25 abril 2011

Feliz Páscoa! Vida nova em Cristo!

"Para vocês, em primeiro lugar, Deus ressuscitou seu Servo e o enviou para abençoá-los, a partir do momento em que cada um de vocês se afaste de suas maldades" (Atos dos Apóstolos 3,26).

 

Deus ressuscitou seu Servo. Esta é a boa notícia. Deus tomou partido pelo injustiçado. Ressuscitou Jesus, a quem os chefes rejeitaram. Desmascarou as suas razões aparentemente religiosas. Tomou a defesa do crucificado, pondo à descoberto a violência injustificada dos dominadores. Resgatou a esperança de gente sincera e crente, que dela dependia para continuar vivendo e sonhando. Deus ressuscitou seu Servo. Esta é a boa notícia.

 

E o enviou para abençoar vocês. Jesus entregou sua vida na cruz. Nela, deu-se por inteiro ao Pai e aos seus. A morte foi o dom de si mesmo. A vida do pastor que enfrentou o lobo, para proteger o rebanho. O dom de sua vida fora antes entregue como pão, como água da vida, como luz, como palavra de vida eterna. Na cruz, o dom foi total. Ressuscitado, ele comunica a paz, o dom dos reconciliados. Abençoa com o perdão. Comunica o Espírito de Deus. Deus o enviou para abençoar vocês.

 

Cada um de vocês se afaste de suas maldades. A iniciativa de Deus pede uma resposta. A cruz foi a resposta negativa da humanidade. A ressurreição é a resposta positiva de Deus. A hora é a de acolher a vida nova que Cristo traz, a bênção que ele veio comunicar. Acolher o dom de Deus é dar um novo começo à própria vida, "afastar-se de suas maldades". A vida nova pede mudança de vida. A ressurreição gera homens e mulheres renovados, livres, restaurados. Cada um de vocês se afaste de suas maldades.

 

"Para vocês, em primeiro lugar, Deus ressuscitou seu Servo e o enviou para abençoá-los, a partir do momento em que cada um de vocês se afaste de suas maldades" (Atos dos Apóstolos 3,26).

 

Feliz Páscoa! Vida nova em Cristo!

Um comentário:

  1. Anônimo8/5/11 15:27

    GOSTARIA QUE O SR. INCLUISE NAS ORAÇÕES O MEU NOME JANDIRA AUGUSTO DE ALMEIDA. MORO EM FORTALEZA-CE PROXIMO A IGREJA DA PIEDADE.

    ResponderExcluir

E você, o que pensa sobre isso?