PADRE JOÃO CARLOS - MEDITAÇÃO DA PALAVRA: Você e eu somos os cegos.

Você e eu somos os cegos.




02 de dezembro de 2022

Sexta-feira da 1ª Semana do Advento


EVANGELHO


Mt 9,27-31

Naquele tempo, 27partindo Jesus, dois cegos o seguiram, gritando: “Tem piedade de nós, filho de Davi!” 28Quando Jesus entrou em casa, os cegos se aproximaram dele. Então Jesus perguntou-lhes: “Vós acreditais que eu posso fazer isso?”
Eles responderam: “Sim, Senhor”. 29Então Jesus tocou nos olhos deles, dizendo: “Faça-se conforme a vossa fé”. 30E os olhos deles se abriram. Jesus os advertiu severamente: “Tomai cuidado para que ninguém fique sabendo”. 31Mas eles saíram, e espalharam sua fama por toda aquela região.

MEDITAÇÃO


Tem compaixão de nós, filho de Davi! (Mt 9, 27)

O texto de hoje conta a história de dois cegos que seguiram Jesus, gritando por ajuda. Chegando à casa, eles tiveram uma conversa com ele. Jesus lhe tocou os olhos e eles ficaram curados. O Mestre lhes pediu para não saírem espalhando o fato, mas foi perdido. Eles saíram falando pra todo mundo.

O evangelho não tem interesse em ficar contando milagres de Jesus, de qualquer jeito. Não é um “testemunho” pra chamar clientes para o próprio empreendimento religioso, como vemos hoje no rádio e na televisão. A narração dos milagres são catequeses sobre Jesus e nosso encontro com ele. É assim que vamos olhar para esse texto, como uma catequese sobre a fé.

Fé? Por que eu falei “fé”? Porque as histórias de cegueira física, no evangelho, são particularmente formas de falar da cegueira espiritual, da resistência ou da incompreensão diante da pessoa de Jesus ou do projeto de Deus. Cegueira, neste sentido, representa a falta de fé. Para confirmar essa compreensão, basta lembrar que, segundo o texto de Isaías que Jesus leu na sinagoga de Nazaré, “dar vista aos cegos” era um dos sinais da salvação trazida pelo Messias.

Afinal, quem são os cegos? Melhor, quantos são os cegos? Sua resposta: dois, precisamente. Lembre-se do início do evangelho de Mateus. Jesus chamou primeiro dois irmãos: André e Simão. Depois, chamou mais dois: Tiago e João. E na história do filho pródigo, o pai tinha dois filhos. E outro pai falou com seus dois filhos para irem trabalhar na sua vinha. E na cruz, havia dois ao lado de Jesus, crucificados também. Eu só posso pensar nesses dois cegos como discípulos. E discípulos são os que receberam o convite para seguir Jesus e puseram-se a caminho com ele.

Por falar nisso, escute bem o que está escrito: “dois cegos começaram a segui-lo”. E diferentemente de outro cego, que Jesus parou para atendê-lo, esses seguiram Jesus até à casa dele. E foi dentro de casa, que eles se aproximaram de Jesus e conversaram com ele. Seguimento, caminho, casa são indicações da condição de discípulos. Então, a história dos cegos é uma representação dos discípulos. E quando falamos de discípulos, não estamos falando só dos doze apóstolos, estamos falando das centenas de homens e mulheres que tinham Jesus como referência e até, muitos deles, andavam com ele.

E qual é a catequese sobre a fé que há nesse texto? Vamos recolher três lições. A primeira: A fé nos põe no caminho de Jesus e vai se firmando, a cada passo. Os dois eram cegos e começaram a seguir Jesus. Gritavam por compaixão. É no caminho que a fé vai se firmando, se aclarando, se consolidando. Lembra a história dos 10 leprosos? Foi no caminho, indo para Jerusalém, que eles se deram conta que estavam curados. A fé vai crescendo no caminho que eu vou fazendo com Jesus.

A segunda lição: A fé nos leva para a comunidade. Os cegos entraram na casa de Jesus (que é a casa de Pedro e de André). Na intimidade da casa, eles se aproximam de Jesus. É a comunidade que nos proporciona essa aproximação com Jesus, essa intimidade com ele. Os cegos-discípulos são acolhidos na família de Jesus, na sua casa, na sua comunidade.

A terceira lição: A fé é aprofundada num diálogo esclarecedor, que chamamos de catequese. Jesus dialoga com os dois. Pergunta se acreditam nele. Eles respondem que sim. Jesus toca nos olhos deles e diz “que seja feito conforme a sua fé”. E os olhos deles se abriram. Isso nos faz lembrar aqueles dois discípulos de Emaús. Após a catequese que Jesus fez no caminho, ceando com eles, fez os gestos da última ceia. Àquela altura, seus olhos se abriram. Eles viram Jesus ressuscitado. Devíamos falar de catequese e liturgia, mas não vamos complicar.


Guardando a mensagem

Você e eu somos os cegos. Mesmo com uma fé incompleta e frágil, começamos a seguir Jesus. Somos testemunhas que nossa fé vai se fortalecendo à medida em que vamos caminhando com ele. O caminho nos leva à sua casa, à sua comunidade, na qual somos acolhidos. A comunidade nos comunica a verdade sobre Jesus e celebra conosco a sua obra redentora. Na comunidade, os nossos olhos se abrem. E nos fazemos seus missionários, espalhadores de sua mensagem. Nosso testemunho não é que ele está operando milagres (ele não está interessado nesse tipo de propaganda). Testemunhamos que o encontramos, que somos um milagre dele. Éramos cegos e agora vemos. Vivemos iluminados pela fé.

Tem compaixão de nós, filho de Davi! (Mt 9, 27)

Rezando a palavra

Senhor Jesus,
a história dos dois cegos é a nossa história. A cegueira física é uma representação da nossa cegueira espiritual. Com uma fé ainda frágil, nós nos colocamos no teu seguimento, respondendo ao teu chamado para sermos teus discípulos. É na caminhada contigo que a nossa fé vai se robustecendo. E a fé nos leva à comunidade, à vida de comunhão contigo e com os irmãos. Na catequese e na celebração, vemos com clareza sempre crescente o projeto do Pai que se realiza em ti e a nossa vocação de filhos e filhas de Deus. De toda forma, Senhor, estamos sempre necessitados de tua misericórdia. Por isso, continuamos a te pedir: “Tem compaixão de nós, filho de Davi”. Seja bendito o teu santo nome, hoje e sempre. Amém.

Vivendo a palavra

Faça seu este pedido insistente dos cegos: “Tem compaixão de nós, filho de Davi”. Nesta prece, repetida várias vezes durante o dia de hoje, peça que a luz da fé seja sempre mais luminosa em sua vida.

Comunicando

Neste mês de dezembro, faço Show no Recife, na festa do Morro da Conceição (no dia 7); em Monteirópolis,  Alagoas (no dia 9); em Ibimirim, sertão pernambucano (no dia 11); em Cruz de Rebouças, Igrarassu (no dia 13); em Morro do Chapéu, Bahia (no dia 30) e em Lençóis, também na Bahia (no dia 31). 

Pe. João Carlos Ribeiro, sdb

23 comentários:

  1. Que essas palavras do Santo Evangelho perdoe os nossos pecados, amém.

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Pe João Carlos, sua benção e sua proteção, que Deus nos ilumine e nos proteja, em nossa caminhada, que Deus nos dê saúde, paz, união em minha família, que Deus nos acompanhe e nos proteja em nossa viagem. Obrigada pelas meditações Amém 🙏🙏🙏🙏

    ResponderExcluir
  3. Bom dia padre João Carlos a sua benção que bela homilia. Que Jesus nos ilumine

    ResponderExcluir
  4. Maravilhosa reflexão "Senhor fazei que eu veja '"Feliz Advento sr Padre João Carlos

    ResponderExcluir
  5. Senhor tende misericórdia de nós e aumenta a minha fé amém!peço oração pela minha filha aumenta a fé nela ela precisa de ti Senhor!

    ResponderExcluir
  6. Luz de Deus em minha vida é Jesus.

    ResponderExcluir
  7. Peço pela minha vida e saúde me salva da depressão e de um espírito que mim pecegui todo tempo

    ResponderExcluir
  8. Bom dia obgdo padre João Carlos Amem 🙏🏿🙏🏽🙏🏿🙏🏿🙏🙏🏽🙏🏿🙏🙏🏿🙌🙌🙌🙌

    ResponderExcluir
  9. Bom dia Pe. João Carlos, Peço sua benção. Sou de Lages SC e agradeço ao senhor por todas as meditações que recebo todos os dias. Estamos passando tempos difíceis e seu conforto nos anima todos os dias para não fraquejamos na fé. Deus o ilumine e proteja sempre. Francisco de Assis Mattia.

    ResponderExcluir
  10. Bom dia Padre,como faço para receber sua meditação por whatsapp?

    ResponderExcluir
  11. Muito obrigada padre, que Deus te abençoe,e todo o seu trabalho ,que Deus aumente a nossa fé amém.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pe . Joao Carlos belíssima reflexão do evangelho que Deus lhe ilumine sempre.

      Excluir
  12. Glória a Vós Senhor!
    Como esses dois cegos foram, também precisamos ser, persistentes acreditando que DEUS realiza milagres, não importa a nossa necessidade, se confiarmos e tivermos uma fé perseverante, seremos no tempo de DEUS atendidos, muitas vezes não com o que queremos, mas sempre com aquilo que precisamos, isto é, com o melhor que podemos receber, pois sabemos que Sua Misericórdia e Seu Amor são infinitos, então Sua Graça é abundante também por aqueles que permanecem fiéis.
    Muitos não recebem a Graça porque não estão preparados ainda, pois sabemos que Jesus não quer apenas curar fisicamente e sim curar, libertar e salvar nossa alma, sendo assim só precisamos aceitar o convite abrir nossos corações para Ele a Luz do mundo fazer morada, assim irmos aceitando os ensinamentos da conversão diária, decididos a obedecer, confiar e perseverar até o fim,.

    ResponderExcluir
  13. Amém! 🙏
    Deus abençoe a todos que ouvem a palavra e as aplica. É incrível como nossa vida muda depois que procuramos intimidade com Jesus.

    ResponderExcluir
  14. MARIA BATISTA UM dia de bênçãos para o sr. Padre João Carlos. Obrigada pela catequese diária que nos envia. Peço à NOSSA SENHORA AUXILIADORA que o proteja sob seu SANTO MANTO, na caminhada Missionária Sacerdotal do sr. O cuidamos daqui com nossas preces. SUA BÊNÇÃO.

    ResponderExcluir
  15. Bom dia , Deus abençoe o mu de inteiro

    ResponderExcluir
  16. 02/11/22 10:32 senhor eu creio mas almentai a minha fé

    ResponderExcluir
  17. Tenha compaixão de nós filho di Davi liberta minha filha Karin e meu sobrinho Rafael muita luz Sua benção padre muita luz

    ResponderExcluir
  18. Padre ajude me tenho um primo que precisa de ajuda

    ResponderExcluir

  19. Deus da vida, eu LHE agradeço por todas as curas. No entanto, me ensine seguir o caminho do discipulado, da humildade, da fé, da oração, da santificação, da sabedoria e da libertação. Me ensine viver e pregar a VOSSA palavra. Me ensine fugir da prepotência, da trapaça, do mal e do pecado. Me ensine ser justo e ter o santo temor. Me ensine honrá-Lo. Isso eu LHE peço por Cristo Nosso Senhor. Amém.

    ResponderExcluir
  20. Ó meu bom e amado Jesus: eu quero enxergar; ver o mundo com a luz do evangelho, que é somente ti, meu Senhor e meu Deus. Amém.

    ResponderExcluir
  21. Gratidão a Deus e Jesus pela minha vida

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião.
Desejando comunicar-se em particular com o Pe. João Carlos, use esse email: padrejcarlos@gmail.com ou o whatsapp 81 3224-9284.

Postagem em destaque

Vocês também querem ir embora?

20 de abril de 2024 Sábado da 3ª Semana da Páscoa    Evangelho   Jo 6,60-69 Naquele tempo, 60muitos dos discípulos de Jesus, que o escutaram...

POSTAGENS MAIS VISTAS