30 dezembro 2019

O CASAMENTO DE ANA


Ana chegou nesse momento e pôs-se a louvar a Deus e a falar do menino a todos os que esperavam a libertação de Jerusalém (Lc 2, 38) 
30 de dezembro de 2019
A passagem do evangelho de São Lucas em que aparecem dois profetas idosos – Simeão e Ana – é uma verdadeira surpresa. Há, no início da história de Jesus, uma valorização clara dos idosos, das gerações mais velhas.  A passagem de hoje concentra-se, particularmente, em Ana. 
Primeiro, apresenta essa idosa. E depois, diz o que ela fez de tão especial, no dia em que José e Maria levaram seu bebê para apresenta-lo no Templo. Vamos à apresentação de quem era Ana: “Havia também uma profetisa, chamada Ana, filha de Fanuel, da tribo de Aser. Era de idade muito avançada. Quando jovem, tinha sido casada e vivera sete anos com o marido. Depois, ficara viúva e agora já estava com oitenta e quatro anos. Não saía do Templo, dia e noite servindo a Deus com jejuns e orações”. 
Esta breve biografia de Ana está construída com sete informações. Como numa moldura, estão duas informações sobre seu papel religioso: uma profetisa judia que não saía do Templo, dia e noite servindo a Deus, com jejuns e orações. Coisa rara se encontrar na Bíblia a figura de uma mulher profetisa. Bom, tem muitas outras, tudo bem.  Mas, convenhamos, são raras. E essa - maravilhemo-nos - vivia no Templo, servindo a Deus.
Outras duas informações são sobre sua idade: idosa de oitenta e quatro anos. Um número altamente simbólico. Dividindo oitenta e quatro por dois, resulta 42. 40 anos é o tempo da peregrinação no deserto que precedeu a entrada na terra prometida. Ao se referir ao número 40 ou aproximado, todo membro do povo de Deus estremecia numa só sintonia: a caminhada não fora em vão, já se estava avistando a terra da promessa. É como se dissesse: chegamos ao final de nossa viagem tão sofrida; agora, é a hora da posse dos bens que Deus nos prometeu. Ao dizer que ela estava com oitenta e quatro anos, o leitor da Bíblia fica avisado: depois de ter atravessado o deserto de tantas incertezas e sofrimentos, agora ela vai conhecer a realização das promessas de Deus. 
Duas outras informações são sobre seu estado de vida: quando jovem tinha sido casada e depois ficara viúva. Casamento é um tema frequente também no Novo Testamento. O evangelho de São João começa com o casamento de Caná. A imagem do casamento remete ao tema da Aliança. Deus fez uma aliança com Israel, do jeito de um casamento.  A informação foi que quando jovem, tinha sido casada – claro, Israel celebrou seu casamento com Deus, bem nos inícios. Mas, depois ficara viúva. Verdade, a aliança foi enfraquecida e esquecida pela infidelidade de Israel. É bom lembrar que a missão de Jesus seria restaurar esses laços, reconstruir o casamento, celebrar uma nova e eterna aliança de Deus com o seu povo. 
A sétima informação é como a cereja no bolo: ela vivera sete anos com o marido. O que é que o leitor da Bíblia entende com essa informação? Vamos testar: que viveu bem ou viveu mal?... Claro, viveu bem. Sete é número perfeito. Ela foi muito feliz com seu esposo, viveu intensamente feliz aquele tempo. E o que houve? Ficou viúva, ficou sem marido. A infidelidade à aliança afastou Israel do seu Deus, do seu marido. Foi assim que Jesus encontrou o seu povo: ovelhas sem pastor, bodas sem vinho, convidados ausentes da festa do casamento. 
Guardando a mensagem
Ana, a idosa profetisa viúva pode estar representando o próprio povo de Deus. A aliança com Deus, o seu casamento feliz, se perdeu por causa de sua infidelidade. Mas, a idade de Ana, 84 anos, sugere que depois de uma longa peregrinação no deserto, chegara a hora de ingressar na terra prometida; chegara a hora da realização das promessas de Deus. E Deus tinha prometido um Salvador, alguém que restauraria definitivamente a aliança. O próprio texto nos ajuda a entender essa novidade: “Ana chegou nesse momento e põe-se a louvar a Deus e a falar do menino a todos os que esperavam a libertação de Jerusalém”.  Como Simeão, ela também reconheceu, naquela criança, a realização das promessas de Deus, a chegada do prometido. E assim, louvou muito a Deus e saiu evangelizando seu povo, comunicando-lhe essa boa notícia. 
Ana chegou nesse momento e pôs-se a louvar a Deus e a falar do menino a todos os que esperavam a libertação de Jerusalém (Lc 2, 38) 
Vivendo a palavra
Senhor Jesus, 
Ficamos felizes de compreender, em tua palavra de hoje, o sentido de tua vinda ao mundo. Em Simeão e Ana, vemos o teu povo abrindo os braços para te acolher. Ele, reconhecendo que Deus tinha te enviado como Luz para as Nações. Ela, reconhecendo que Deus te enviou para restaurar a aliança. És o salvador prometido a Israel, teu povo. És o salvador deste mundo que se afastou de Deus e nem mais o conhece e ama. Vieste para nos reconciliar com o nosso Criador e Pai, para nos reintegrar em nosso lugar de filhos amados, exilados daí pelo pecado. Obrigado, Senhor. Que este tempo de natal nos ajude a compreender o sentido de tua vinda. E a te acolher de todo coração. Seja bendito o teu santo nome, hoje e sempre. Amém. 
Vivendo a palavra
Para você entender melhor a explicação de hoje, peço que você, além de ouvir, l-e-i-a esta Meditação, atentamente. Quando lhe envio a meditação, sempre faço uma pequena apresentação indicando o link para o texto. É só você clicar no link e já estará em meu blog www.padrejoaocarlos.com.  É lá que está o texto. Bom proveito. 
Pe. João Carlos Ribeiro – 30 de dezembro de 2019


VEJA COMO O TEXTO DO EVANGELHO DE HOJE ESTÁ ORGANIZADO:


Evangelho - Lc 2,36-40

APRESENTAÇÃO DE ANA

36Havia também uma profetisa, 
chamada Ana, filha de Fanuel, da tribo de Aser.

Era de idade muito avançada;

quando jovem, tinha sido casada

         e vivera sete anos com o marido.

37Depois ficara viúva,

e agora já estava com oitenta e quatro anos.

Não saía do Templo, dia e noite servindo a Deus
com jejuns e orações.

O QUE ANA FEZ

38Ana chegou nesse momento
e pôs-se a louvar a Deus e a falar do menino
a todos os que esperavam a libertação de Jerusalém.


39Depois de cumprirem tudo, conforme a Lei do Senhor,
voltaram à Galiléia, para Nazaré, sua cidade.
40O menino crescia e tornava-se forte,
cheio de sabedoria;
e a graça de Deus estava com ele.

14 comentários:

  1. Sua bênção padre! Que delícia ouvir sua pregação, eu me transporto e é como se eu estou assistindo uma peça de teatro, eu me vejo em 4D
    Obrigada padre por ter esse carinho para conosco, e todos os dias nos alegrar com a meditação do Santo Evangelho. Bom dia, e fique com as bênçãos de Deus e a proteção da Virgem Maria!!!

    ResponderExcluir
  2. Obrigado.....
    Pai amado!!!
    Enviastes teu Filho amado, nossa esperança e salvação!!!
    O menino Jesus que nasce é Luz e Salvação!!!
    Obrigado
    Eternamente obrigado !!!

    ResponderExcluir
  3. Bom dia!
    Eu abro as portas do meu coração, para te acolher Senhor.

    ResponderExcluir
  4. Bom dia! Que Jesus abençoe cada um de nós amém!

    ResponderExcluir
  5. BOM DIA! padre João Carlos,obrigada por todos os dias nos evangelizar,através da palavra de DEUS,tão rica em detalhes, que as bênçãos de DEUS e de Nossa Senhora de Fátima estejam sempre com o sr. fique com nossas orações.

    ResponderExcluir
  6. Bom dia Padre João Carlos, Jesus te abençoe e te faça muito feliz. Obrigado Jesus, te peço sabedoria para caminhar, firme na FÉ. FELIZ NATAL Padre João Carlos, o Senhor é uma benção.

    ResponderExcluir
  7. Bom dia padre João Carlos obrigado pelas mensagem agradeço muito precisava muito dessas

    ResponderExcluir
  8. Bom Dia padre agradeço pela bela explicação. Deus lhe ilumine. Feliz 2020, muita luz para você.

    ResponderExcluir
  9. Bom dia Padre João Carlos Deus o abençoe com muita saúde e muita paz. SENHOR, que este tempo de NATAL nos ajude a compreender o sentido da tua vinda e a te acolher de todo coração. Louvamos ao SENHOR porque Ele é bom... Faltam dois dias para a chegada do Ano Novo...O que temos para hoje é Deus nos abençoando, nos protegendo para que tudo dê certo e para que estes últimos dias do ano sejam de grandes realizações. Um Ano Novo muito feliz repleto de muita saúde e muita paz para padre João Carlos e todos da AMA.

    ResponderExcluir
  10. Boa tarde padre muito obrigado por nos enviar essas lindas meditações, que Deus o abençõe sempre e um feliz ano novo.

    ResponderExcluir
  11. Boa tarde João Carlos! Gratidão por todos os dias nos presentear com a meditação do Santo Evangelho!! Eu ouço, leio e compartilho com meus amigos. Deus lhe abençoe!!

    ResponderExcluir
  12. Padre Meu nome é Raimunda Alcântara Parente de Mucambo Ceará. Acompanho-lhe também pelo Facebook todas as noites. Gostaria de participar da AMA.

    ResponderExcluir
  13. Boa noite padre joai carlos sou claudia. Alves de juazeiro do nort muito lindas essa meditacoes todo os dias mandovoro meus contatos linda historia de ana

    ResponderExcluir
  14. Bom dia sua bênção padre joão Carlos que Deus é a virgem santíssima lhe abençoe ricamente

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião.
Desejando comunicar-se em particular com o Pe. João Carlos, use esse email: padrejcarlos@hotmail.com ou o whatsapp 81 9.9964-4899.