21 janeiro 2020

AS SUAS MÃOS


Jesus lhe disse: ‘Estende a mão’. Ele a estendeu e a mão ficou curada (Mc 3, 5)

22 de janeiro de 2020.

Olhe bem pra suas mãos. Olhou? Agora, me responda: O que as mãos representam? Mais uma chance. Olhe bem pra suas mãos... Olhou? E se suas mãos fossem defeituosas, haveria algum problema? Veja se você concorda comigo: As mãos representam a nossa capacidade de trabalhar, de ganhar o pão de cada dia. Claro, elas representam mais do que isso. Mas, com as mãos defeituosas vai ficar muito difícil você construir uma casa, fazer uma limpeza, digitar um texto, dirigir um carro, fazer o almoço... está vendo? As mãos têm a ver com o trabalho.

Se isso é verdade hoje, mais ainda no tempo do povo da Bíblia. O povo trabalhava no campo, na lavoura ou nas criações de gado ou ovelhas, na pesca, no artesanato... Com um defeito nas mãos, a pessoa estava impossibilitada de ganhar o pão de cada dia.

Bom, até aqui estamos de acordo. Então, vou lhe fazer outra pergunta: você já percebeu que a lei do sábado, no tempo de Jesus, tinha a ver com o trabalho? Na Bíblia, duas tradições sublinham o valor do sábado, no Antigo Testamento. No Livro do Êxodo, o sábado tem a ver com o descanso de Deus, e portanto, com a dignidade do trabalhador. No Livro do Deuteronômio, o sábado tem a ver com a saída da escravidão do Egito. Guardar o sábado é manter viva a memória da liberdade conquistada contra o regime do Faraó. A dignidade do trabalhador que é dono do sua capacidade de produção e pára para descansar e celebrar os frutos do seu trabalho; e a liberdade de um povo que nunca mais quer cair na escravidão e é dono de sua terra e de sua história. Esse é o sentido do sábado, no Antigo Testamento. Claro, que isso tem um sentido religioso. Só um povo senhor do seu trabalho e de sua história pode render glórias a Deus com a sua vida. Então, o sábado tem a ver com o trabalho.

E já que estamos nos entendendo, vamos ver o texto de hoje. Jesus está na sinagoga de Cafarnaum. É um dia de sábado, claro, dia do culto. E lá ele encontra um homem com a mão seca. Muita gente está de olho nele pra ver se ele vai curar no sábado. Curar é uma forma de trabalho. Para eles, isso não podia. Jesus fez uma pergunta incômoda. Ninguém respondeu. Ele perguntou se sábado era para fazer o bem ou fazer o mal? Ele sentiu a dureza do coração deles e ficou triste e aborrecido. E curou o homem da mão seca. Até aqui, tudo tranquilo. Agora, vamos prestar bem atenção no que ele disse àquele pobre homem.

Ele disse ao homem três coisas: ‘Levanta-te’ – ‘Fica aqui no meio’ – e ‘Estende a mão’. Essas palavrinhas fizeram toda a diferença. LEVANTA-TE! Você sabe, quando alguém se levanta assume uma posição, é um sinal de tomada de decisão. Ele estava sentado. Sentado é um sinal de passividade, de acomodação. Levantar-se é um sinal de desinstalação. De pé é a condição de Jesus ressuscitado. FICA AQUI NO MEIO! Pra que isso? Jesus podia tê-lo curado, sem tirá-lo do canto dele. Mas não, chamou-o para o meio. No centro da preocupação daquelas pessoas estava o sábado, a lei. Mas, no centro devia estar o homem necessitado. Que bela lição. ESTENDE A MÃO! Ele estendeu a mão e ela ficou curada. Se for a pessoa humana em sua necessidade a estar no centro de nossa preocupação, na religião (representada aqui pelo sábado na sinagoga) atua a força de Deus para devolver a dignidade da pessoa humana.  O homem foi restabelecido na sua capacidade de trabalhar, de ganhar o pão de cada dia com as suas mãos.

Guardando a mensagem

A ação de Jesus nos ajuda a perceber que é necessário deslocar a preocupação com a instituição ou com a lei para a pessoa humana. A pessoa humana é que deve ser o centro das atenções na religião, na economia, na política, em tudo. Na religião cristã, experimentamos a força de Deus que levanta os oprimidos e sofredores, fazendo-os sujeitos de sua história (Levanta-te!), reconhecendo a prioridade de sua situação (Vem para o meio!) e revelando a sua dignidade de filho de Deus (Estende a mão!). Uma fé comprometida com as pessoas, com os humildes, com os que têm alguma deficiência, com os doentes... Assim, o nosso culto fica verdadeiro. E nosso Deus, mais satisfeito conosco.

Jesus lhe disse: ‘Estende a mão’. Ele a estendeu e a mão ficou curada (Mc 3, 5)

Rezando a palavra

Senhor Jesus,

Não podemos entender como, depois de tudo o que fizeste, no final do culto na sinagoga, vários saíram se combinando para te eliminar. Essas pessoas colocavam a Lei no centro de sua vida social e religiosa e não aceitaram o teu ensinamento sobre colocar a pessoa humana no centro. Às vezes, em nossas família, nos esquecemos das pessoas e ficamos mais preocupados com a segurança dos bens que temos. E na escola, alguém se preocupa mais com o conteúdo a ser dado do que com os estudantes que estão aprendendo. E até na Igreja, corremos o risco de colocar no centro os ritos que executamos, nos esquecendo do povo que celebra. Obrigado, Senhor, por tuas lições. “O sábado foi feito para o homem, não o homem para o sábado”. Seja bendito o teu santo nome, hoje e sempre. Amém.

Vivendo a palavra

Hoje, ao lavar as mãos, olhe bem para elas e tente lembrar a história do homem da mão seca. Aproveite e reze pelos desempregados; e para que eles estejam no centro de nossas preocupações na Igreja e na sociedade.

22 de janeiro de 2020

Pe. João Carlos Ribeiro, sdb

20 comentários:

  1. Obrigada pela mensagem de hoje

    ResponderExcluir
  2. Jesus, surpreende os fariseus hipócritas. Curando o homem da mão seca. eu Maria Emília acho que ficarão de queixo caído.

    ResponderExcluir
  3. Obrigada Senhor Jesus por nós trazer essa Palavra no dia de hoje. Palavra que nos orienta agir no Espírito Santo de Deus, valorizando aquilo que é prioridade em nossas vidas!

    ResponderExcluir
  4. Obrigado senhor por mais este ensinamento.

    ResponderExcluir
  5. Bom dia padre João Carlos minhas mãos São muito importante para o meu trabalho e agradeço a Deus todos os dias pela minha saúde.senhorJesus olha para os desempregados quê não tem mão seca e não tem oportunidade de emprego bendito seja o seu nome senhor 🙋

    ResponderExcluir
  6. Obrigado senhor por mais um dia com minhas mãos intactas!

    ResponderExcluir
  7. Obrigada Senhor pela sabedoria que concedes ao pe.Joãa ao comentar Teus ensinamentos;dai_nos a luz necessária para a compreendermos!tende misericórdia Senhor dos que não tem trabalho e dos que não gozam saúde.Amem

    ResponderExcluir
  8. Bom dia Padre João Carlos. Obrigado, pela MEDITAÇÃO da palavra de DEUS, que recebo todos os dias. JESUS lhe disse: 'Estende a mão'. Ele a estendeu e a mão ficou curada ( Mc 3,5) JESUS, derrama sobre nós tuas bênçãos e nos ajuda , para podermos experimentar a força de Deus, que levanta os oprimidos e sofredores...Obrigado, SENHOR, tuas lições e por ter curado as mãos secas daquele homem. Peço-te também, Jesus, pelas pessoas desempregadas que precisam defender o seu pão... SENHOR, abençoa o dia de Padre João Carlos e de todos da AMA.

    ResponderExcluir
  9. Obrigada Senhor! Agradecida por ter no nosso meio uma pessoa ungida que passa para nós esses conhecimentos de sua Palavra.

    ResponderExcluir
  10. Senhor abra as portas para o necessitados.
    Dê uma nova oportunidadea cada um.

    ResponderExcluir
  11. Bom dia Pe. João Carlos por nos levar hoje e sempre a meditação da palavra de Deus que nos enrriquece Espiritualmente, nos dando forças para continuar cada dia mais perserverantes na missão que o Senhor Jesus nos confiou! Bela reflexão! muito obrigada!

    ResponderExcluir
  12. Boa tarde padre João Carlos lendo a meditação leva nos refletir sobre nosso país , que tem milhões de desempregados e que muitas vezes sofrem por não ter um grau de estudo suficiente mas querem ganhar seu pão de cada dia com diguinidade,e são deixados de lado por quem tem estudo e só querem explorar o trabalhador ..

    ResponderExcluir
  13. Boa tarde padre João Carlos agradeço a Deus todos os dias pelo Evangelho as nossas mãos.É muito Importante por que é com as mãos que fazemos as coisas nosso trabalho levantamos as mãos para o céu pedindo bênçãos. Obrigado pela meditação.Deus abençoe 🙏🙏🙏

    ResponderExcluir
  14. Bela reflexão padre obrigada para o meu crescimento espiritual um abraço

    ResponderExcluir
  15. Boa tarde Pe João Carlos, tanto o EVANGELHO COMO A MEDITAÇÃO nos encina que devemos esperar e confiar em Deus que ele tudo pode. Ele é o Deus do impossível .

    ResponderExcluir
  16. Boa tarde Padre João Carlos obrigada pela reflexão de hoje. O homem da mão seca foi curado por Jesus e retornou a uma nova de trabalho. Rezamos pelos desempregados para que possam ser percebidos pela sociedade como pessoas que necessitam de trabalho para ganharem honestamente o pão de cada dia.por você minhas orações.

    ResponderExcluir
  17. Meu Deus e meu tudo, meu supremo tesouro, eu LHE agradeço pelas santas missas que já participei. No entanto, me ajude servi-Lo da melhor forma possível. Me ajude com um bom livramento. Me ajude alcançar a salvação. Me ajude ficando comigo para sempre. Me ajude com a VOSSA proteção. Me ajude curando os doentes do corpo e da alma. Me ajude ter um coração generoso e misericordioso. Me ajude vencer o mal. Isso eu LHE peço pela intercessão de Jesus Cristo, VOSSO querido filho e meu amado SALVADOR. Amém.

    ResponderExcluir
  18. Boa noite padre João. Carlos preciso muito das minha mão para trabalhar cuida da minha casa e dá minha família obrigado padre por todo dia mim da a palavra de Deus tou muito Feliz amém

    ResponderExcluir
  19. Boa noite padre João obrigada pela reflexão mande sempre pra mim pois serve muito pro meu crescimento espiritual Deus lhe abençoe sempre e Nossa Senhora esteja sempre com o senhor um abraço

    ResponderExcluir
  20. Boa noite padre João Carlos,que Deus o abençoe sempre ! Obrigada pela mensagem de Deus enviada todos os dias.

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião.
Desejando comunicar-se em particular com o Pe. João Carlos, use esse email: padrejcarlos@hotmail.com ou o whatsapp 81 9.9964-4899.