04 novembro 2018

SANTIDADE É A NOSSA VOCAÇÃO


Alegrem-se e exultem, porque será grande a recompensa de vocês nos céus (Mt 5, 12)

04 de novembro de 2018.

E chegamos ao Domingo de Todos os Santos. E não apenas para festejar os santos do céu. Especialmente, para nos recordar a nossa vocação à santidade. Os santos e santas de Deus que já estão na glória são estímulo, testemunho e reforço em nosso caminho de santidade. Cada santo ou santa tem uma lição para nós, expressa algo do evangelho de Jesus, vivido com amor e fidelidade. Eles são exemplos a serem imitados. Com sua intercessão, nos ajudam no seguimento fiel de Cristo.

Na solenidade de Todos os Santos, acolhemos a palavra de Jesus nas Bem-aventuranças. Jesus sobe ao monte e se senta, como Mestre. Todos escutam sua palavra. Na formação do antigo povo de Deus, Moisés tinha subido o Monte e recebido de Deus a Lei, que transmitiu ao seu povo, a Lei da Aliança. Agora, Jesus, na formação do povo da nova Aliança, lhes dá também uma Lei. É o que está no Sermão da Montanha. E a nova Lei, como nos dez mandamentos do Sinai, começa com as Bem-aventuranças.

As bem-aventuranças traçam o caminho que o discípulo de Jesus deve seguir. Elas nos dizem como seguir Jesus, que é o santo, o bem-aventurado. Ser santo é caminhar nesta vida com Jesus e como Jesus. Nós começamos o nosso caminho de santidade, de identificação com Cristo, no batismo. Fomos, assim, inseridos nele, em sua vida, em sua morte e em sua ressurreição. De uma maneira fácil, São Paulo disse o que é ser santo: “Já não eu que vivo, é Cristo que vive em mim”.

O Papa Francisco, no início deste ano, nos enviou uma Exortação Apostólica sobre o chamado à santidade no mundo atual. Ele lhe deu o título “Alegrai-vos e Exultai”, palavras que estão no final das bem-aventuranças do evangelho de São Mateus. Neste documento tão precioso enviado a todos nós,  ele escreveu o seguinte: “Não tenhas medo de apontar para mais alto, de te deixares amar e libertar por Deus. Não tenhas medo de te deixares guiar pelo Espírito Santo. A santidade não te torna menos humano, porque é o encontro da tua fragilidade com a força da graça”.

Guardando a mensagem

Neste documento ‘Alegrai-vos e Exultai”, o Papa Francisco explicou as bem-aventuranças. Disse que elas são a carteira de identidade do cristão. E que nelas, Jesus falou, com toda simplicidade, o que é ser santo. Não perca nenhuma palavra, por favor.

Santidade é:
  • 1.       Ser pobre no coração.
  • 2.       Reagir com humilde mansidão.
  • 3.       Saber chorar com os outros.
  • 4.       Buscar a justiça com fome e sede.
  • 5.       Olhar e agir com misericórdia.
  • 6.       Manter o coração limpo de tudo o que mancha o amor.  
  • 7.       Semear a paz ao nosso redor.
  • 8.       Abraçar diariamente o caminho do Evangelho, mesmo que nos acarrete problemas.

Isto é santidade.

Alegrem-se e exultem, porque será grande a recompensa de vocês nos céus (Mt 5, 12)

Rezando a palavra

Senhor Jesus,
Ao ouvir tuas palavras nas Bem-aventuranças, o nosso coração se aquece, desejoso de vivê-las intensamente. É, ao mesmo tempo, simples e grandioso o caminho que nos propões, um caminho de identificação contigo, um itinerário de felicidade e realização para nossas vidas. É aí que nos dói a nossa fraqueza, a nossa preguiça, a nossa mediocridade. Por outro lado, nos consola o exemplo de tantos santos e santas que vão à nossa frente, com tanta fidelidade. E, sobretudo, nos anima saber que nos deste o teu Santo Espírito para nos conduzir e sustentar neste caminho de santidade. Seja bendito o teu santo nome, hoje e sempre. Amém.

Vivendo a palavra

Hoje, você não pode deixar de ler o evangelho deste domingo, em sua Bíblia: Mateus 5, 1-12.

Pe. João Carlos Ribeiro – 04.11.2018