Meditação da Palavra

06 maio 2016

Comunicação e Misericórdia

Jornada Mundial das Comunicações 2016
COMUNICAÇÃO E MISERICÓRDIA

As sete palavras

A misericórdia é o traço característico da Igreja ser e agir. Jesus, o seu Senhor, é a encarnação do Deus misericordioso. Assim, cada gesto, cada palavra da Igreja tem que expressar a compaixão, a ternura e o perdão de Deus para todos. Esse é o teor da mensagem do Papa Francisco para o dia mundial das comunicações deste ano.


Sete palavras podem resumir essa mensagem para a celebração de 50 anos da jornada mundial das comunicações sociais: criar pontes, curar feridas, reconciliar, libertar, acolher, partilhar e escutar.

Criar pontes. A comunicação favorece o encontro e a inclusão. A palavra do cristão visa fazer crescer a comunhão e, mesmo quando deve com firmeza condenar o mal, procura não romper jamais o relacionamento e a comunhão. Criar pontes.

Curar feridas. A misericórdia tem o poder de curar as relações dilaceradas e de restaurar a paz e a harmonia entre as famílias e nas comunidades. Ressentimentos antigos deixam as pessoas presas, doentes. Curar feridas.

Reconciliar. Um alerta a quem está à frente da comunidade, aos formadores de opinião: não envenenar a sociedade com mensagens que incitem a desconfiança, o medo e o ódio. Antes, orientar para a reconciliação, abrir caminhos de solução para os conflitos. Reconciliar.

Libertar. Um alerta para quem fala em nome da Igreja: nada de comunicação como expressão de orgulho e humilhação dos marginalizados. Julgamos as situações, denunciamos o mal, a injustiça, a corrupção. Mas, não podemos julgar as pessoas. Não somos Deus, não temos condição de dizer quem é santo e quem é pecador. A palavra da Igreja é, como palavra de Jesus, para libertar, não para condenar. Libertar.

Acolher. Pensemos a sociedade como uma grande família, não como um espaço onde estranhos estão em competição; como uma grande família, onde a porta da casa está sempre aberta.

Partilhar. Comunicar significa partilhar e partilha exige a escuta, o acolhimento. Partilhar.

Escutar é mais do que ouvir. Ouvir é no âmbito da informação. Escutar significa ser capaz de compartilhar questões e dúvidas, caminhar lado a lado, colocar-se a serviço. É mais fácil fingir-se de surdo. Escutar significa prestar atenção, tentar compreender, dar valor ao outro. Escutar.

Sete palavras que podem resumir a mensagem para a 50ª Jornada Mundial das Comunicações Sociais: criar pontes, curar feridas, reconciliar, libertar, acolher, partilhar e escutar.

Comunicação e Misericórdia, um encontro fecundo.


Pe. João Carlos Ribeiro