Mostrando postagens com marcador Fernando de Noronha. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Fernando de Noronha. Mostrar todas as postagens

05 junho 2012

Só o poeta pode salvar o planeta

O cuidado com o meio ambiente é uma das grandes bandeiras desses anos do início deste terceiro milênio: a preocupação com as mudanças climáticas, o aquecimento global e a forma destruidora como a humanidade está tratando a Terra, nossa casa comum; cuidar melhor do nosso meio ambiente, por amor ao Criador e às criaturas.

São Francisco de Assis teve um olhar fraterno no seu relacionamento com a criação. Sentiu-se não senhor e dono, mas irmão de todos os seres criados por Deus: o homem, os bichos, a água, as estrelas, o vento, a morte. Irmão, em diálogo respeitoso com todos os seres, na complexa cadeia de interdependência. O olhar arrogante do homem da sociedade industrial enxerga valor apenas no que pode ser explorado, vendido, torrado em lucro. O petróleo, a mata, a água, os animais tudo vira mercadoria. Onde toca, desarruma, destrói, desmata, toca fogo, polui, mata.