20200606

AS DUAS MOEDINHAS

Em verdade lhes digo, esta pobre viúva deu mais do que todos os outros que ofereceram esmolas (Mc 12, 42)

06 de junho de 2020.

Jesus observou que uma pobre viúva depositou duas pequenas moedas no tesouro do Templo. E valorizou essa participação, aparentemente tão pequena. Viu também pessoas ricas fazendo suas ofertas. Comparou a viúva pobre e os ricos piedosos. Os ricos ofertaram o que lhes sobrava. Ela ofereceu ‘tudo quanto tinha para viver’.


Veja bem, dando as duas moedas que lhe fariam falta, ela deu algo de si mesma. As duas moedas a ajudariam em alguma coisa, um pão, um pouco de leite, quem sabe... Não deu do que lhe estava sobrando. Propriamente, não deu coisas fora de si. Empenhou-se a si mesma nesta oferta. Deu-se a si mesma. A viúva a si mesmo se ofereceu em oferta.

Os ricos que depositaram muito dinheiro no cofre do Templo, ofereceram muita coisa, mas não ofereceram nada de si, compreende? Nada daquilo representava mesmo algo de si mesmos. Aquele dinheiro todo não lhes faria falta, era coisa que já estava sobrando. Jesus podia até elogiá-los reconhecendo que tinham sido generosos. Mas, não. Não estavam implicados na oferta. A viúva, ah essa sim, fez a maior oferta. Deu de sua própria vida, tirou do seu próprio sustento. Sacrificou-se ao dar. Na verdade, a sua oferta era ela mesma.

A história da viúva das duas moedinhas é um exemplo vivo do ensinamento de Jesus: “Quem quiser me seguir, renuncie a si mesmo, tome cada dia sua cruz e me siga”. A viúva renunciou a si mesma. O discípulo vê isso na vida do seu Mestre. Foi assim que Jesus realizou sua missão. Ontem, no evangelho da festa de Cristo Rei (Lc 23), vimos Jesus na cruz, oferecendo-se por nós. Não fez como a maioria dos nossos líderes que “salvam-se a si mesmos”. Ele entregou a sua vida em sacrifício, em nosso favor. Ele é o nosso rei, o nosso guia, o nosso pastor. O bom pastor dá vida por suas ovelhas. O que a viúva fez está em sintonia com o modo como Jesus realizou sua missão. Depositando duas moedas, tudo o que ela tinha, ela estava oferecendo-se a si mesma.

Guardando a mensagem

No gesto de dar uma oferta no Templo, a viúva pobre não deu apenas algo fora de si, que não a empenhava, nem a implicava. Especialmente, entregou-se a si mesma, deu-se na sua pobreza e na sua necessidade. E o que é que a viúva tem com você? É fácil: na sua relação com a Igreja (que está no lugar do antigo Templo), espera-se que você não dê apenas coisas, exteriormente. O evangelho da viúva indica que você precisa entregar-se a si mesmo, a si mesma. Não basta cumprir o preceito de assistir a Missa aos domingos. É preciso que você faça do seu domingo uma Missa. E o compromisso do dízimo? É, ele é importante, mas só vale mesmo se você for a oferta principal, não o seu dinheiro. Rezar é importante? Sim, se rezar for o modo de você reconhecer o amor de Deus, colocando-se às suas ordens. O que você faz ou dá não é o mais importante. Só é importante se sua vida estiver sendo oferecida e entregue no sinal da oferenda.

Em verdade lhes digo, esta pobre viúva deu mais do que todos os outros que ofereceram esmolas (Mc 12, 42)

Rezando a palavra

Senhor Jesus,
Temos que reconhecer que nosso dízimo e nossas ofertas na Igreja estão muito longe do sentimento de entrega da viúva. Ela propriamente se deu em oferta, oferecendo o que lhe faria falta. A nossa oferta deveria representar a oferta de nós mesmos a Deus, mas quase sempre são apenas esmolas e migalhas que representam apenas o nosso pouco compromisso com a Igreja e com a sua missão. Converte-nos, Senhor. Dá-nos o coração da viúva pobre que a si mesmo se ofereceu em sua oferta. Seja bendito o teu santo nome, hoje e sempre. Amém.

Vivendo a palavra

Será que o evangelho está lhe pedindo alguma mudança? Responda no seu caderno espiritual.

Pe. João Carlos Ribeiro, sdb

10 comentários:

  1. José Lúcio6/6/20 08:05

    Que o exemplo fraterno da viúva sensibilize nossos corações à mudança de atitude, principalmente quanto a deixar de "dar a sobra" para oferecer parte de nós mesmos.

    ResponderExcluir
  2. Anônimo6/6/20 08:17

    Bom dia Padre João Carlos. Que seu dia seja abençoado pelo Sagrado coração de Jesus. Agradeço a MEDITAÇÃO e a REFLEXÃO com tanta riqueza espiritual e reflexiva...
    SENHOR, dá-nos a graça da conversão. Da-nos o coração da viúva pobre que a si mesmo se ofereceu em sua oferta... Jesus disse: "Quem quiser me seguir, renuncie a si mesmo , tome cada dia sua cruz e me siga". A viúva renunciou a si mesmo para seguir JESUS é seus ensinamentos.
    SENHOR JESUS, derrama sobre nós tuas bênçãos em abundância neste dia, e que todos os passos das nossas vidas sejam conduzidos pelas tuas mãos. Desejo , para Padre João Carlos e toda equipe da AMA um final de semana muito feliz repleto de muita saúde paz e alegria.
    Ester de Campinas São Paulo.

    ResponderExcluir
  3. Bomdia!!
    Senhor daí me um coração capaz de doar amor, compaixão, perdão.
    Daí me senhor um coração como desta viúva.

    ResponderExcluir
  4. Bom dia padre João Carlos que o senhor tenha um final de semana abençoado e iluminado que nossa senhora auxiliadora envolve o senhor no seu caminho 🙌😇🌹🌟
    Senhor Jesus, tu já nos deste tudo quando entregaste a ti mesmo.
    Tu nos pedes que entreguemos tudo a ti sem reserva.
    Nossa obediência, nosso amor a ti e a nós mesmos.
    Senhor Jesus que eu possa encontrar sabedoria e orientação, para me entregar a
    ti sem reserva
    🙋🌹💕

    ResponderExcluir
  5. Amém padre João Carlos bom dia, obrigada pelas suas palavras tão lindas.

    ResponderExcluir
  6. A oferta principal e integra é luta constante por uma sociedade mais humanizada,livre e integra,sem querer nada de retorno tudo de forma espontânea.Foi o Jesus Cristo viveu pregando.

    ResponderExcluir
  7. Padre joao carlos peço sua benção para meus familiares

    ResponderExcluir
  8. Padre João Carlos bom dia, Meu Jesus me dê um coração como o da viúva que ofereceu tudo que tinha para viver inclusive a se mesma, Jesus me dê um coração que saiba me doar à Deus um pouco do que eu tenho que é vosso que é vós que me deste que jamais eu deixe de ajudar ao meu irmão necescitado sem nem um interesse de retribuição. Socorro Martins

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião.
Desejando comunicar-se em particular com o Pe. João Carlos, use esse email: padrejcarlos@gmail.com ou o whatsapp 81 9.9964-4899.

Postagem em destaque

Vá e faça a mesma coisa

Eu já andava desconfiado que o bom samaritano do evangelho fosse Jesus. Agora, já não tenho mais dúvidas. Bom, Jesus contou a históri...