20201203

OS DOIS CEGOS E AS TRÊS LIÇÕES


04 de dezembro de 2020

EVANGELHO


Mt 9,27-31

Naquele tempo, 27partindo Jesus, dois cegos o seguiram, gritando: “Tem piedade de nós, filho de Davi!” 28Quando Jesus entrou em casa, os cegos se aproximaram dele. Então Jesus perguntou-lhes: “Vós acreditais que eu posso fazer isso?” 
Eles responderam: “Sim, Senhor”. 29Então Jesus tocou nos olhos deles, dizendo: “Faça-se conforme a vossa fé”. 30E os olhos deles se abriram. Jesus os advertiu severamente: “Tomai cuidado para que ninguém fique sabendo”. 31Mas eles saíram, e espalharam sua fama por toda aquela região.

MEDITAÇÃO


Tem compaixão de nós, filho de Davi! (Mt 9, 27)

O texto de hoje conta a história de dois cegos que seguiram Jesus, gritando por ajuda. Chegando à casa, eles tiveram uma conversa com ele. Jesus lhe tocou os olhos e eles ficaram curados. O Mestre lhes pediu para não saírem espalhando o fato, mas foi perdido. Eles saíram falando pra todo mundo.

O evangelho não tem interesse em ficar contando milagres de Jesus, de qualquer jeito. Não é um “testemunho” pra chamar clientes para o próprio empreendimento religioso, como vemos hoje no rádio e na televisão. A narração dos milagres são catequeses sobre Jesus e nosso encontro com ele. É assim que vamos olhar para esse texto, como uma catequese sobre a fé.

Fé? Por que eu falei “fé”? Porque as histórias de cegueira física, no evangelho, são particularmente formas de falar da cegueira espiritual, da resistência ou da incompreensão diante da pessoa de Jesus ou do projeto de Deus. Cegueira, neste sentido, representa a falta de fé. Para confirmar essa compreensão, basta lembrar que, segundo o texto de Isaías que Jesus leu na sinagoga de Nazaré, “dar vista aos cegos” era um dos sinais da salvação trazida pelo Messias.

Afinal, quem são os cegos? Melhor, quantos são os cegos? Sua resposta: dois, precisamente. Lembre-se do início do evangelho de Mateus. Jesus chamou primeiro dois irmãos: André e Simão. Depois, chamou mais dois: Tiago e João. E na história do filho pródigo, o pai tinha dois filhos. E outro pai falou com seus dois filhos para irem trabalhar na sua vinha. E na cruz, havia dois ao lado de Jesus, crucificados também. Eu só posso pensar nesses dois cegos como discípulos. E discípulos são os receberam o convite para seguir Jesus e puseram-se a caminho com ele.

Por falar nisso, escute bem o que está escrito: “dois cegos começaram a segui-lo”. E diferentemente de outro cego, que Jesus parou para atendê-lo, esses seguiram Jesus até à casa dele. E foi dentro de casa, que eles se aproximaram de Jesus e conversaram com ele. Seguimento, caminho, casa são indicações da condição de discípulos. Então, a história dos cegos é uma representação dos discípulos. E quando falamos de discípulos, não estamos falando só dos doze apóstolos, estamos falando das centenas de homens e mulheres que tinham Jesus como referência e até, muitos deles, andavam com ele.

E qual é a catequese sobre a fé que há nesse texto? Vamos recolher três lições. A primeira: A fé nos põe no caminho de Jesus e vai se firmando, a cada passo. Os dois eram cegos e começaram a seguir Jesus. Gritavam por compaixão. É no caminho que a fé vai se firmando, se aclarando, se consolidando. Lembra a história dos 10 leprosos? Foi no caminho, indo para Jerusalém, que eles se deram conta que estavam curados. A fé vai crescendo no caminho que eu vou fazendo com Jesus.

A segunda lição: A fé nos leva para a comunidade. Os cegos entraram na casa de Jesus (que é a casa de Pedro e de André). Na intimidade da casa, eles se aproximam de Jesus. É a comunidade que nos proporciona essa aproximação com Jesus, essa intimidade com ele. Os cegos-discípulos são acolhidos na família de Jesus, na sua casa, na sua comunidade.

A terceira lição: A fé é aprofundada num diálogo esclarecedor, que chamamos de catequese. Jesus dialoga com os dois. Pergunta se acreditam nele. Eles respondem que sim. Jesus toca nos olhos deles e diz “que seja feito conforme a sua fé”. E os olhos deles se abriram. Isso nos faz lembrar aqueles dois discípulos de Emaús. Após a catequese que Jesus fez no caminho, ceando com eles, fez os gestos da última ceia. Àquela altura, seus olhos se abriram. Eles viram Jesus ressuscitado. Devíamos falar de catequese e liturgia, mas não vamos complicar.

Guardando a mensagem

Você e eu somos os cegos. Mesmo com uma fé incompleta e frágil, começamos a seguir Jesus. Somos testemunhas que nossa fé vai se fortalecendo à medida em que vamos caminhando com ele. O caminho nos leva à sua casa, à sua comunidade, na qual somos acolhidos. A comunidade nos comunica a verdade sobre Jesus e celebra conosco a sua obra redentora. Na comunidade, os nossos olhos se abrem. E nos fazemos seus missionários, espalhadores de sua mensagem. Nosso testemunho não é que ele está operando milagres (ele não está interessado nesse tipo de propaganda). Testemunhamos que o encontramos, que somos um milagre dele. Éramos cegos e agora vemos. Vivemos iluminados pela fé.

Tem compaixão de nós, filho de Davi! (Mt 9, 27)

Rezando a palavra

Senhor Jesus,
A história dos dois cegos é a nossa história. A cegueira física é uma representação da nossa cegueira espiritual. Com uma fé ainda frágil, nós nos colocamos no teu seguimento, respondendo ao teu chamado para sermos teus discípulos. É na caminhada contigo que a nossa fé vai se robustecendo. E a fé nos leva à comunidade, à vida de comunhão contigo e com os irmãos. Na catequese e na celebração, vemos com clareza sempre crescente o projeto do Pai que se realiza em ti e a nossa vocação de filhos e filhas de Deus. De toda forma, Senhor, estamos sempre necessitados de tua misericórdia. Por isso, continuamos a te pedir: “Tem compaixão de nós, filho de Davi”. Seja bendito o teu santo nome, hoje e sempre. Amém.

Vivendo a palavra

Faça seu este pedido insistente dos cegos: “Tem compaixão de nós, filho de Davi”. Nesta prece, repetida várias vezes durante o dia de hoje, peça que a luz da fé seja sempre mais luminosa em sua vida.

Hoje, como todas as noites, de segunda a sexta, às 21:30, eu comento a meditação na Live da Oração da Noite, transmitida no Youtube e no Facebook. Será um prazer contar com sua presença. 

Pe. João Carlos Ribeiro, sdb

17 comentários:

  1. Amém padre João Carlos bom dia obrigada pelas suas palavras tão lindas. Jesus Cristo filho de Davi tem de piedade de mim

    ResponderExcluir
  2. BOM DIA!!! padre João Carlos, saúde e paz para todos dai, gratidão por todos os dias nos orientar com a palavra de DEUS que o sr. nos envia tão bem explicada, que a LUZ de DEUS ilumine nossas vidas e nosso caminhar.

    ResponderExcluir
  3. Tem compaixão de nós o Filho de Davi. Dai-nos saúde e sabedoria para caminhamos sempre segundo os vossos mandamentos. Amém Bom padre João Carlos. Bom dia a todos

    ResponderExcluir
  4. PARABÉNS PADRE JOAO CARLOS SUA CONSIDERAÇÃO DO EVANGELHO MUITO NOS AJUDA A OLHAR PARA DENTRO DE NÓS !!!!

    ResponderExcluir
  5. Bom dia Padre João Carlos vomo é bom iniciar o dia com essa meditação, estou passando por um problema de saúde problema intestinal constatado pelos exames como colite,ja passei por dois médicos e até agora não fiquei bom, mais posso confiar e dizer Jesus filho de David tem misericórdia de mim e com certeza ele vai me curar.Que nosso Senhor medico dos médicos nos ilumine e tire a nossa cegueira para caminhamos com ele e vivermos felizes na nossa fé.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sou graça landim de fortaleza como é bom receber estas mensagens vai me fortalecendo na fé e passo pra várias amigas sou muito grata ao senhor pe

      Excluir
  6. Bom dia padre João Carlos que o senhor tenha um ótimo dia abençoado e iluminado que papai do céu te proteja e nossa senhora auxiliadora envolve o senhor no seu caminho 🙌😇🌟🌟🌹
    Seguir Jesus não significa abraçar um mundo de facilidade,o caminho é realmente estreito,a porta é apertada mais, porém é o caminho da vida, é raros são aqueles que a encontrar.
    Sacrifício pelo qual hão de passar seus seguidores.
    E sem desanimemos,pois com Jesus caminhamos Para Vida Eterna.
    Maria é exemplo de verdadeira mulher a ser seguido.
    Caminho que leva sempre a Jesus Cristo, fidelidade ao caminho de santidade,ao plano de Deus.🙌🐑🌹💕

    ResponderExcluir
  7. Bom dia Padre João Carlos e obrigado Sempre. Estaremos em Oração para um Diálogo Íntimo com Jesus e de coração aberto ao Amor. Salve Maria, Mãe do Amor.🙏

    ResponderExcluir
  8. Boa tarde padre João Carlos sua bença tem

    ResponderExcluir
  9. boa tarde padre João Carlos. Suas homilias me ajudam muito. Deus te abençoe muito. E te ilumina. Fica com Deus.

    ResponderExcluir
  10. Boa tarde Padre João Carlos. Que Deus nos abençoe e nos proteja de todo mal,e nos dê muita saúde , paz e sabedoria.
    À história dos dois cegos é a nossa história. De toda forma, Senhor, estamos sempre necessitados de tua misericórdia. Por isso continuamos a te pedir: "Tem compaixão de nós, filho de Davi". Senhor Jesus, te peço que a luz da Fé seja sempre mais luminosa em nossas vidas. Que nunca nos falte a tua bênção , teu amor e tua proteção. Obrigado SENHOR...
    Boa tarde a todos... Fiquem com Deus.
    Ester de Campinas São Paulo.

    ResponderExcluir
  11. Tenha compaixão de nós filhos de Davi. Seja feito a tua vontade aqui na Terra como no Céu AMÉM!!!

    ResponderExcluir
  12. Senhor aumentai a minha fé, pois é nessa caminhada com vos que adquirimos perseveraça em tudo. que temos e que possamos atraves das nos forças e coragem. poder aliviar os nossos sofrimentos.

    ResponderExcluir
  13. Boa noite Padre João Carlos,muito obrigado por o senhor existir,agradeço a Deus por todos os Dias da minha vida,principalmente depois do ano de 2009,quando tive um problema de saúde muito serio e dai não tive mais minha saúde de volta,vivo pela graça sou vítima dessa,maldita conheça chamada depressão,conheça q só sabe quem a tem,mais eu já me preocupei muito com o que os outros falhavam, muitos de minha Família,me chamando de preguiçosa,entre outras coisas,mas Deus e tão maravilhoso que eu não me preocupo mais com essas pessoas,inclusive,amigos,ex:maridos e outra pessoas,por resolvi me enzolar mais dessas pessoas,que não me serve e Nei me ajuda em nada,só comprica,com falta de compriencao e paciência.sei que sou uma pessoa difícil,mais procuro ter muita paciência também,as pessoas da minha família q por sinal são todos assim, difiscis de convívio.mai estou procurando mudar na medida do possível me esfosso muito, mais devido a essa doença feito eu já falei acho que não To tendo muito sucesso,mais estou insistido vou a missa,escuto o seu programa,tomo meus remédios que tem hora q eu não aguento mais são 11 Anos tomando medicações,inclusive tenho três hérnia de disco na coluna.peço muita oração pra me é toda minha Família inclusiva pelas minhas filhas Kátia e Suzana,Amém

    ResponderExcluir
  14. peço oração também pelos netos,Henrique,Ana Paula,Antony e Arthur e subrios Caio,Otávio e Melissa e todos outros

    ResponderExcluir
  15. Boa noite padre João Carlos agradeço muito por esta recebendo essas mensagens do evangelho e a reflexão muito bom faz agente olhar dentro de nós e ter muita fé e gritar pra jesus filho de Davi tem misericórdia de nós e cura esse vírus coronavirus 19 por amor de Deus paz e bem jesus lhe abençoar e toda sua família amém,

    ResponderExcluir
  16. Boa noite padre joão carlos."Amém".ficou agradecida pelas meditacao que o senhor envia para nós. fortificar nosso conhecimento sempre escuto depois que faz o meu trabalho.Que o bom deus conceda essa desposicao contatemente chuva bença na sua jornalda padre joão carlos.

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião.
Desejando comunicar-se em particular com o Pe. João Carlos, use esse email: padrejcarlos@gmail.com ou o whatsapp 81 9.9964-4899.

Postagem em destaque

Vá e faça a mesma coisa

Eu já andava desconfiado que o bom samaritano do evangelho fosse Jesus. Agora, já não tenho mais dúvidas. Bom, Jesus contou a históri...