16 agosto 2011

Firmes na fé

Enraizados  e edificados em Cristo, firmes na fé (Cl 2,7). É a Jornada Mundial da Juventude 2011. Mais de um milhão de jovens em Madri, na Espanha, convivendo, cantando, rezando durante uma semana. Juventude de 193 países, com línguas, costumes e condições sociais as mais diversas, mas com um forte sentido de unidade.
Somos o povo de Deus, o corpo de Cristo, a sua Igreja: é esse o sentimento que embala as coreografias e os cantos da juventude multicolorida.

A Jornada Mundial da Juventude é mais do que um fantástico encontro a nível mundial, que como tal começou com o Papa João Paulo II em 1984. É um fenômeno da fé no espaço globalizado do planeta. E pensemos que a Espanha não é mais o país católico de um tempo. Vive hoje, como de resto toda a Europa, um sério esfriamento religioso. Mas está tomando um banho de fé dessa juventude .

Mais de um milhão de jovens. Todos juntos mesmo só na Vigília, com o Papa, e na missa de encerramento. No mais, os jovens participam em grandes grupos de milhares nas catequeses, celebrações e eventos espalhados por toda a cidade de Madri. As catequeses, grandes momentos de formação, são dirigidas por bispos de várias partes do mundo. Também a confissão tem seu lugar nesse encontro de fé. A festa do perdão está no programa, com seus 200 confessionários e padres atendendo em 30 idiomas.

O ponto alto é mesmo a Vigília com o Papa. Bento XVI chega nos últimos dias e é recebido com repique de sinos em toda a cidade e ao som de sinos dos celulares dos jovens. Ao convocar a Jornada, o Papa tinha feito questão de alargar a presença juvenil. "Convido-vos para este encontro tão importante para a Igreja na Europa e para a Igreja universal. E gostaria que todos os jovens, quer os que compartilham a nossa fé em Jesus Cristo, quer todos os que hesitam, que estão na dúvida ou não creem nele, possam viver esta experiência", escreveu o Papa.

O tema "Enraizados e edificados em Cristo em Cristo, firmes na fé" é uma proposta que vai contra a forte corrente de pensamento laicista que pretende marginalizar Deus da vida das pessoas e da sociedade, tentando criar um paraíso sem Ele. O Papa alerta: "A experiência ensina que o mundo sem Deus se torna um inferno: prevalecem os egoísmos, as divisões nas famílias, o ódio entre as pessoas e entre os povos, a falta de amor, de alegria e de esperança".

A Jornada Mundial da Juventude é mais do que uma grande manifestação juvenil, é uma oportunidade privilegiada para que os jovens do mundo inteiro se deixem conquistar pelo amor de Cristo e possam, inspirados nos valores do Evangelho, partilhar o desejo de construir um mundo melhor.  A Jornada vem acontecendo desde 1985, anualmente em cada Diocese e a cada dois ou três anos em um único lugar. As últimas Jornadas foram em Colônia, na Alemanha e em Sidney, na Austrália. E já foi anunciada a próxima Jornada. Será em 2013, e no Rio de Janeiro. O Brasil agora não é só o país da Copa e das Olimpíadas. Será também o país da Jornada Mundial da Juventude.

Firmes na fé, caminhamos em Cristo, nosso Amigo, nosso Senhor. Glória para sempre a Ele! Glória para sempre a Ele! Caminhamos em Cristo, firmes na fé. É o hino que mais de um milhão de jovens está entoando.

Pe. João Carlos Ribeiro – 17. 08.2011