20200913

SÓ O PERDÃO TRAZ A PAZ AO CORAÇÃO



Senhor, quantas vezes devo perdoar, se meu irmão pecar contra mim? Até sete vezes? (Mt 18, 21)


13 de setembro de 2020, 24० Domingo do Tempo Comum

Há muita injustiça nesse mundo, muita maldade. Você, com certeza, já foi vítima de muita humilhação, de sofrimento gerado pelo egoísmo de alguém, pela difamação de uma pessoa amiga, pela traição no casamento, quem sabe. Há pessoas que convivem com grandes chagas abertas em sua memória ou mesmo no seu inconsciente. Profissionais que foram perseguidos por colegas que chegaram a perder seus postos de trabalho. Pais que tiveram um filho assassinado. Pessoas que foram violentadas, abusadas quando mais jovens. Um mar de sofrimento causado por pessoas próximas e distantes.

Diante do mal que nos fazem, a primeira reação é a indignação. A pessoa não se conforma, reage percebendo o mal que estão lhe fazendo. Não aceita, sente-se prejudicada, traída, humilhada. É uma atitude aceitável, a indignação. Uma reação justa. Não se acomodar diante da agressão, não permitir a continuação da ofensa, não permanecer na passividade diante do mal.

Agora, essa indignação pode virar ódio, desejo de vingança, revanche. Aí, vamos com calma. Você não pode permitir que o mal que lhe fizeram crie raízes em você, se reproduza no seu ódio, em projetos de vingança e de revanche. O mal se perpetua no mal. É uma onda de violência que puxa outra, não para mais. Você já ouviu falar daquelas cidades, no interior de Pernambuco, em que uma família matava a outra... ‘Mataram o meu filho... vou matar o filho dele também!’ ‘Mataram meu primo, vou me vingar!”. A vida daquelas pessoas virou um inferno, uma insegurança total, a cólera fervendo no coração daquele gente antes tão pacata... Só uma coisa estancou aquela tragédia que parecia sem fim: o perdão.

Só há um remédio para se reconstruir a vida: o perdão. O ódio e a vingança não resolvem, não curam a mágoa, nem o sofrimento causado pela difamação, pela traição, pela injustiça. Só o perdão pode trazer paz ao seu coração.

Claro, perdão não quer dizer que abro mão do direito de reparação, que não recorro à Justiça. Você se lembra do Papa João Paulo II, que levou um tiro de um jovem turco, muçulmano, que foi assassiná-lo na Praça de São Pedro, no Vaticano?! O santo Papa ficou entre a vida e a morte, coitado, e passou o resto da vida sentindo as consequências daquela agressão. Mas, aquele homem santo foi várias vezes visitar o seu agressor na penitenciária, para oferecer-lhe o perdão e acompanha-lo no seu caminho de conversão. Não deixou que o ódio tomasse conta do seu coração. A cadeia é a oportunidade do agressor se redimir, se reencontrar, se reabilitar. Se o tratamento que o agressor receber, dentro ou fora da cadeia, for de violência e crueldade, não resultará redimido, só embrutecido.

Ensinamento do livro do Eclesiástico: "O rancor e a raiva são coisas detestáveis; até o pecador procura dominá-las. Se não tem compaixão do seu semelhante, como poderá pedir perdão dos seus pecados?". E olha como Deus nos trata, reza o Salmo 102: "O Senhor não nos trata como exigem nossas faltas, nem nos pune em proporção às nossas culpas". 

Guardando a mensagem

Claro que perdoar não é fácil. Mas, um cristão tem o exemplo e os ensinamentos de Cristo. Ele sofreu uma morte muito cruel, mas morreu perdoando. Aliás, por sua paixão e morte oferecidas a Deus como sacrifício voluntário em nosso favor, fomos perdoados de nossos pecados. Nosso débito com Deus era impagável. E ele perdoou nossa dívida. À sua imitação, não podemos ter outro comportamento, senão perdoar as dívidas dos nossos semelhantes. E perdoar sempre. Não apenas quatro vezes, como ensinavam os rabinos e mestres da Lei. Nem só as generosas sete vezes que Pedro sugeriu. Sempre, perfeitamente. Setenta vezes sete, como Jesus prescreveu.

Senhor, quantas vezes devo perdoar, se meu irmão pecar contra mim? Até sete vezes? (Mt 18, 21)

Rezando a mensagem

Senhor Jesus,
Aquele empregado que não tinha com que pagar uma enorme dívida foi perdoado pelo seu patrão. Seu patrão teve misericórdia dele. Ele não tinha com que pagar, sua família toda seria prejudicada. O patrão cancelou o seu débito, todinho. E aquele mesmo empregado, perdoado de sua grande dívida, não esqueceu o pequeno débito de um companheiro seu. O seu colega não tinha com que pagar naquele momento, mas ele exigiu de toda forma e o pobre homem foi parar na cadeia por causa daquela ninharia. Senhor, esse empregado somos nós. Fomos perdoados de uma dívida impagável. Deus nos perdoou dos nossos pecados. Agora, ele espera que nós tenhamos também compaixão dos nossos irmãos e irmãs que nos ofendem. Ajuda-nos, Senhor, a ser misericordiosos, como o Pai. Seja bendito o teu santo nome, hoje e sempre. Amém.

Vivendo a palavra

Alguém lhe ofendeu, lhe fez mal, lhe prejudicou? Você já sabe o que tem que fazer. E você já sabe porque tem que fazer... 

E o nosso Curso Bíblico sobre o Evangelho de São Marcos começa segunda-feira. O Curso vai ser oferecido em 5 encontros, de segunda a sexta, das 16 às 17 horas. Eu vou ministrar o Curso, com transmissão pelo Youtube, pelo Facebook e pela Rádio Tempo de Paz. 

Se você ainda não se inscreveu, use este link que estou lhe enviando: INSCREVA-SE AQUI .  É só preecher os dados solicitados. Aproveite e compartilhe a informação com seus contatos. 

Pe. João Carlos Ribeiro, sdb

20 comentários:

  1. O exercício do pensamento prova nossas ações em qualquer lugar porquê rotularamos Jesus Cristo?Ele está entre nós, qual a entre vós é o menor, será o maior!Sei que entre os meus existe diversão,pensamentos nocivos! Vexxxxxxeee! Quemmm será?Usem o perdão ele fortalece,reconstituir socialmente.Que nada Jesus Cristo emprestei um dinheiro ao um colega ele vai me pagar caro!Ou menino você já devolveu aquele dinheiro da rifa da igreja? Não,Jesus emprestei a juros!Como é que é? Nossa,assim você está mim deixado triste! É comum tais comportamento no âmbito social,mas vamos tentar fazer diferente?A confiança é um valor social nunca passará ela não está em desuso.Vomos honra lá?Que tal começar pôr pequenas ações? Assim nos tornaremos grandes multiplicadores de volores.Sim,contaminaremos o planeta, pegaremos a força do universo que existe dentro de cada um e mundo precisa acreditar 🙏,que somos parte dele.Seremos multiplicadores, vamos nessa?

    ResponderExcluir
  2. Amém padre João Carlos bom dia.

    ResponderExcluir
  3. Que esse curso nos ajude a crescer sinda mais no conhecimento e na vivência da palavra de Deus.

    ResponderExcluir
  4. Maria José da Cunha13/9/20 09:31

    Que possamos ser mais semelhante a Jesus Cristo.

    ResponderExcluir
  5. Bom dia. Que sejamos mais generosos com nosso semelhante

    ResponderExcluir
  6. Senhor tende misericórdia de mimha nora e minha neta. Amém 🐟 🙏🙏🙏

    ResponderExcluir
  7. Amém Pe João Carlos uma santa semana.

    ResponderExcluir
  8. BOM DIA PADRE! Obrigada por sua disponibilidade e dedicação p conosco, nos oportunizando participar da Santa Palavra 🙏🙏🙏🙏🙏🙏

    ResponderExcluir
  9. Bom dia Padre João Carlos. Que o Espírito Santo de DEUS lhe conceda um dia de paz e muitas realizações.
    Deus perdoou nossos pecados, as ofensas que nós cometemos contra ele. Ajuda-nos, Senhor, a imitar a compaixão do nosso Deus e sermos capazes de perdoar setenta vezes sete sem contar. SENHOR, concedei-nos a generosidade do perdão e confota-nos em nossos dramas e em nossas dores com a tua bênção e com o teu amor.
    ( Só o perdão traz a paz ao coração.)
    Desejo à padre João Carlos e toda equipe da AMA um domingo muito feliz e abençoado.
    Ester de Campinas São Paulo.

    ResponderExcluir
  10. Gosto muito!E aínda estou evangelizando minhas amigas.Muito Obrigada.Me de sua benção

    ResponderExcluir
  11. Temos de perdoar no amor de Deus

    ResponderExcluir
  12. Boa tarde Padre João Carlos e obrigado pelas palavras aqui e pelas que receberemos na semana do curso Bíblico. Senhor Jesus fazei nossos corações semelhante ao Vosso e que possamos perdoar Sempre e também sermos perdoados por todos os nossos erros cometidos e continuemos na Oração.

    ResponderExcluir
  13. Boa noite, gosto muito da sua homilia e de seus ensinamentos, gostaria de participar desse curso

    ResponderExcluir
  14. Boa noite!
    Estou muito feliz em poder participar desse curso. É meu grande sonho.Faz tempo q espero por essa oportunidade.Gracas a Deus! Obrigada Senhor!

    ResponderExcluir
  15. Deus de bondade infinita, eu LHE agradeço pelo sacramento da reconciliação. Todavia, me ensine tirar do coração o rancor, o ódio, a raiva e a vingança. Me ensine perdoar com sinceridade, todas as pessoas. Me ensine orar com fé e humildade. Me ensine ter compaixão do meu semelhante. Me ensine viver para a SANTÍSSIMA TRINDADE. Me ensine ser todo do meu REDENTOR. Me ensine adorá-Lo da melhor forma possível. Isso eu LHE peço pela intercessão de Jesus Cristo, VOSSO querido filho e meu amado SALVADOR. Amém.

    ResponderExcluir
  16. Temos que pedir a Deus sempre o dom do perdão

    ResponderExcluir
  17. Que sempre eu tenha um coração que perdoa em nome de Jesus amém

    ResponderExcluir
  18. Boa noite Padre,sim temos que perdoatdos nossos irmãos,que seja qual for Amém Maria lucia martins Sant.Rib Preto .

    ResponderExcluir
  19. Boa tarde Pedre João Carlos, se eu digo no Pai Nosso, "Perdoai as minhas ofensas assim como perdou", estou assumindo um compromisso com o Pai. É sério.

    ResponderExcluir
  20. A melhor coisa q me aconteceu hoje, foi inscrever-me nesse curso.Amém.

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião.
Desejando comunicar-se em particular com o Pe. João Carlos, use esse email: padrejcarlos@hotmail.com ou o whatsapp 81 9.9964-4899.