Meditação da Palavra

13 dezembro 2011

Um natal religioso e cultural

Essa é a décima vez que a Associação Missionária Amanhecer está organizando o RECIFE FELIZ NATAL. É um belo serviço de nossa associação à preparação para o natal. Natal, como festa de Jesus que vem a nós, nascendo em solidariedade. E a preocupação da Associação nesse evento é exatamente contribuir para reavivar no centro comercial da cidade o espírito religioso do natal. É que outros estímulos, longe do sentimento religioso natalino, vão ocupando cada vez mais espaço nas vitrines, nas ruas, no imaginário do natal. Estou falando do Papai Noel, ícone do consumismo desse período.

Mas, deixemos o Papai Noel e suas renas quietos. Ocupemo-nos especialmente de divulgar e difundir a boa notícia do natal, que é Cristo Jesus, nascido em Belém. Aliás, natal quer dizer nascimento. Este é o natal de Jesus, o nascimento do Deus feito homem. É nesse espírito que assim que vamos realizar o RECIFE FELIZ NATAL, em sua décima edição. O evento consiste em uma concentração religiosa e cultural, com celebração e muita música cristã e popular. Neste ano, o local será o Pátio de São Pedro, espaço cultural simbólico no coração do Recife.

Religiosos, músicos, artistas, cantores e grande público estaremos juntos neste evento que deve marcar a preparação imediata para o natal ou, quem sabe, de alguma forma antecipá-lo. Na abertura, às 16 horas, haverá uma celebração presidida por Dom Edvaldo Gonçalves do Amaral, arcebispo emérito de Maceió. Seguem-se os shows com cantores religiosos e populares. O arcebispo de Olinda e Recife, entre outras lideranças, vai estar presente e dirigir uma mensagem de boas festas. Uma coleta de alimentos no local pretende marcar o tom de solidariedade que todo ato de fé cristã comporta: incluir os outros, especialmente os que menos oportunidade estão tendo na vida.

O Recife Feliz Natal desse ano acontece no contexto da abertura do ano centenário de Luiz Gonzaga. A encarnação do Verbo, celebrada no natal, é uma verdade central no cristianismo. Um Deus que se fez gente, assumindo uma cultura, uma história, a condição humana de um tempo e lugar. É assim que a Igreja e suas comunidades não podem e não querem se entender fora da dinâmica da inculturação. No Concílio Vaticano II, que provocou profundas mudanças na vida eclesial, a Igreja se disse solidária com as dores e as alegrias do povo. É assim que o natal de Belém é hoje o Natal do Recife, com suas cores, seus ritmos, seu sotaque, como deve sê-lo em toda comunidade que o celebra.

Nesse evento natalino, no Pátio de são Pedro, subirão ao palco cantores locais e convidados de fora, religiosos e populares. Ao lado de Orlando Sérgio, Banda Vox Dei, Padre João Carlos e Padre Joãozinho, missionários da música cristã, se apresentarão Maciel Melo, o caboclo sonhador; Santanna, o cantador; e Nando Cordel, ilustres representantes da boa música de sabor regional e da MPB.

Todas as vozes, de muitas e criativas maneiras, rezarão e cantarão a mesma verdade inscrita nos corações: Deus nos ama. Ele nos enviou seu filho como bom pastor para cuidar da gente. Deus mesmo veio morar com a gente. Com a criança de Belém, o mundo está recomeçando, o mundo pode ter conserto, a gente pode ser feliz. Feliz Natal!

SERVIÇO:
RECIFE FELIZ NATAL 2011 – Dia 21 de dezembro – Das 15h00 às 22h00. Informações: 2129.5900/3224.9284

Pe. João Carlos Ribeiro – padrejcarlos@gmail.com