29 setembro 2015

Praticar a leitura orante da Bíblia

Com certeza você já ouviu falar da “Leitura Orante da Bíblia”. Há uma insistência muito grande, hoje, na Igreja, que a gente pratique esta leitura orante das Escrituras. Isto é, não apenas leia a Bíblia, mas reze a Bíblia, tenha um encontro com Deus na leitura dos textos sagrados. Chama-se Lectio Divina. Não é uma coisa complicada, pelo contrário é muito simples.

O apóstolo Tiago, em sua carta, diz assim: “Aquele que considera atentamente a Lei perfeita da Liberdade e nela persevera, não sendo um ouvinte esquecido, antes, praticando o que ela ordena, esse é bem-aventurado naquilo que faz” (TG 1,25). Ele estava reclamando das pessoas que escutam a palavra de Deus e não a praticam. E elogiando quem procura entendê-la e praticá-la. A Leitura orante da Bíblia ajuda a assimilar a Palavra, rezá-la e procurar colocá-la em prática.

A recomendação da Igreja é que todo fiel católico leia e medite regularmente a Palavra de Deus. Neste texto, os 10 passos da leitura orante da Bíblia, para você sozinho ou em grupo fazer a Leitura orante da Bíblia.

Vou explicar, então, a Leitura orante da Bíblia. Preste atenção nos 10 passos. Lá vai: Primeiro passo: Invocar o Espírito Santo; Segundo: Ler lenta e atentamente o texto; Terceiro: Recordar mentalmente o que leu; Quarto: Entender bem o sentido de cada frase; Quinto: Pensar no que Deus está lhe dizendo com essa Palavra; Sexto: Lembrar-se de outros textos bíblicos semelhantes ao que você está meditando; Sétimo: Ler de novo, rezando o texto e respondendo a Deus. Oitavo: Formular um compromisso; Nono: Rezar um salmo apropriado. Décimo: Escolher uma frase do texto, como resumo, para memorizar.

Está parecendo difícil? Pois não é. A gente começa procurando entender o texto, depois medita sobre ele, reza com ele e tira uma lição de vida. Vamos explicar com calma: Comece invocando o Espírito Santo. Depois, leia o texto escolhido (pode ser uma leitura da liturgia do dia; uma passagem do evangelho; agora, é sempre bom que seja um texto pequeno). Depois de uma leitura calma e atenta do texto, procure repassar mentalmente o que foi lido, veja se lembra de alguma coisa. Se não lembrar, volte a ler o texto. Depois, vá lendo frase por frase e procurando entender o que elas estão dizendo.


Nesta altura, você já conhece bastante o texto. Então, é hora de ligar o texto com a vida (a sua, a de sua família, a da Igreja, a do mundo...). Pergunte-se então: o que Deus está me dizendo com essa Palavra? Veja se você lembra de outras passagens bíblicas parecidas com a que você está meditando. Lembrou? Bom, então agora leia tudo de novo, bem devagar, mas agora leia rezando... e falando com Deus. Veja como o texto ficou muito mais bonito... Com certeza, vai dar agora pra você tirar uma lição de vida, um compromisso. Se tiver tempo, escolha um salmo da Bíblia para terminar sua meditação rezando-o. E escolha uma frase do texto meditado para você decorar e repetir muitas vezes durante o dia. Pronto. É isto que é a Lectio Divina, a chamada Leitura Orante da Bíblia. 

Pe. João Carlos Ribeiro