PE. JOÃO CARLOS - BLOG DA MEDITAÇÃO DA PALAVRA: As orientações de Jesus para os tempos de crise

As orientações de Jesus para os tempos de crise


Cena da guerra na Ucrânia



13 de novembro de 2022

33º Domingo do Tempo Comum

6º Dia Mundial dos Pobres



EVANGELHO


Lc 21, 5-19


Naquele tempo, 5algumas pessoas comentavam a respeito do Templo que era enfeitado com belas pedras e com ofertas votivas.
Jesus disse: 6“Vós admirais estas coisas? Dias virão em que não ficará pedra sobre pedra. Tudo será destruído”.
7Mas eles perguntaram: “Mestre, quando acontecerá isto? E qual vai ser o sinal de que estas coisas estão para acontecer?”
8Jesus respondeu: “Cuidado para não serdes enganados, porque muitos virão em meu nome, dizendo: ‘Sou eu!’ e ainda: ‘O tempo está próximo’. Não sigais essa gente! 9Quando ouvirdes falar de guerras e revoluções, não fiqueis apavorados. É preciso que estas coisas aconteçam primeiro, mas não será logo o fim”.
10E Jesus continuou: “Um povo se levantará contra outro povo, um país atacará outro país. 11Haverá grandes terremotos, fomes e pestes em muitos lugares; acontecerão coisas pavorosas e grandes sinais serão vistos no céu.
12Antes, porém, que estas coisas aconteçam, sereis presos e perseguidos; sereis entregues às sinagogas e postos na prisão; sereis levados diante de reis e governadores por causa do meu nome. 13Esta será a ocasião em que testemunhareis a vossa fé.
14Fazei o firme propósito de não planejar com antecedência a própria defesa; 15porque eu vos darei palavras tão acertadas, que nenhum dos inimigos vos poderá resistir ou rebater. 16Sereis entregues até mesmo pelos próprios pais, irmãos, parentes e amigos. E eles matarão alguns de vós.
17Todos vos odiarão por causa do meu nome. 18Mas vós não perdereis um só fio de cabelo da vossa cabeça. 19É permanecendo firmes que ireis ganhar a vida!”



MEDITAÇÃO


Quando vocês ouvirem falar de guerras e revoluções, não fiquem apavorados (Lc 21, 9)

O quadro descrito no evangelho de hoje (Lc 21, 5-19) é, no mínimo, preocupante. Jesus anuncia guerras, revoluções, terremotos, perseguições. E, ainda assim, nos tranquiliza.

A destruição do Templo de Jerusalém é o modelo de toda crise. “Não ficará pedra sobre pedra”, disse Jesus a quem estava admirando a grandeza e a beleza do Templo de Herodes. Viria tudo abaixo. Coisa que não se poderia esperar, nunca. O Templo de Jerusalém não era só o símbolo da nação judaica, sede do Sinédrio, meta de peregrinações... Era a casa de Deus, onde ele recebia as oferendas e sacrifícios do seu povo, onde estava a arca com as tábuas da Lei, lugar de sua presença poderosa. Quarenta anos depois dessas palavras de Jesus, vieram os romanos e queimaram, saquearam, destruíram o Templo e a cidade. A crise atingiu todos os níveis: o desmantelamento das instituições, o desencanto com a fé, a dispersão do povo. A destruição do Templo de Jerusalém é o modelo de toda crise.

Crises, os discípulos e a comunidade enfrentariam, sempre. Então, Jesus descreveu três níveis de crise, que, na verdade, nunca faltaram na história: guerras, desastres naturais e perseguição. Guerras e revoluções, seguidas de fome e pestes. Cataclismos naturais como terremotos e outros. E perseguição e prisão dos discípulos, movidas até pelos próprios familiares.

Jesus não somente descreve as situações de crise, mas nos orienta como nos comportar nesses momentos. Assim, no evangelho de hoje, podemos já recolher três dos seus ensinamentos.

O primeiro ensinamento é este: não confiar em grandiosidades humanas. O Templo de Jerusalém causava admiração por sua beleza, seu esplendor e sua riqueza. Jesus disse claro: não ficará pedra sobre pedra. E olha que ele, com certeza, falava assim com o coração partido. Como judeu piedoso, ele amava o Templo de Deus e o visitava regularmente como peregrino. Mas, tudo seria destruído, como de fato aconteceu quarenta anos mais tarde, na guerra entre judeus e romanos. Aqui nesse mundo, é em vão por a confiança em instituições humanas, por mais sólidas que elas pareçam. Elas passam, caducam, desmoronam. Por a confiança em Deus. Não confiar em grandiosidades humanas.

O segundo ensinamento é este: não se deixar enganar. Jesus alertou que muitos se apresentariam em seu nome. Não devemos segui-los. Sempre existiram falsos profetas e falsos pastores, que se aproveitam da credulidade dos ingênuos ou do medo dos fracos. Seguir Jesus, não se deixar enganar pelos falsos profetas.

O terceiro ensinamento é este: não se apavorar. São sinais, não é o fim ainda. De fato, basta pensar nas guerras mundiais, que fim-de-mundo não foram... Na hora das crises, manter a calma, a serenidade, não se apavorar; manter a tranquilidade de quem se sabe orientado e assistido por Deus, mesmo no meio das tormentas.


Guardando a mensagem

Crises existem. Crises, nós vivemos hoje, em vários níveis, na família, na Igreja, na sociedade. Há sempre crises na história, situações difíceis, guerras, fome, terremotos... Não é de agora que isso acontece. Jesus, no evangelho de hoje, está nos deixando orientações preciosas para as horas de crise: não se fiar em grandiosidade, nem se deixar enganar por falsos profetas e manter sempre a calma. Em horas de crise, aparece todo tipo de falsos profetas e videntes sem noção. A orientação de Jesus: não se deixar levar por eles. Confiemos em Deus que assiste e conduz sua Igreja por meio dos nossos pastores. Amemos e confiemos em sua liderança. O Senhor continua a nos instruir e orientar por sua santa Palavra. Busquemos e pratiquemos a Palavra do Senhor, que a Tradição Apostólica nos oferece como alimento e luz para nossa caminhada.

Quando vocês ouvirem falar de guerras e revoluções, não fiquem apavorados (Lc 21, 9)

Rezando a palavra

Senhor Jesus,
o medo pode nos paralisar e nos fazer ver o mundo com pessimismo. Só a serenidade de quem se sente amado e protegido por Deus nos liberta para agir e transformar a realidade. Tens razão, Senhor, a exagerada confiança na grandiosidade e no poderio das instituições humanas, na ciência, na tecnologia podem nos levar a dispensar a confiança em Deus. É assim que o Templo toma o lugar de Deus. Dá-nos, Senhor, a graça de por nossa confiança unicamente em Deus, de seguir-te como nosso único Mestre e de permanecer serenos nas dificuldades e crises desta vida. Seja bendito o teu santo nome, hoje e sempre. Amém.

Vivendo a palavra

No seu caderno espiritual, faça uma lista das crises pelas quais você já passou. Dá para reconhecer a presença de Deus, ao seu lado, em todas essas situações?

Comunicando

Hoje, celebramos o 6º Dia Mundial dos Pobres, com o tema "Jesus Cristo fez-Se pobre por vós (cf. 2 Cor 8, 9)".

Neste terceiro dia do Congresso Eucarístico Nacional, no Recife, prosseguem o simpósio teológico, as catequeses públicas e a feira católica, tudo no centro de convenções. Às cinco da tarde, em todas as paróquias, bispos presidem a Primeira Eucaristia de crianças e adolescentes. Acompanhe as atividades do Congresso na TV, no Rádio ou nas Redes Sociais. 

Pe. João Carlos Ribeiro, sdb

31 comentários:

  1. Eu confio e espero no Senhor, nós somos a Sua Criacao! com esse pensamento acredito na Sua protecao, pois um Pai nunca abandona seu filho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém

      Excluir
    2. Estamos passando por turbulências, mais vamos superando pela fé e com o amor que temos no nosso pai celestial, superamos todas as dificuldades

      Excluir
  2. Bendito é aquele que Jesus ama.

    ResponderExcluir
  3. Bom dia padre João Carlos sua benção que nós livre de tudo mal. cada dia mais.eu ficou feliz por saber mais a palavra de Deus 🙌🙏 com a meditação que todos dia o senhor manda o brigado meu Deus e obrigado padre João Carlos que Deus abençoe sempre o senhor e sua família também e a minha família também e prá mim também

    ResponderExcluir
  4. Como o Senhor é maravilhoso nos tranquiliza através da sua palavra. Obg pai por nós permitir diante dos obstáculos de PÉ 🙏😍😍😍

    ResponderExcluir
  5. Sempre leio essa oferta diária do padre João Carlos, hoje ele acertou na mosca, estava precisando muito do que li.

    ResponderExcluir
  6. Como gostei de ler todas as msg doPe João Carlos e refletir a palavra de Deus nesta manhã de Domingo..Tonho, meu irmão ,cunhado amigo,o Pai é quem paga.Abraco de Paz.Aqui tudo de muita força e Fé.Boa Semana para todos.

    ResponderExcluir
  7. Bom dia, obrigado por suas palavras e suas benção, nos acalma e nos fortalecem.

    ResponderExcluir
  8. Glória a Deus. Padre João refletindo da palavra de Deus neste domingo, me fez relembrar das coisas que acontece dia apois dias que o mundo e o país em que vivemos nem há realidade e nem há justiça. De tudo digo louvado seja o senhor pai deus quem nos dê a honra de nós juntar neste grupo Amém.

    ResponderExcluir
  9. Tenho muita dificuldade de assimilar as palavras. Se levadas aos dias atuais, amedronta. Eu creio em ti Senhor mas aumentai minha fé e me faz entender claramente tuas palavras. Amém

    ResponderExcluir
  10. Caro Pé Joãozinho....amo suas reflexões , as acompanho todos os dias...me fazem muito bem etenho encaminhada p amigos ...Eu gostaria de estar no grupo, assim q for possível ..um grande abraço e que Deus continue te abençoando e iluminando na sua caminhada....

    ResponderExcluir
  11. Bom dia, já estamos vivendo isso hoje, senhor Jesus que acreditemos mais em ti, que façamos a diferença para a honra e glória do senhor.

    ResponderExcluir
  12. Bom dia Padre João ,lendo o evangelho de hj foi muito forte fiquei emotiva e com coração palpitante c as palavras de Jesus.tudo pode acontecer, mas manteremos firme na fé pq ele é contigo com nós.

    ResponderExcluir
  13. Louvado seja Deus paz E amor gosto de ouvir e ler.o evangelho e receber sua evocação das bênçãos pelo se.padre j.carlos e esse de hoje muito forte.q Jesus me dê é conserve sempre a fé e confiança em Deus para q.mesmo em meios a medos.permanecamos firmes na fé em Jesus.🙏🙌

    ResponderExcluir
  14. A meditação de hoje é o que infelizmente estamos vivenciando, bendito seja Nosso Senhor Jesus Cristo que nunca nos abandona !!!🙏

    ResponderExcluir
  15. Bom dia padre , Deus nós abençoe, amém

    ResponderExcluir
  16. Bom dia padre que Deus nos abençoe

    ResponderExcluir
  17. Amém, bença 📿 Padre

    ResponderExcluir
  18. Glória a Vós Senhor!
    Os sinais estão claros, indicando que a Parusia a volta de Jesus está próxima. Irmãos, se percebemos já estão acontecendo as profecias, os tempos anunciados na Sagrada escritura, observamos que Jesus é muito claro afirmando que, quem estiver firmado na fé não precisa momento algum apavorar, mesmo se por algum motivo traídos pelos mais próximos nossos, ou muitas vezes sendo perseguidos, odiados, más se preciso for teremos que com a própria vida honrar e defender o nome do Senhor e Salvador, também nos garante que se estivermos fiéis e obedientes, Ele nos protegerá de todas as formas de maldade vindas da fúria do inimigo.
    A todo momento devemos estar preparados, lembrando que a nossa maior defesa é a convicção de fé, a humildade e o coração puro de amor por DEUS e pelo próximo. Alcançaremos essa proteção, nos dedicando para permanecermos sem pecar, nos esforçando para permanecer no estado de graça, constantemente buscando a intimidade com Sua Palavra, em comunhão com Ele próprio na Santíssima Eucaristia e em convívio com a comunidade.
    Assim entendendo que é tudo de acordo com a Graça e a vontade de DEUS, que não cai uma folha da árvore se Ele não quiser, Ele não desaponta nenhum de Seus fiéis, então confiantes aguardamos perseverantes e esperançosos até o fim,.

    ResponderExcluir
  19. Abença Padre João Carlos 🙌🏻 Deus é o Meu Caminho 🙌🏻Deus é o meu refúgio, Deus é quem me proteje 🙌🏻Deus é quem me sustenta 🙌🏻 Deus é quem me guia 🙌🏻🙌🏻🙌🏻

    ResponderExcluir
  20. Lindo demais lindo muito lindo

    ResponderExcluir
  21. Bendito seja Deus por tanta sabedoria

    ResponderExcluir
  22. Tudo muito lindo, e é toda verdade, eu creio nó caminho de Jesus e nó pai e no filho no Espírito santo amém

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião.
Desejando comunicar-se em particular com o Pe. João Carlos, use esse email: padrejcarlos@gmail.com ou o whatsapp 81 9.9964-4899.

Postagem em destaque

Os caminhos do Batista continuam nos caminhos de Jesus

03 de fevereiro de 2023 Primeira sexta-feira do mês Dia de São Brás EVANGELHO Mc 6,14-29 Naquele tempo, 14o rei Herodes ouviu falar de Jesus...

POSTAGENS MAIS VISTAS