24 dezembro 2011

Emanuel, um nome maravilhoso.

Natal é a chegada de alguém muito querido à nossa casa. O Messias que vem a nós. Deus que se faz gente. Esse é o natal é de Jesus, o seu nascimento, a sua chegada em nossa humanidade. Como disse o apóstolo: "E o verbo se fez carne e habitou entre nós".

Natal não é apenas uma noite, por mais santa e inspiradora que seja. É o ingresso de Deus em nosso tempo, em nossa história, em nossa vida. Deus que nos visitou. Uma visita que já dura mais de dois mil anos. Ele está conosco: essa é grande verdade do Natal. E chegou para ficar. Mesmo tendo passado pela morte, passagem obrigatória de todo ser humano, nos prometeu que estará sempre conosco. "Eis que estarei convosco, até a consumação dos séculos".

E tudo começou por um gesto de amor do Pai, enviando seu filho ao mundo. E esse filho fez-se nosso companheiro de jornada, assumiu nossa condição humana. Só não assumiu nossa condição de pecadores, pois foi para nos libertar dessa condição que ele veio. Com sua presença, nossa vida humana ficou com mais luz e mais sentido. Descortinou-se, com sua presença, a grandeza e a dignidade da pessoa humana.

A vida humana de Jesus de Nazaré, em sua obediência ao Pai e em seu amor fiel pelos seus irmãos de humanidade, tornou-se uma referência para todos nós. Somos seus seguidores, seus imitadores. Agora sabemos como um filho pode agradar ao Pai, ser-lhe fiel. É só olhar para Jesus que ficamos sabendo o como e o porquê. Ele, de tal modo se fez um exemplo, um modelo, que um dia pode nos dizer: "Eu sou o caminho, a verdade, a vida".

Poucos dias antes do natal, estive fazendo um show em Tauá, no sertão dos Inhauns, no Ceará. Um dos padres da comunidade, o Pe. Maurício, no final do show fez uma saudação ao povo: O Senhor esteja convosco! E o povo respondeu a uma voz: Ele está no meio de nós! E o padre repetiu a saudação uma segunda e uma terceira vez. O povo ainda mais alto respondeu: Ele está no meio de nós! E aí o padre concluiu: isso é Natal. Jesus está no meio de nós: isso é o Natal.

Jeseus continua presente entre nós. Ele está entre nós como Palavra que nos orienta, como Pão que nos alimenta, como Comunidade que nos acolhe, como Pobre que precisa de nós, como Pastor que nos conduz. Continua verdadeiro o que nos disse: Onde dois ou mais estiverem reunidos em meu nome, eu estarei no meio deles. E ainda: Eu sou o pão vivo que desceu do céu, quem de mim se alimenta vive para sempre. E também: quem alimentou o faminto, repartiu seu pão comigo. É verdade, ele é uma presença permanente entre nós.

O natal é pra gente não se esquecer disso. É para nos lembrar que Jesus está conosco, Deus verdadeiro em nossa humanidade, desde aquele primeiro natal de Belém. É nosso vizinho, nosso amigo. Caminha conosco. Tem um nome maravilhoso: Emanuel.

Pe. João Carlos Ribeiro - 24.12.2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E você, o que pensa sobre isso?