12 janeiro 2016

Os 10 mandamentos para a paz na familia

Disse um dia a Dra. Zilda Arns, fundadora da pastoral da criança, em uma entrevista: 

“A Pastoral da Criança, desde o início, teve a preocupação não só de reduzir a mortalidade infantil e a desnutrição, mas também de promover a paz nas famílias e comunidades, pelas atitudes de solidariedade e a partilha do saber a todas as famílias”.

Os 10 mandamentos para a paz na Família 

A Pastoral da Criança está divulgando os 10 Mandamentos para a Paz na Família. Achei interessante essa formulação e passo a comentá-los.
1.       Tenha fé e viva a Palavra de Deus, amando o próximo como a si mesmo. Fé em Deus e amor ao próximo são bases fundamentais para a vida pessoal e familiar.
_
2.       Ame-se, confie em si mesmo, em sua família e ajude a criar um ambiente de amor e paz ao seu redor. O amor ao próximo, ensina a Bíblia, seja "como a si mesmo". Então, o amor ao próximo parte do respeito que eu tenho também por mim mesmo, sem me anular, mas também sem me superdimensionar.
3.       Reserve momentos para brincar e se divertir com sua família, pois a criança aprende brincando e a diversão aproxima as pessoas. Jesus falou da necessidade de a gente imitar as crianças no sentimento de confiança, de gratuidade, de simplicidade.
4.       Eduque seu filho através da conversa, do carinho e do apoio e tome cuidado: quem bate para ensinar está ensinando a bater. O diálogo é o melhor caminho. Também se pode dar um castigo, especialmente privando o filho de algo que ele gosta muito, mas sempre evitando espancamento.
5.       Participe com sua família da vida da comunidade, evitando as más companhias e diversões que incentivam a violência. Em comunidade, exercitamos muitos valores da cidadania e da religião: a solidariedade, a alegria, a sociabilidade, o apoio mútuo, a compreensão da realidade.
6.       Procure resolver os problemas com calma e aprenda com as situações difíceis, buscando em tudo o seu lado positivo. É preciso pensar um pouco antes de agir, para não perder o controle. Falar e agir no impulso: esse é um terreno fértil para atitudes preconceituosas e vingativas, coisas de que depois podemos nos arrepender.
7.       Partilhe seus sentimentos com sinceridade, dizendo o que você pensa e ouvindo o que os outros têm para dizer. A fé cristã ajuda a construir cidadãos que pensam e agem com critérios do Evangelho.
8.       Respeite as pessoas que pensam diferente de você, pois as diferenças são uma verdadeira riqueza para cada um e para o grupo. Toda unanimidade é burra, já disse alguém, acertadamente. Numa sociedade pluralista como a nossa, há de se formar pessoas para a tolerância, o respeito às diferenças, o diálogo.
9.       Dê bons exemplos, pois a melhor palavra é o nosso jeito de ser. Santo Antônio de Pádua deixou escrito: "Cessem as palavras, falem as obras".
10.   Peça desculpas quando ofender alguém e perdoe de coração quando se sentir ofendido, pois o perdão é o maior gesto de amor que podemos demonstrar. Jesus, no Pai Nosso, nos ensinou a pedir o perdão de Deus e a nos comprometer a compreender e perdoar a fraqueza dos outros.
São estes os 10 mandamentos para a Paz na família.
Pe. João Carlos Ribeiro – 07.11.2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E você, o que pensa sobre isso?