25 setembro 2012

Os jovens com Cristo


Pe. João Carlos Ribeiro – 24.09.2012 

Depois de quase sete meses de preparação, aconteceu o 2º Encontro de Jovens com Cristo (EJC), no Colégio Salesiano do Recife. 59 alunos e ex-alunos participaram desse encontro. Ocuparam alegremente todo um final de semana, sacrificando aulas, descanso, lazer. Saíram do encontro entusiasmados, emocionados, radiantes.

O EJC é uma oportunidade para um encontro mais pessoal dos jovens com o Senhor Jesus. Aproximam-se do Mestre com maior intimidade e afeto. Passam a conhecer melhor alguém muito próximo, alguém que já tinham em grande conta, de quem se tornam amigos e companheiros, em profunda sintonia e aliança. É uma experiência nova e inédita para a maioria. Grande parte dos jovens de nossas escolas confessionais não tem prática religiosa regular, nem frequenta as paróquias.  Alguns ainda contam, graças a Deus, com famílias de forte vivência cristã, mas não é o caso da maioria.


Esse serviço de animação, de avivamento religioso dos jovens vem sendo feito por muitos movimentos e iniciativas na Igreja. O EJC é um deles. O importante é que se ajude o jovem a se aproximar de Cristo e de sua Igreja, integrando-o nos serviços da pastoral de juventude.

Admirei nessa experiência o grande envolvimento voluntário de jovens e adultos de outras paróquias que apoiaram o EJC do Salesiano. Cerca de 160 jovens e adultos somaram-se aos esforços de educadores e jovens do Colégio para a realização desse encontro. Os jovens vieram de várias paróquias da área metropolitana: Boa Viagem, Ipsep, Mustardinha, Jordão, Estância, só para falar dos grupos maiores. Eles se distribuíram em 15 equipes que movimentaram o encontro: bandinha, círculos, compras, secretaria, teatro, liturgia, cozinha, ordem, trânsito, só para lembrar algumas. Coisa para admirar: 160 jovens se movimentando durante os três dias de encontro, em espírito de oração, de disponibilidade e serviço, esbanjando alegria e entusiasmo.  Essa mobilização voluntária é uma grande riqueza do movimento, animada pelo mote do serviço a Cristo e à sua Igreja.

Encantou-me também o apoio de casais dessas paróquias e de pais de alunos que não estavam no encontro. Eles serviram como pais adotivos dos encontristas, providenciando o transporte para o local do encontro e fazendo contato com suas famílias biológicas. É de se destacar também o envolvimento alcançado das famílias. A presença dos pais e familiares na missa de encerramento foi uma demonstração de valorização do momento novo que o encontro estimulou na vida dos jovens. 

O dia seguinte, na volta às aulas, foi de euforia e testemunho. No Bom Dia, a mensagem com que abrimos as atividades diárias, eles disseram que o final de semana valeu a pena e que muitos colegas se tornaram irmãos. E já fazem planos para a primeira reunião de pós-encontro e de participação maciça no festival da juventude salesiana. E, claro, já garantiram na agenda de 2013 do Colégio o 3º EJC que eles mesmos vão liderar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E você, o que pensa sobre isso?