19 dezembro 2017

UM GRANDE EVANGELIZADOR, ESSE GABRIEL!


MEDITAÇÃO
PARA A QUARTA-FEIRA,
DIA 20 DE DEZEMBRO.
O Senhor lhe dará o trono de seu pai Davi (Lc 1, 32)
A cena é muito conhecida. O anjo Gabriel foi enviado por Deus à Maria. Ele a saudou de uma forma surpreendente: “Ave, cheia de graça, o senhor é contigo”.  E anunciou a Maria que ela seria mãe, mesmo sendo virgem. E deu um testemunho maravilhoso sobre Jesus. Maria ouviu tudo, confusa coitada e pediu uma explicação. E ele a tranquilizou: ela engravidaria por obra do Espírito Santo. E Maria, com humildade e generosidade, aceitou a missão que Deus lhe confiava.
A gente sempre fica olhando pra Maria. Claro, ela é o centro da cena. Mas, hoje podemos prestar mais atenção ao anjo que foi falar com ela. Podemos  organizar a visita dele em sete passos:  ele foi enviado por Deus; ele entrou onde Maria estava e a saudou; ele a tranquilizou e lhe deu a boa notícia da gravidez do filho de Deus; respondeu à dúvida dela sobre como engravidaria; avisou sobre Izabel que estava já no sexto mês de gestação; recebeu a resposta positiva da Virgem; e retirou-se. Uma comunicação perfeita, em sete passos. Um modelo para a evangelização.
Prestemos também atenção no que Gabriel disse sobre a criança que iria nascer. Sobre Jesus, o anjo Gabriel revelou coisas maravilhosas a Maria. Podemos reunir o que ele disse em sete pontos:  Ele será concebido e gerado por ela, que lhe dará o nome de Jesus; Ele será grande; Ele será filho do Altíssimo;  Ele receberá de Deus o trono de Davi; Ele reinará para sempre; Ele será reconhecido como Santo; Ele será filho de Deus, concebido pelo Espírito Santo.  Sete verdades maravilhosas que o anjo revelou a Maria sobre Jesus.
Tudo o que Gabriel disse sobre Jesus podemos resumir da seguinte forma: esse menino é filho de Maria e filho de Deus. Ele é grande e santo, igual ao Senhor Deus. E ele está nascendo para reinar sobre o seu povo, como um novo Davi, e reinará para sempre.
Jesus, homem e Deus, será o líder do povo santo e de toda a humanidade. O apóstolo Paulo dirá que ele é o novo Adão, que tudo nele recomeça. O novo Adão em comunhão com Deus e com seus irmãos. Um Adão vencedor do pecado; a criação, a obra de Deus, levada a bom termo. Nele, recomeça a humanidade, agora em comunhão com o Criador.
Maria ficou prestando atenção no que Gabriel disse. Maria não entendeu tudo, mas ficou guardando e meditando tudo aquilo no seu coração. Hoje, faça como Maria. Preste bem atenção nas palavras do Senhor e guarde-as no seu coração.
Vamos guardar a mensagem de hoje
Nessa proximidade do natal, recordamos como foi o anúncio do anjo a Maria. E ficamos atentos ao anjo Gabriel. Ele fez bem a tarefa dele. Ele veio da parte Deus, como mensageiro, com uma missão muito especial. Entrou com grande respeito na presença de Maria, saudando-a como cheia de graça, comunicou-lhe a boa notícia que trazia, tirou suas dúvidas, recebeu sua resposta e se foi. A evangelização deve sempre produzir uma resposta, um engajamento da pessoa. Ele revelou coisas muito especiais sobre Jesus: ele, o filho de Deus e de Maria, é o líder do povo santo e de toda a humanidade.  
O Senhor lhe dará o trono de seu pai Davi (Lc 1, 32)

Vamos acolher a mensagem com uma prece
O anúncio do anjo a Maria é celebrado, em nossa tradição cristã católica, de maneira especial, com a oração do ÂNGELUS. Reza-se o Ângelus, tradicionalmente, às 6 da manhã,  ao meio-dia e às 18 horas.

Guia: O Anjo do Senhor anunciou a Maria.
Todos: E Ela concebeu do Espírito Santo.
Guia: Eis aqui a escrava do Senhor.
Todos: Faça-se em mim segundo a vossa palavra.
Guia: E o Verbo se fez carne.
Todos: E habitou entre nós.

Ave Maria…
Guia: Rogai por nós, Santa Mãe de Deus!
Todos: Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.


Guia: Oremos. Derramai, ó Deus, a Vossa graça em nossos corações, para que, conhecendo pela mensagem do anjo a encarnação do vosso Filho, cheguemos, por Sua Paixão e Cruz, à glória da Ressurreição. Por Cristo, nosso Senhor.
Todos: Amém.
Vamos vivenciar a palavra que meditamos
Para que esse evangelho penetre mais no seu coração, reze, hoje, mais uma vez o  ÂNGELUS. Escolha, se possível, uma hora simbólica, como as três horas clássicas (6 da manhã, meio dia ou 18 horas).

Pe. João Carlos Ribeiro – 20.12.2017