04 agosto 2011

Você é batizado

A Igreja está chamando todo batizado a tomar consciência da riqueza do seu Batismo. E a viver segundo a graça de ser filho de Deus.
Que grande graça você ter sido batizado!
E batizado em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Quem foi batizado é uma nova criatura, nasceu de novo. Nasceu para a vida de Deus, pela graça de Cristo. Tem a graça de poder viver em comunhão com ele. Participa da herança da vida eterna.
Quem não chegou ainda a conhecer a importância do seu batismo, a grandeza de sua comunhão com Deus através dele, é como alguém que perdeu sua Certidão de Nascimento. Não tem a menor noção de suas origens nobres e do seu direito de herança. Em Cristo, somos herdeiros da felicidade que há em Deus, da vida eterna.
O batismo celebra a nossa adesão a Jesus Cristo e o gesto amoroso de Deus Pai que nos recebe como filhos.  Aderimos a Jesus pela fé. É por isso que, mesmo no caso do batismo de uma criança, os pais e os padrinhos precisam ser gente de fé. E à medida que a criança cresce, precisa ser instruída na fé e completar a sua iniciação cristã pelos sacramentos da Eucaristia e da Crisma. Talvez seja esse o problema de muita gente: foi batizada, mas não foi iniciada na fé cristã, não completou sua iniciação na fé. Ficou no primeiro passo. Falta a Eucaristia, falta o  Crisma. Falta sobretudo a formação cristã que tem que acompanhar cada membro que cresce na Igreja.
Que pena que haja tanta gente vivendo como se não fosse batizada, como se não pertencesse a Cristo. Vive como filho sem pai. Que graça a gente ser de Deus, ser filho de Deus e viver como tal! Quando a gente toma consciência da importância do nosso batismo, a gente se dá conta da dignidade que tem. A pessoa humana é importante, porque foi criada por Deus. Mas o batismo revela ainda mais a nossa dignidade: fomos salvos por Jesus, somos filhos e filhas de Deus. Nossa vocação é realizar nossa vida como filhos de Deus, herdeiros da vida plena que há em Cristo ressuscitado.
"Fazei que todas as nações se tornem meus discípulos, batizando-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo e ensinando-as a observar tudo quanto vos ordenei". É o mandato de Jesus, no final do evangelho de Mateus. Jesus mandou os discípulos à missão, orientando que evangelizassem e batizassem as pessoas. A evangelização produz a conversão, a opção das pessoas por Jesus e por seu caminho, o seu Evangelho. O batismo aplica a cada pessoa a reconciliação que Jesus nos alcançou na cruz e introduz cada um na vida nova da graça de Deus. Pelo batismo, a pessoa é integrada na comunidade dos discípulos, na sua Igreja.
Se você ainda não tomou sua decisão de seguir na vida como discípulo de Jesus, de viver o seu evangelho, a hora é essa. Hora de assumir em nome próprio a riqueza de que é portador desde o dia feliz do seu batizado. A riqueza do amor de Deus que nos faz filhos e irmãos. É hora de levar a sério nossa pertença a Cristo e nossa condição de irmãos, membros do seu Corpo. Hora de avançar para águas mais profundas.
 Pe. João Carlos Ribeiro 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E você, o que pensa sobre isso?