07 novembro 2019

ELE ME SALVOU

Alegrem-se comigo! Encontrei a minha ovelha que estava perdida (Lc 15, 6)
07 de novembro de 2019.
Na primeira comunidade onde trabalhei como padre novo, havia uma catequista, uma jovem senhora casada, muito dinâmica e fervorosa. Envolveu-se, infelizmente,  em um desentendimento com outras pessoas da comunidade, ficou muito magoada e afastou-se da Igreja. Começou, em seguida, a frequentar uma igreja evangélica. Passados alguns dias, em reunião das lideranças, acertamos fazer uma visita a esta ovelha desgarrada. Numa noite, sem avisar, chegamos em sua casa, eu e umas outras cinco pessoas da comunidade. Depois do susto pela nossa chegada, dissemos a ela que tínhamos ido rezar com ela. Não perguntamos nada, não cobramos nada, só rezamos e cantamos com ela. Do meio pro fim, ela só chorava. No domingo seguinte, lá estava ela de volta à comunidade e, aos poucos, retomou seus compromissos pastorais na Igreja.
No evangelho de hoje, Jesus conta a história de uma ovelhinha que se perdeu. Ele contou que o pastor deixou as noventa e nove no deserto e foi atrás desta que se perdeu. E procurou, procurou, até encontrá-la. E quando a encontrou, colocou-a nos ombros, cheio de alegria, e a levou pra casa. Quando chegou em casa, reuniu os amigos e vizinhos para festejar com ele o reencontro de sua ovelha.
Você certamente já se perdeu alguma vez, ou não? Todo mundo, quando criança, alguma vez se perdeu dos pais. E pode lembrar o sofrimento que é se sentir perdido, sem ter mais a referência do pai ou da mãe. A criança fica apavorada, sobe uma angústia no peito, é um sofrimento impressionante. De repente, se sente sozinha, sem direção. Tem que procurar alguma saída, mas nem sabe por onde começar. Sente-se abandonada e desamparada. Essa é a condição da ovelha perdida.
Na história da ovelha, Jesus fez uma relação entre o justos e o pecador. Ele disse: “Há mais alegria no céu por um só pecador que se converte do que por noventa e nove justos que não precisam de conversão”. A ovelha que se perdeu é o pecador, a pecadora. A conversão é a sua volta pra casa. E a sua volta pra casa é, antes de tudo, obra do pastor amoroso que largou tudo para procurá-la e encontrá-la, trazê-la nos ombros e festejar a sua volta.
Nesta parábola, vemos claramente o amor misericordioso que moveu Jesus a vir procurar e salvar a ovelha perdida; um coração compassivo que não descansa enquanto não nos encontra em nosso exílio e nos reintegra no seu rebanho. Vemos também a maneira como ele nos salva, carregando-nos nos ombros, como carregou o madeiro da cruz e festejando nossa volta, em todas as mesas que frequentava, especialmente, na última ceia que renovamos em cada Missa.
Guardando a mensagem
O pecador é alguém que se afastou do rebanho, como a catequista de minha comunidade. O pecador é a ovelha que se perdeu. E a sensação de estar perdido, de se estar sozinho, de se sentir sem chão você conhece, desde criança, quando se perdia de sua mãe ou de seu pai. Na história que Jesus contou, ficamos sabendo que não fomos esquecidos, que ele vem ao nosso encontro, não descansa enquanto não nos resgata. É assim que ele faz conosco, quando nos perdemos, quando o pecado nos afasta de Deus e dos irmãos. É assim que precisamos fazer uns com os outros, não abandonando quem se perde ou se afasta. Alegremo-nos com ele. Ele continua realizando, com êxito, a sua missão.
Alegrem-se comigo! Encontrei a minha ovelha que estava perdida (Lc 15, 6)
Rezando a palavra
Senhor Jesus,
Tu és o pastor que estás preocupado e comprometido com o resgate da ovelha que se perdeu. Sabemos que não estamos na conta dos noventa e nove, pois também nós precisamos de conversão. Somos, isto sim, ovelhas resgatadas por tua misericórdia, transportadas em teus ombros e inseridas na família de Deus. Dá-nos, Senhor, a graça de participar da grande alegria do teu coração de encontrar e salvar a ovelha perdida; e de estar contigo, apoiando, ajudando e imitando-te em tua missão redentora. Seja bendito o teu santo nome, hoje e sempre. Amém.
Vivendo a palavra
Leia o evangelho de hoje (Lucas 15, 1-10) e, a partir do texto, escreva uma oração a Jesus, o bom pastor, falando-lhe de alguma ovelha perdida.

Pe. João Carlos Ribeiro – 07 de novembro de 2019.

14 comentários:

  1. Bom dia!!! Padre João Carlos louvando seja nosso senhor Jesus Cristo pelo Evangelho eu ja mim sinti uma ovelha perdida mais de Deus eu ja mim afastei de Deus mas ele nunca si afastou de mim ele é um pai maravilhoso ele é nosso Salvador obrigado pela meditação de hoje Deus abençoe 👏👏👏👏

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, Padre! Obrigada pela reflexão

    ResponderExcluir
  3. Bom dia, Padre João Carlos! Graças e louvores sempre ao nosso senhor Jesus Cristo!

    ResponderExcluir
  4. Vi uma pessoa religiosa falar que tinha lavado as mãos com uma pessoa que é difícil de lidar com ela cader o maior au próximo e uma religiosa será que Deus se agrada disso e é uma pessoa caderante .

    ResponderExcluir
  5. Eu sou católica do meu geítô não sei se Deus se agrada vou na igreja alguma vez não que não goste e por preguiça mesmo por na minha opinião vale mas a caridade Jesus dese que fé sem caridade de nada vale. Rese por mim tenho muita fé em Deus e na intersecção de Maria mãe de Jesus e nossa.Amem

    ResponderExcluir
  6. O senhor é meu pastor nada me faltará.

    ResponderExcluir
  7. O senhor é meu pastor e nada me faltará.Amém!!

    ResponderExcluir
  8. Boa tarde João Carlos, o Senhor é meu PASTOR nada me faltará, eu era uma ovelha perdida, Jesus foi ao meu encontro e me trouxe nos ombros e até hoje, estou firme na casa de Jesus e dá virgem Maria.🛐 Obrigado Padre João Carlos, pelas meditações, o Senhor Padre João Carlos, é um ótimo PASTOR.🙏🙏

    ResponderExcluir
  9. Boa tarde Padre João Carlos. DEUS seja louvado!!! Obrigado pela MEDITAÇÃO e reflexão de hoje que fala da ovelha e Jesus a encontrou. Eu já fui uma ovelha perdida.Me afastei de Deus; não frequentava a igreja e não acreditava nos ensinamentos do Evangelho e muita gente me chamava de ateu; mas DEUS com sua infinita misericórdia nunca se afastou de mim...Hoje, de coração aberto peço sempre à meu DEUS: SENHOR! Renova minha esperança, multiplica minha força,e aumenta a minha Fé, para que eu possa vencer as barreiras de cada dia, sempre acreditando e rezando o Mandamento: Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a mim mesmo.Deixo aqui o meu pedido de oração. Ester de Campinas São Paulo. Fica com Deus, LITHA.

    ResponderExcluir
  10. Boa noite Pe João Carlos que a graça e a paz esteja contigo para sempre.

    Senhor Jesus venho neste momento lhe pedir que eu possa continuar sendo aquela ovelhinha que o senhor encontrou perdida e me curou colocou em seu ombro e me acolheu
    Dá-me a graça de fazer a tua vontade a cada dia e eis-me aqui senhor

    ResponderExcluir
  11. Vdd Padre , Ele quer sempre cuidar de nós e chama aqueles que já vivem com Ele pra celebrar a nossa volta, o nosso resgate . Para que aqueles que já vivem Nele sintam essa mesma alegria por Ele ter nos encontrado .

    ResponderExcluir
  12. Louvável seu trabalho padre. Sem muito estrelismo, contido, sem muito estardalhaço. Gosto dessa maneira sóbria do seu trabalho. Grata por alentar nossa alma. Ah! Aprendi a compreender a palavra através de suas explicações.

    ResponderExcluir
  13. Pe. João Carlos a sua benção! Meu nome é Gleice e sou fiel leitora e estudiosa de suas meditações. Admiro a forma com que o senhor faz anamnese do Evangelho do dia, inclusive partilho com muitos irmãos, que leem antes de iniciar o dia de trabalho. Gostaria de saber se há possibilidade de eu receber diariamente, porém precisava que seja enviado à noite do dia anterior. Caso haja tal possibilidade, ficarei imensamente grata. Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo!

    ResponderExcluir
  14. Bom dia Padre João Carlos
    Sou Vanda Elizabete de Oliveira
    Moro em Soledade PB
    Ouço todos os dias seu evangelho
    E compartilho com os meus familiares amigos e amigas
    Assisto a sua rádio e amo as sua musicas,seus conselhos.
    Ontem completei 50 anos bem vivido em meio as adversidades que a vida nos proporciona,me sinto uma mulher feliz e cheia de sonhos e projetos ainda a realizar,e com as graças de Deus assim vou realizando e vivendo em paz naquilo que Deus me permiti fazer.
    Peço sua bênção.
    Um abençoado dia
    8/11/19

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião.
Desejando comunicar-se em particular com o Pe. João Carlos, use esse email: padrejcarlos@hotmail.com ou o whatsapp 81 9.9780-8230