01 janeiro 2018

MEMÓRIA E GRATIDÃO PARA UM ANO FELIZ

MEDITAÇÃO PARA A SEGUNDA-FEIRA, 
1º DE JANEIRO DE 2018, PRIMEIRO DIA DO ANO

Quanto a Maria, guardava todos esses fatos e meditava sobre eles em seu coração (Lc 2, 19)

Primeiro dia do ano. A Igreja celebra hoje Santa Maria, mãe de Deus. Com essa solenidade, completa-se a oitava do natal. Neste primeiro de janeiro, celebramos também a Jornada Mundial da Paz, neste ano com o tema “Migrantes e Refugiados: homens e mulheres em busca da paz”.
O clima ainda é do Natal. Nossa maior alegria ainda é a dos pastores: o alegre anúncio que eles receberam, o nascimento do Salvador na periferia de Belém. De fato, a entrada do filho de Deus no tempo, santificou o nosso tempo. Temos razão, então, para festejar o início de um novo ano. Do presépio, nos vêm os melhores sentimentos e as melhores atitudes para começarmos bem o novo ano.

A primeira atitude, claro, precisa ser aprendida com Maria, a mãe do menino de Belém. Desde a anunciação do anjo, foram se acumulando acontecimentos admiráveis na vida daquela jovem senhora: o encontro com Isabel, o nascimento do filho de Zacarias, o parto na Gruta de Belém, o testemunho dos pastores, o encontro com Simeão e Ana no Templo... Tudo isto estava presente no coração de Maria, tudo isto ela guardava e meditava. É o que diz o texto de hoje. Ela guardava esses acontecimentos e palavras no coração, tentando compreendê-los, reforçando sua união com o seu Deus. E essa há de ser a nossa primeira atitude nesse ano novo: não se esquecer dos benefícios de Deus, fazer memória deles. Como Maria, guardar no coração e meditar em tudo o que o Senhor tem feito em nossa vida.

A segunda atitude pode ser aprendida dos pastores. Eles, depois de terem verificado o que o anjo lhes anunciara sobre o menino, saíram glorificando e louvando a Deus por tantas maravilhas. Davam testemunho, contavam o que viram, louvavam a Deus. Neste primeiro dia do ano, vamos imitar os pastores. Façamos deste 1º d e janeiro, um dia de gratidão, de louvor a Deus por tudo que nos fez e nos faz.

Vamos guardar a mensagem de hoje

Memória e gratidão. Duas atitudes significativas para este início de ano. Com Maria, aprendamos a guardar no coração as palavras e os acontecimentos de nossa salvação em Cristo. Memória. Com os pastores, aprendamos a louvar e bendizer ao Senhor por tudo que ele tem nos revelado, sobretudo pelo conhecimento de Jesus Cristo Salvador. Gratidão.

Quanto a Maria, guardava todos esses fatos e meditava sobre eles em seu coração (Lc 2, 19)

Vamos acolher a mensagem com uma prece

Acolha a bênção de início do ano:


Deus, fonte e origem de todas as bênçãos,
derrame sobre ti a abundância da sua graça
e te conserve são e salvo durante todo o ano.
R. Amém.

Deus te guarde firme na fé,
inabalável na esperança
e perseverante na caridade.
R. Amém.

O Senhor dirija na sua paz os teus dias e atos deste novo
ano,
escute sempre as tuas súplicas
e te conduza à bem-aventurança da vida eterna.
R. Amém. 

E te abençoe o Deus todo poderoso
Pai, Filho e Espírito Santo.
R. Amém.



Vamos viver a palavra que meditamos



Na ‘Ave Maria’ estão a saudação do anjo, o elogio de Isabel e a definição do Concílio de Éfeso, em 431, de que Maria é Mãe de Deus, uma vez que é mãe do filho de Deus, segundo a sua natureza humana (e no Filho, a natureza humana e divina são inseparáveis).  

Neste primeiro dia do ano, se recomende à Virgem Mãe, rezando três Ave-Marias.


Pe. João Carlos Ribeiro – 01.01.2018