20210215

O FERMENTO DE JESUS


16 de fevereiro de 2021

EVANGELHO


Mc 8,14-21

Naquele tempo, 14os discípulos tinham se esquecido de levar pães. Tinham consigo na barca apenas um pão. 15Então Jesus os advertiu: “Prestai atenção e tomai cuidado com o fermento dos fariseus e com o fermento de Herodes”.
16Os discípulos diziam entre si: “É porque não temos pão”. 17Mas Jesus percebeu e perguntou-lhes: “Por que discutis sobre a falta de pão? Ainda não entendeis e nem compreendeis? Vós tendes o coração endurecido? 18Tendo olhos, não vedes, e tendo ouvidos, não ouvis? Não vos lembrais 19de quando reparti cinco pães para cinco mil pessoas? Quantos cestos vós recolhestes cheios de pedaços?”
Eles responderam: “Doze”. 20Jesus perguntou: “E quando reparti sete pães com quatro mil pessoas, quantos cestos vós recolhestes cheios de pedaços?” Eles responderam: “Sete”. 21Jesus disse: “E ainda não compreendeis?”

MEDITAÇÃO


Tomem cuidado com o fermento dos fariseus e com o fermento de Herodes (Mc 8, 15).

Os discípulos estavam discutindo a respeito de pão, de comida. Eles tinham se esquecido de levar pão para a viagem. E olha que eles tinham presenciado Jesus alimentar a multidão com poucos pães, por duas vezes. E até, nesta ocasião, tinham recolhido vários cestos de sobra de pães. Mas, estavam discutindo, se desentendendo, um pondo a culpa no outro... a discussão estava esquentada. Foi quando Jesus fez uma advertência que eles não entenderam: "Tenham cuidado com o fermento dos fariseus e com o fermento de Herodes". Eles não entenderam. E você entendeu?

Jesus aproveitou a situação para ajudá-los a pensar. Ele queria que eles prestassem atenção ao modo como ele conduzia a sua missão. Esse era o bom fermento que eles precisavam imitar. Era assim que eles precisavam agir. Ficassem atentos ao modo como Jesus fazia as coisas. Mas também prestassem atenção ao modo como os fariseus se comportavam em suas práticas. Comparando, poderiam perceber uma grande diferença. "Tenham cuidado com o fermento dos fariseus e com o fermento de Herodes!"

E como era o fermento de Jesus, isto é, com que sentimentos, atitudes e valores Jesus estava no meio do povo? Com que fermento, ele fazia o seu pão, realizava a sua missão? Os discípulos podiam ver... Jesus agia com compaixão, valorizando a partilha e em espírito de serviço. Aqui estava toda a diferença. Agia com compaixão, valorizando a partilha e em espírito de serviço. Vamos explicar melhor. Compaixão é uma palavra frequente nos evangelhos falando do encontro de Jesus com os sofredores, os doentes, os excluídos. Compaixão é amor, misericórdia, ternura, solidariedade, tudo junto. Agia movido pela compaixão. E valorizava a partilha, isto é, a participação de cada um, colocando o seu pouco em comum. Ele recebeu a partilha da criança – alguns pães e poucos peixes – e repartiu com todos. Ele mesmo estava a serviço do seu povo. Não se comportava como um senhor poderoso, mas como um servo. Veio para servir, não para ser servido. No final, lavou os pés dos discípulos, para não restar qualquer dúvida sobre isso. Compaixão, partilha e serviço. Esse é o fermento de Jesus.

Os discípulos precisavam estar atentos também ao fermento dos fariseus e de Herodes, para ver a diferença. E tomar distância do estilo deles. Em que consistia o fermento deles? Consistia em agir com hipocrisia, com desprezo às pessoas e buscando sempre os próprios interesses. Jesus desmascara o comportamento hipócrita deles: exigem dos outros, mas eles mesmos não praticam; criam leis para os outros, fingindo que as cumprem. Hipocrisia. Mas também desprezavam os pobres, tomando-os por ignorantes, iletrados, pecadores. O que Herodes queria mesmo era riqueza e poder. Herodes é o poder opressor que perseguiu e decapitou João Batista. Esse é o fermento mal, o dos fariseus e o de Herodes: hipocrisia, desprezo ao povo e busca de privilégios.

Guardando a mensagem

O fermento de Jesus é o modo como ele se conduz na realização de sua missão. Três palavras podem definir o bom fermento do Mestre: compaixão, partilha e serviço. O estilo dos fariseus e o estilo de Herodes continuam hoje de outra forma. No fundo é o mesmo: buscando vantagens para si mesmos, desprezando os mais simples e fazendo apenas o jogo da aparência. Esse estilo não pode ser imitado por nós, nem pelos nossos líderes, nem pelos ministros da Igreja. Somos imitadores de Jesus. Precisamos guiar nossas ações pelo fermento de Jesus.

Tomem cuidado com o fermento dos fariseus e com o fermento de Herodes (Mc 8, 15).

Rezando a palavra

Senhor Jesus,
Nós somos os teus discípulos. E tomamos para nós essa tua chamada de atenção. Em nossa vida, em nosso trabalho, em nossa convivência em família ou em sociedade, é assim que precisamos viver: com o bom fermento do teu modo de agir. O teu fermento é o amor solidário, a valorização da partilha na busca de soluções e o espírito de serviço aos outros. Disseste para termos cuidado com o fermento dos fariseus e de Herodes. O fermento dessa turma é conhecido: não fazerem o que ensinam, discriminarem tudo que é popular e a gananciosa corrida para se dar bem a qualquer custo. Obrigado, Senhor, por teu ensinamento. Seja bendito o teu santo nome, hoje e sempre. Amém.

Vivendo a palavra

Amanhã, com a Quarta-feira de Cinzas, iniciaremos a Quaresma. Vá preparando o coração para entrar neste novo tempo com toda disposição. A Quaresma é uma caminhada de quarenta dias com o Senhor Jesus e sua Igreja, cultivando a conversão e o seguimento do Mestre.

E eu tenho um convite para lhe fazer. Toda quinta-feira, celebramos a Missa dos Ouvintes e Associados, às 11 horas, com transmissão pelo rádio e pelas redes sociais. Com a Santa Missa desta quinta depois das cinzas, iniciaremos as celebrações dos 25 anos de nossa Associação Missionária Amanhecer, a AMA. A Missa desta quinta será excepecionalmente às 9 horas da manhã e será transmitida pela Rede Vida de Televisão.  O convite é para você se unir a nós nesta celebração, rezando conosco pela missão. 

Pe João Carlos Ribeiro, sdb

17 comentários:

  1. Acredito no amor de Deus com nosco obg meu Deus por sua misericórdia por esse mundo tão pecador 🙌🙏

    ResponderExcluir
  2. Gratidão.por esse amor Deus tão grande.

    ResponderExcluir
  3. Dai-me Senhor um coração compassivo capaz de pastilhar e me por à serviço do outro. Amém

    ResponderExcluir
  4. O fermento da obidiência é um diferencial ele rende na medida certa sem exagero né?Dando certo vai se multiplicando devagar,depois dividimos os nossos rendimentos na medida certa, sem muito alarde,pois os que aderirem ao projeto de Deus têm muito silêncio constrói expirações são fermento de qualidade.

    ResponderExcluir
  5. Bom dia Padre João Carlos, suas bênçãos e obrigado pelas palavras explicadas e cantadas. Estaremos em Oração para o Amor na Caridade e que Jesus continue nos abençoando. Salve Maria 🙏

    ResponderExcluir
  6. Bom dia padre João Carlos eu te desejo uma linda terça feira abençoada e iluminada que papai do céu te proteja sempre e nossa senhora auxiliadora envolve o senhor nesse caminho.
    Padre João Carlos já percebeu que eu estou espirada hoje não e pra menos, escutar essa meditação e com essa linda maravilhosa música, gratidão a papai do céu pó ele ter colocado o senhor no meu caminho.
    Senhor Jesus, vós diz basta se converter e agir e seguir o seu exemplo, para ter uma mudança de vida.
    Tentando ser mais como Ele,ser diferente, tenha um bom coração, tentando ajudar a todos na compaixão.
    Ele também nós diz que devemos ficar longe da terrível influência negativa da hipocrisia e do falso ensino,para não alastrar o nosso coração.
    Devemos ser livre e natural por meio da pureza e da verdade.
    Jesus nos ensinou não há perdão se não houver amor,eu sou filha e o filho me salvou.
    Te amo meu melhor amigo.
    🙌👏🐑🌹💕

    ResponderExcluir
  7. Eu louvo e glorificou nosso Deus dainos um coração compassivo para que saibamos amar o nosso próximo e viver na compaixão e na partilha amém

    ResponderExcluir
  8. leni alvarenga16/2/21 10:23

    Estou amando seguir a liturgia diaria neste site ! Tem sido de grande valia . Parabéns padre João Carlos! Deus o abençoe!

    ResponderExcluir
  9. Bom dia Padre João Carlos. Paz e bênçãos de Deus na sua vida.
    Espalhemos o fermento da graça entre nós. É o fermento da graça de Deus que
    Devemos espalhar e não o fermento da hipocrisia e da maldade...
    Compaixão, partilha e serviço. Esse é o
    Fermento de Jesus. Obrigado, Senhor, por teu ensinamento.
    Um dia muito abençoado para padre João Carlos e todos da AMA.
    Ester de Campinas São Paulo.

    ResponderExcluir
  10. Obrigada padre João Carlos pela meditação enviada, tenha uma terça feira abençoada com as Graças de DEUS em sua vida e em sua missão com saúde e se cuidando onde o sr. estiver. sua bênção

    ResponderExcluir
  11. P Senhor pregou as palavras puras de amor, carinho, compaixão, misericórdia para os aeus filhos amados.Quereo agradecer e sentir no meu coração tudo que pregou de.melhor para nós, pois sabemos que sua força divina é imaginavel.Tende Sengor poder de continuar a ensinar aos seus filhos o aeu poderoso amor. Afastai de nós aquelas pessoas malditas dos nossos caminhos como foram os fariseus, hebreus que não obedeceram a Jesus sem amoe e compaixão desfazendo das palavras do Senhor.Homens rudes, , críticos levandos as pessoas para o lado errado da vida, não pregando de bom para os povos da época o que deveria ser praticado..

    ResponderExcluir
  12. Obrigado senhor por tão grande misericórdia aumenta minha fé

    ResponderExcluir
  13. Compaixão,partilha, amor e serviço. Belíssima reflexão.
    Obrigada Pe. João Carlos.
    Que Deus o abênçoe sempre e cada vez mais.

    ResponderExcluir
  14. Maria Zilda Saude Barreto

    ResponderExcluir
  15. Ó Deus, criador e salvador de todas as raças, eu LHE agradeço por ser cristão. Entretanto, me ensine fugir da maldade. Me ensine fazer a VOSSA vontade. Me ensine obedecê-Lo. Me ensine ser justo. Me ensine ser VOSSO discípulo missionário. Me ensine fugir do fermento dos fariseus e do fermento de Herodes. Me ensine ter um bom coração. Isso eu LHE peço pela intercessão de Jesus Cristo, VOSSO querido filho e meu amado SALVADOR. Amém.

    ResponderExcluir
  16. Obrigada pela reflexão de hoje, Pe.Joao Carlos! Compaixão, partilha e serviço!

    ResponderExcluir
  17. Boa noite padre João Carlos sua bênção que maravilha de evangelizar com essa bela reflexão que Deus lhe abençoe e te ajude muito obrigado padre nos precisamos agir pelo fermento de Jesus ele nós ensinou perdoar ter compaixão amor,bondade com os nossos irmãos vomos rezar por nosso acebispo dor Fernando paz e bem amém 🙏🙏

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião.
Desejando comunicar-se em particular com o Pe. João Carlos, use esse email: padrejcarlos@gmail.com ou o whatsapp 81 9.9964-4899.

Postagem em destaque

Vá e faça a mesma coisa

Eu já andava desconfiado que o bom samaritano do evangelho fosse Jesus. Agora, já não tenho mais dúvidas. Bom, Jesus contou a históri...