!!

    ResponderExcluir
  19. Anônimo3/2/24 17:59

    Boa tarde eu sou um h ilfe idsoonario. Se assim posso dizer, tenho, imhss dificuldade mas peço
    Ajuda aos meus ,or ocasião de alguns yranstono q nem sei o q te eu mist, a Deus e quem é com aj de alg eu pesso isericordis, e , vezes revejo, isso TAM N con tem o nome de Deus, pois q eu vou orar peço
    A ele por ser o dono de tudo. E t p de alg coisa que t N sei diz, tudo está e mist, se assim p d ,gosto de ir alguns velórios as de p q Ag gosta mas na em gente de t p e f film, eu V m im e não gost, pois p m para t essas p sem discriminação, não gost mas sair con tal de El, p não me f t p se assim p dizer, porém já est rez ou orando as almas de oração ou reza se for o C vej min im por ir e eu N gost por isso fico indo com deboche, sei da unha fraqueza, só um ilfe e pec dor, não prec que paz o q est p por uma Best, por ser uma p p e Ag m p ainda por dar chá p as p e eles p por dou chá AP com os m ant eles eram bom fé chá eu só fazer os q eles f, m assim a minha f é muit g perto as serras e vai ao sert central e N q C por é bastante herogeneos um seja uma misturada muito g eu sou de todos tudo uo nadas grat e nada por pag não tem p o q est pág, paz e para todos q me con, o Brasil,il e unndo é de o
    Tousdo sem discriminação, tudo ou nada. Eu q fazer isso no p quaresmal,paz e bem

    ResponderExcluir
  20. Ó Deus de toda consolação, eu LHE agradeço pela vida de São Brás. Todavia, me ajude fazer boas ofertas. Me ajude ter bons sonhos. Me ajude fazer bons pedidos. Me ajude seguir o caminho do apostolado, do serviço, da compaixão, da evangelização, da humildade, da oração e da benevolência. Me ajude andar na VOSSA presença com sinceridade, justiça e retidão de coração. Me ajude ter um coração compreensivo, capaz de fazer o bem. Me ajude ter discernimento para separar o bem do mal. Me ajude fazer a VOSSA vontade. Me ajude ter sabedoria para praticar a justiça. Me ajude ter um coração sábio e inteligente. Me ajude glorificá-Lo. Me ajude ter bons descansos. Me ajude ser um bom pastor. Isso eu LHE peço em nome de Jesus Cristo. Amém.

    ResponderExcluir
  21. Anônimo3/2/24 18:50

    Boa noite padre João Carlos,
    Obrigado pela partilha!

    ResponderExcluir
  22. Anônimo3/2/24 19:40

    Senhor perdoe me!

    ResponderExcluir
  23. Anônimo3/2/24 20:27

    Boa noite padre João Carlos a benção

    ResponderExcluir
  24. Anônimo3/2/24 23:44

    Glória A Vós Senhor, amém 🤲🏽🤲🏽🕊️❤️❤️!

    ResponderExcluir
  25. Anônimo4/2/24 21:29

    Boa Noite Padre João Carlos muito obrigada pela solidariedade, sua Benção!Juberlita Ferreira

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião.
Desejando comunicar-se em particular com o Pe. João Carlos, use esse email: padrejcarlos@gmail.com ou o whatsapp 81 3224-9284.

Postagem em destaque

Vocês também querem ir embora?

20 de abril de 2024 Sábado da 3ª Semana da Páscoa    Evangelho   Jo 6,60-69 Naquele tempo, 60muitos dos discípulos de Jesus, que o escutaram...

POSTAGENS MAIS VISTAS