24 dezembro 2019

ESSA CRIANÇA TEM NOME

E tu, Menino, serás chamado profeta do Altíssimo, pois irás adiante do Senhor para preparar-lhe os caminhos (Lc 1, 76)



24 de dezembro de 2019


Nesta véspera do Natal, antes da celebração da Vigília e da Noite do Natal, somos convidados a renovar nosso compromisso com a defesa e a proteção da vida que nasce. Hoje, lemos e rezamos o louvor do pai da criança que veio com a missão de preparar os caminhos de Jesus. Estamos falando de Zacarias, o pai e de João Batista, seu filho. 

Uma criança não é obra do acaso, a vida humana é obra de Deus. Na chegada de uma criança, há algo de especial, de inesperado, por mais que os pais se preparem. A criança não é o fruto de um planejamento. Os pais podem, responsavelmente, planejar-se para acolher do melhor modo possível a vida que vai chegar. Mas, não a produzem, a acolhem. E o ser humano que chega, gerado pelos pais, já estava no pensamento de Deus, antes de existir. O jovem Jeremias ouviu Deus lhe dizer: “Antes de te formar no seio materno, eu te conheci; antes de saíres do ventre de tua mãe, eu te consagrei”. O servo de Javé do Livro do profeta Isaías declarou: “O Senhor chamou-me antes de eu nascer, desde o ventre de minha mãe ele tinha na mente o meu nome”. O ser humano é obra do Deus criador, no milagre da geração humana e na criação de sua alma.

Os parentes e vizinhos de Izabel alegram-se com ela. Surpreendem-se com a ação misericordiosa de Deus na vida daquele casal idoso e estéril. Reconhecem a obra de Deus na vinda daquele menino ao mundo. Intuem que aquela criança está destinada a uma missão muito especial. Dos fatos do nascimento e circuncisão do filho de Isabel, podemos recolher lições importantes para nós, hoje. Recolhamos, ao menos, três lições. 

Primeira lição: desejar e acolher o filho. Aqueles pais idosos, sem filhos pela esterilidade da mãe, desejavam o filho. Pediram muito a Deus por isso. O anjo disse a Zacarias, quando este oficiava no Templo: “Deus ouviu tua súplica”. O Senhor, no seu tempo, lhes concedeu esse dom tão precioso. Desejar o filho é a primeira atitude dos que constituem família. Ser pai e mãe é responder a uma vocação, a um chamado especial de Deus. Filho dá trabalho, altera a vida do casal. Mas, ao desejar e acolher um filho, os pais realizam a sua vocação, fonte de felicidade e realização.

Segunda lição: dar-lhe um nome. Os judeus circuncidavam o menino no oitavo dia e lhe davam o nome nessa cerimônia familiar, pela qual inseriam a criança na aliança com Deus. Dar um nome é dar uma identidade, assegurar-lhe um lugar na família e no seu povo. A vida de um ser humano é um mistério de possibilidades abertas ao futuro. Não é apenas uma continuação dos pais. Na casa de Isabel, os parentes ficaram confusos. O menino recebeu um nome em desacordo com a tradição familiar, não recebeu o nome do pai. “João é o seu nome”, escreveu o pai numa tabuinha. Foi um gesto de obediência a Deus que tinha mandado dar esse nome, em vista da missão que o menino desempenharia. A criança precisa ter um nome, um sobrenome, uma identidade, um lugar na família, na sociedade. As famílias cristãs dão nomes cristãos aos seus filhos, providenciam seu registro de nascimento, integram-nos na comunidade dos discípulos pelo batismo e os educam para serem úteis e significativos na sociedade. Dão-lhe um nome.

Terceira lição: Sermos solidários com as famílias. Foi essa a atitude dos parentes e vizinhos do abençoado casal. Eles alegraram-se com Izabel, na gravidez e no nascimento da criança, ao perceber como o Senhor tinha sido misericordioso para com ela. Uma atitude de fé e de exultação interior. Uma parenta de Izabel mostrou-se particularmente solidária: Maria. Ela esteve presente, ajudando sua prima nos últimos três meses da gestação. Maria e outros parentes e vizinhos mostraram-se próximos, solidários, interessados no bem daquela família. 




Guardando a mensagem

No dia de hoje, em que nos preparamos para o Natal de Jesus, ouvimos o pai de um recém-nascido, Zacarias, louvando a Deus, no oitavo dia do seu nascimento, no dia em que lhe deu o nome de João. Recolhamos as lições do evangelho no cuidado e na defesa da vida das crianças. Primeira lição: desejar e acolher o filho; Segunda lição: dar-lhe um nome; Terceira lição: Sermos solidários com as famílias e suas crianças. Cuidar bem dos próprios filhos e nos sentirmos todos responsáveis pela defesa e proteção das crianças.

E tu, Menino, serás chamado profeta do Altíssimo, pois irás adiante do Senhor para preparar-lhe os caminhos (Lc 1, 76)

Rezando a palavra

Façamos nossas as palavras do Canto de Zacarias, o pai da criança:

Serás profeta do Altíssimo, ó menino,
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos,
anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;
pelo amor do coração de nosso Deus,
sol nascente que nos veio visitar lá do alto
como luz resplandecente a iluminar
a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados
e para dirigir os nossos passos,
guiando-nos no caminho da paz.

Vivendo a palavra

Havendo uma oportunidade,neste natal, faça um gesto de atenção em relação a uma família pobre e suas crianças.

A sugestão é que, hoje ou amanhã, dia de natal, você reúna sua família e faça um breve momento de oração. Em nossas redes sociais, colocamos um roteiro para uma celebração de natal em família. Veja se pode ajudar!

Pe. João Carlos Ribeiro, sdb - 24 de dezembro de 2019.

9 comentários:

  1. Glória a vós Senhor! ! Que Jesus seja a fonte de amor em minha vida.Feliz Natal Padre! !!

    ResponderExcluir
  2. Olha, para os outros irmãos sentir no coração alegria de festejar e transbordar o amor pelo que faz, feliz Natal.

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Padre João Carlos. Deus abençoe o seu dia o seu lindo trabalho Missionário... Agradeço a rica MEDITAÇÃO DA PALAVRA DO SENHOR e a REFLEXÃO que recebo todos os dias. É tu, menino,serás chamado profeta do Altíssimo, pois irás adiante do Senhor para preparar-lhe os caminhos ( Lc 1, 76 ). Pelo amor do coração de nosso, sol nascente que nos veio visitar lá do alto como luz resplandecente a iluminar a quantos jazem entre as trevas e na sombra da morte estão sentados e para dirigir os nossos, guiando-nos no caminho da Paz. Que Deus abençoe o nosso dia e faça transbordar o amor em cada VIDA,em cada lar, em cada pessoa que sabe e sente o verdadeiro sentido do NATAL. Desejo um Natal repleto de amor e muita paz para padre João Carlos e toda equipe da AMA. Ester de Campinas São Paulo

    ResponderExcluir
  4. Padre João Carlos meu amigo querido, Abençoado e FELIZ NATAL com muita saúde, que o menino JESUS ilumine sempre sua vida. sua bênção

    ResponderExcluir
  5. Desejo um feliz Natal muita saúde, paz e que o Senhor te abençõe todos os dias de sua vida.
    Louvores ao rei dos reis.
    Viva Jesus.

    ResponderExcluir
  6. Bom dia padre João Carlos, me chamo Larissa . Um Natal abençoado para o senhor e toda sua família. Que a paz e a alegria do nosso Deus esteja sempre conosco. Padre gostaria de receber a Meditação da Palavra e a Reflexão diária. O senhor pode me enviar ? Telefone 21 965173500 e-mail larissacortes@yahoo.com.br
    Obrigada padre!

    ResponderExcluir
  7. Pai de Bondade, eu LHE agradeço pela salvação que é para todos. No entanto, me conceda a graça de ter a verdadeira paz. Me conceda a graça, ficando comigo para sempre. Me conceda a graça de servi-Lo com santidade e justiça. Me conceda a graça defendendo e protegendo o VOSSO povo. Me conceda a graça de ter uma vida tranqüila. Me conceda a graça de abandonar a impiedade, a maldade e as paixões mundanas. Me conceda a graça de viver neste mundo com equilíbrio, justiça e piedade. Me conceda a graça de ser purificado. Me conceda a graça de praticar o bem. Me conceda a graça de viver repleto do Espírito Santo. Me conceda a graça de bendizê-Lo com sinceridade. Me conceda a graça de ser misericordioso. Me conceda a graça, perdoando os meus pecados. Isso eu LHE peço pela intercessão do menino Jesus, VOSSO querido filho e meu amado SALVADOR. Amém.

    ResponderExcluir
  8. Boa tarde padre João Carlos desejo o senhor um feliz Natal com muita paz amor e felicidade saúde que menino Jesus traga muitas alegrias bênção pro senhor e toda sua familia obrigado padre João Carlos agradeço por todas palavras abençoada Deus nos Ilumine sempre Amém 🙏🙏🙏🙏🙏

    ResponderExcluir
  9. Feliz Natal Padre João Carlos obrigado por nos dar a palavra de Deus todos os dias Deus o Abençoe Grandemente ❤️

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião.
Desejando comunicar-se em particular com o Pe. João Carlos, use esse email: padrejcarlos@hotmail.com ou o whatsapp 81 9.9964-4899.