PADRE JOÃO CARLOS - MEDITAÇÃO DA PALAVRA: A Festa da Apresentação do Senhor e o Dia da Vida Consagrada

A Festa da Apresentação do Senhor e o Dia da Vida Consagrada




02 de Fevereiro de 2023

Festa da Apresentação do Senhor

Dia da Vida Consagrada


EVANGELHO


Lc 2,22-32

22Quando se completaram os dias para a purificação da mãe e do filho, conforme a Lei de Moisés, Maria e José levaram Jesus a Jerusalém, a fim de apresentá-lo ao Senhor. 23Conforme está escrito na Lei do Senhor: “Todo primogênito do sexo masculino deve ser consagrado ao Senhor”. 24Foram também oferecer o sacrifício – um par de rolas ou dois pombinhos – como está ordenado na Lei do Senhor. 25Em Jerusalém, havia um homem chamado Simeão, o qual era justo e piedoso, e esperava a consolação do povo de Israel. O Espírito Santo estava com ele 26e lhe havia anunciado que não morreria antes de ver o Messias que vem do Senhor. 27Movido pelo Espírito, Simeão veio ao Templo. Quando os pais trouxeram o menino Jesus para cumprir o que a Lei ordenava, 28Simeão tomou o menino nos braços e bendisse a Deus: 29“Agora, Senhor, conforme a tua promessa, podes deixar teu servo partir em paz; 30porque meus olhos viram a tua salvação, 31que preparaste diante de todos os povos: 32luz para iluminar as nações e glória do teu povo Israel”.


MEDITAÇÃO


O pai e a mãe de Jesus estavam admirados com o que diziam a respeito dele (Lc 2, 33)

E, hoje, nós celebramos a Apresentação do Senhor. Esta é uma festa que vem dos primeiros séculos do cristianismo, celebrada quarenta dias depois do natal. Ela nos recorda a revelação sobre Jesus, quando seus pais o levam ao Templo, para cumprir o que manda a Lei de Moisés: a purificação da mãe e o resgate do primogênito.

Como o parto envolve sangue, o tempo de purificação da mãe (no caso de um filho homem) era de quarenta dias. Depois disso, ela oferecia um sacrifício no Templo (um cordeiro de um ano ou, sendo pobre, um par de rolinhas ou de pombas). Está tudo bem explicado no Livro do Levítico (Lv 12). Todo primeiro filho, dos humanos ou dos animais, pertencia a Deus. Os primogênitos dos animais eram sacrificados no Templo, como oferta ao Senhor. Os primogênitos dos humanos eram resgatados, substituídos pelo sacrifício de um animal. Tudo explicado no Livro do Êxodo (Ex 13).

O que temos? Um jovem casal, chegando ao grande Templo, em Jerusalém, com sua criança nos braços, em cumprimento das leis do seu povo. Tudo como outros tantos casais, agradecendo a bênção de terem gerado um filho varão e cumprindo os ritos que a tradição de sua fé mandava. Como tantos, o cansaço da viagem, a alegria de estar chegando à casa do seu Deus, o encontro com parentes e conhecidos, todos felizes pela bênção de um primogênito. Nesta cena, vemos algo da encarnação, como disse São Paulo: “Deus enviou o seu filho, nascido de uma mulher, sujeito à Lei” (Gl 4). Nós o vemos na normalidade da vida, no ritmo normal da existência humana de vinte séculos atrás. Um Deus encarnado.

Mas, o véu da normalidade encobre uma realidade maravilhosa. Aquele menininho frágil é o prometido de Deus, anunciado pelos profetas. Seus pais - não parece - têm uma história pessoal de colaboração com Deus. A encarnação na história passa por eles: são sua família, estarão ao seu lado no seu desenvolvimento humano, no seu crescimento espiritual, na sua inserção na história do povo eleito. Ele não é só o primogênito de José, ele é o primogênito de Deus.

Essa verdade profunda escondida sob o véu da normalidade, do habitual, da simplicidade do jovem casal é revelada por dois idosos profetas, como que representando toda a história daquele povo com Deus e sua tradição profética. Simeão, movido pelo Espírito Santo, toma a criança nos braços e revela: ‘Ele é salvação que Deus mandou, luz para iluminar o mundo todo, a glória do seu povo santo’. Simeão abençoa o pai e a mãe do menino e revela que Maria terá parte nas dores do filho: “Uma espada te transpassará a alma”. E Ana, idosa profetiza que vivia no Templo, começa a louvar a Deus e a falar do menino a quem estava passando por ali.

Em uma de suas mensagens para esta comemoração, a Ir. Maria Inês, presidente da Conferência Nacional dos Religiosos, explicou: "Neste dia 02 de fevereiro, a Vida Consagrada é chamada a celebrar o seu Dia Mundial. É, também, a festa de N. Sra. da Candelária e da Apresentação do Senhor. Os dois símbolos são a luz e a oferta, os dois pombinhos. A luz que representa o Cristo Senhor resplandecente em nossas vidas, retirando as trevas de nossas incertezas e medos, iluminando os caminhos tortuosos do nosso peregrinar. A oferta são nossas vidas de pessoas consagradas solidárias com as alegrias e esperanças do mundo, dos destinatários(as) de nossos carismas fundacionais e a inserção nas igrejas locais em processo sinodal".


Guardando a mensagem

Celebramos hoje a festa da Apresentação do Senhor. José e Maria e seu primogênito chegam ao Templo para cumprir a Lei de Moisés: a purificação da mãe e a consagração do primogênito. O mistério do filho de Deus, enviado como Messias e Salvador da humanidade, está escondido na normalidade, na simplicidade dos seus piedosos pais e na sua fragilidade de criança de braço. O evangelista nos leva, por um momento, a retirar o véu e descobrir a beleza e a grandeza da presença de Deus no meio do seu povo. Simeão e Ana, profetas idosos, representando a tradição da fé do povo eleito, reconhecem nele o Messias prometido e louvam o Senhor que está cumprindo suas promessas. A liturgia nos ajuda a celebrar essa revelação: ele é o Anjo da Aliança que está chegando no Templo, o Senhor da glória para o qual os portões se abrem, o sumo-sacerdote que expiará o pecado do povo.

O pai e a mãe de Jesus estavam admirados com o que diziam a respeito dele (Lc 2, 33)

Rezando a palavra

Senhor nosso Deus,
escolheste a encarnação, como o jeito pelo qual o teu Filho se aproximou, fez-se um de nós, expiou nossa culpa por sua morte e, ressuscitado, nos conduz na história. Assim, consagraste o nosso dia-a-dia, o nosso cotidiano, como lugar de salvação. Um véu de normalidade cobre a nossa vida, mas, a verdade é mais profunda e luminosa: somos teus filhos, Jesus está conosco, somos o povo santo em páscoa. Só com a luz da fé, podemos perceber a glória de filhos e filhas que nos habita, pelo dom do teu Santo Espírito. Na vida dos consagrados, nossos irmãos e irmãs que vivem em comunidades nos conventos, nos mosteiros, nas casas religiosas ou vivem sua consagração em suas 
famílias, na normalidade de sua vida de oração e serviço, já brilha a radicalidade de nossa fé, no seguimento a Cristo. Neles e nelas, todos suspiramos: “Só Deus nos basta”. Seja bendito o teu santo nome, hoje e sempre. Amém.

Vivendo a palavra

Peça, hoje, ao Senhor que chame e inspire muitos jovens para o seguimento de Jesus na vida consagrada.

Comunicando

Como todas as quintas-feiras, hoje, temos a Santa Missa das 11 horas, transmitida pelo rádio e pelas redes sociais. Com a festa da Apresentação do Senhor, hoje, celebramos o Dia da Vida Consagrada. Se você - membro de congregação ou ordem religiosa - quiser participar da Santa Missa virtualmente nas preces dos fiéis, entre em contato para enviarmos o link. Vou lhe deixar o whatsapp para este contato: 81 9 9964-4899.

Pe. João Carlos Ribeiro, sdb

12 comentários:

  1. Anônimo2/2/23 04:43

    Padre João Carlos, minha filha se converteu e estamos procurando uma congregação para uma experiência religiosa, ela renunciou à tudo do mundo para viver para Cristo. Reze por ela Padre e q Jesus nos abençoe!

    ResponderExcluir
  2. Anônimo2/2/23 07:32

    Meu nome é Lucy Anita Rodrigues de Noronha. Gostaria de agradecer as mensagens que recebemos diariamente, porque isso nos fortalece e nos aproxima mais de Deus. Deus o abençoe grandemente Padre João Carlos, por suaa palavras inspiradas pelo alto e que nos faz tão bem. Deus esteja com todos nós. Muita Luz e Paz a todos, em nome do Mestre e Senhor Jesus Cristo. Assim seja
    Amém. 🙏♥️🌹

    ResponderExcluir
  3. Glória a Vós Senhor!
    Imaginemos a alegria de Simeão e Ana quando viram a apresentação do menino Jesus, eles foram fiéis até o fim das suas vidas buscando aprofundamento em Sabedoria e intimidade voltados sempre na esperança aguardando a vinda do Salvador, e anunciando a todos que Jesus Cristo era o Messias, nosso Emanuel, o DEUS Conosco.
    Até o último dia das nossas vidas devemos ter a mesma alegria e convicção e permanecer sempre na esperança aguardando o retorno Glorioso do Ressuscitado, a apresentação do nosso Salvador.
    Como Santa Ana e São Joaquim os pais de Maria fizeram, a educando na Sabedoria na humildade, para quando fosse a Mãe de Jesus formando a Sagrada Família pudessem educar e acompanhar O Menino DEUS, O Cristo, hoje ainda faz conosco, como Mãe Imaculada protetora, intercessora da humanidade, Rainha do Céu e da Terra.
    Precisamos ter uma fé profética como Ana, madura e formada conforme Simeão e os anciões nos ensinam, a buscar a Sabedoria e a servir a DEUS a Igreja e os irmãos da melhor forma, voltando nossos corações para caridade a favor dos mais necessitados, conforme o Cristo Redentor veio para nos ensinar, testemunhando com Sua própria vida, assim também nós precisamos testemunhar,.

    ResponderExcluir
  4. Anônimo2/2/23 09:23

    Peco oracao para um Amigo que se encontra hospitalizado no Hospital Sao José aqui no Rio, para uma cirurgia de safena na segunda-feira. O nome dele é Alvaro Inácio Azeredo

    ResponderExcluir
  5. Sua bença padre João Carlos e muito obrigada pela meditação. Que Deus nos abençoe a todos amém

    ResponderExcluir
  6. Anônimo2/2/23 11:13

    Bom dia, gostaria de receber as mensagens diárias, por gentileza.

    ResponderExcluir
  7. Anônimo2/2/23 12:15

    Glória vós Senhor.
    Peço pela proteção de minha família, pela saúde de minha mãe. 👏👏👏

    ResponderExcluir
  8. Anônimo2/2/23 13:51

    Muita sabedoria ler com muit atenção 🙏🏻

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo8/2/23 11:40

      Oi padre João Carlos peço oração para minha vó Maria e minha mãe Adriana que Maria passe na frente certo 🙏

      Excluir
  9. Deus onipotente, eu LHE agradeço pela Solenidade da Apresentação do Senhor. No entanto, me ensine seguir o caminho do Espírito Santo, do serviço, da conversão, da aliança, da purificação, da paz, da lei, da oração, da consagração, da luz e da salvação. Me ensine fazer boas oferendas. Me ensine ser justo e piedoso. Me ensine glorificá-Lo e bendizê-Lo. Isso eu LHE peço por Cristo Nosso Senhor. Amém.

    ResponderExcluir
  10. Anônimo3/2/23 01:22

    Peço para ajudar a minha familia

    ResponderExcluir
  11. Anônimo3/2/23 01:22

    🙏🙏🙏🙏❤️

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião.
Desejando comunicar-se em particular com o Pe. João Carlos, use esse email: padrejcarlos@gmail.com ou o whatsapp 81 3224-9284.

Postagem em destaque

Olha até que ponto eles chegaram.

   04 de março de 2024.    Segunda-feira da 3ª Semana da Quaresma    Evangelho.    Lc 4,24-30 Jesus, vindo a Nazaré, disse ao povo na sinago...

POSTAGENS MAIS VISTAS